Home / Plantas / Qual a Melhor Maneira de Consumir o Amendoim: Cru ou Torrado?

Qual a Melhor Maneira de Consumir o Amendoim: Cru ou Torrado?

De acordo com nutricionistas, o amendoim, desde que consumido com moderação, oferece inúmeros benefícios para a nossa saúde. Rico em gorduras boas, esse alimento ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e tem ação anti-inflamatória. Além de muitas vantagens.

Mas você sabe qual a melhor maneira de consumir amendoim: cru ou torrado? Continue lendo, que daremos todas as informações que você precisa saber para acrescentar o amendoim em sua alimentação da forma mais saudável possível.

Amendoim Cru ou Torrado: Qual o Melhor?

De acordo com nutricionistas, a melhor forma de consumir o amendoim é torrá-lo em casa mesmo. Cerca de 10 minutos já são suficientes.

O consumo do amendoim cru não é indicado. Da mesa forma que acontece com a semente de soja, o amendoim cru também contém alguns fatores antinutricionais, que influenciam nos processos metabólicos das pessoas, reduzindo a capacidade de digestão à proteína presente no amendoim, o que acaba afetando o seu valor nutritivo.

E, quando o amendoim é torrado, os fatores antinutricionais são reduzidos. O controle de qualidade durante todo o processo de produção dessa leguminosa deve ser bem rigoroso. É fundamental ter um controle adequado, pois esse alimento tem alto poder de proliferação dos fungos. E, com isso, acontece a contaminação do mesmo pela aflatoxina.

Riscos Associados ao Consumo do Amendoim

Mesmo sendo um alimento muito rico nutricionalmente, o consumo do amendoim apresenta alguns riscos associados. É comum algumas pessoas apresentarem alergia a esse alimento. O que provoca a alergia são algumas proteínas alergênicas que apresentam boa resistência à digestão enzimática. E que também apresentam uma boa ligação com as células de defesa do nosso organismo, resultando na alergia.

Consumo do Amendoim
Consumo do Amendoim

Algumas reações provocadas pela alergia ao amendoim são: náuseas, rinite, urticária, prurido, angioderma, asfixia, eczemas, diarreias, úlceras bucais, ataque cardíaco, colapso cerebral, e também pode, inclusive, levar o indivíduo à morte.

O Que é a Aflatoxina?

A aflatoxina consiste em uma toxina natural, que é produzida, especialmente, em cepas de fungos Aspergillus parasiticus e Aspergillus flavus. Eles costumam crescer em depósitos e em plantações de alimentos, em locais úmidos e quentes, como nas plantações de amendoins, por exemplo. Esse tipo de lugar favorece o surgimento de micro-organismos.

No caso do amendoim, ele possui uma grande chance de ser contaminado por essa toxina por causa das condições em que são plantados. Além dele, outros alimentos também são afetados com essa substância, como os grãos, as nozes, o leite, a soja, pistaches, dentre outros.

Aspergillus Flavus
Aspergillus Flavus

De acordo com pesquisas, a aflatoxina afeta os órgãos digestivos, principalmente. Em especial, o fígado, podendo contribuir para o surgimento de doenças nesse órgão, como o câncer no fígado e hepatite, por exemplo.

Há casos mais graves em que, se o indivíduo ingerir uma grande quantidade dessa substância de uma vez, pode desencadear um envenenamento, resultando em hemorragias, deficiências mentais, a até câncer de fígado, podendo causar até a morte.

As maneiras mais seguras de prevenir o risco de contaminação à aflatoxina é optando por fontes seguras de produção desse tipo de alimento, não ingerir amendoim com aspecto mofado, com cheiro ruim, murcho, e etc. Também é importante consumir uma quantidade menor de alimentos desse tipo, por exemplo. Dentre outros…

Como Consumir o Amendoim

Existem várias formas de consumir o amendoim. Uma dica importante é evitar as versões coloridas dessa leguminosa, que são vendidas nos supermercados. Elas possuem muito sal que, em excesso, pode fazer mal para a saúde, aumentando o risco de uma hipertensão arterial, além de outros problemas de saúde também.

Para se certificar de estar consumido amendoim de qualidade, a recomendação é comprar um bom produto, e leva-lo para torrar em casa. Encontre na embalagem o selo da Fundação Pró-Amendoim. Ela é a responsável pela fiscalização de todas as etapas envolvidas em sua produção.

Além de ser consumido como tira-gosto, o amendoim também pode estar presente em várias outras opções de alimentos, como saladas, em doces, bolos, biscoitos, e até mesmo em outros pratos salgados, como no frango xadrez, por exemplo.

Também ser encontrado de outras formas, como manteiga e pasta. Podendo até ser usado com um recheio para tortas e bolos.

Amendoim: Aliado Para a Saúde

O amendoim é um alimento muito nutritivo para a saúde, e que deve fazer parte de uma dieta saudável. A menos que o indivíduo apresente alergia. Confira abaixo alguns dos benefícios que o amendoim possui:

  • Fonte de gorduras boas: o amendoim contém gorduras monoinsaturadas, dentre as quais está o ômega-3, presente em maior quantidade. Trata-se de um ácido graxo que possui ação anti-inflamatória. Ele atua no organismo impedindo que a gordura corporal, que é resultante de um processo inflamatório, se acumule no corpo, em especial na região da cintura.

Além do mais, os fitoesteróis, um tipo de gordura vegetal bem parecida com o colesterol, mas que não é produzido pelo nosso organismo, também é um importante aliado para prevenir a gordura na linha da cintura, diminuindo os níveis de glicose no sangue.

  • Reduz a ansiedade: de acordo com estudos, o ganho de peso também está relacionado com o nervosismo. O amendoim possui arginina em sua composição, uma partícula proteica, que ajuda a pessoa a ficar mais calma, relaxada e ainda reduz a gordura.
  • Promove a sensação de saciedade: além de ser uma fonte muito rica em gorduras boas, o amendoim também contém vitamina E gordura do amendoim ajuda a regular o açúcar no sangue, promovendo uma sensação de saciedade por mais tempo. Mas o consumo deve ser moderado. 10 gramas de amendoim possuem 55 calorias. Assim como os demais carboidratos, o amendoim também se transforma em açúcar no organismo. No entanto, o processo acontece bem mais devagar. Dessa forma, o pâncreas não tem a necessidade de produzir uma elevada quantidade de insulina. Se for em pequenas doses, esse hormônio não causa mal, como o aumento do apetite e o acúmulo de gordura.

O amendoim é um alimento super nutritivo, e que também é de fácil digestão. Mas, apesar de ser bem funcional, ajudando a manter o equilíbrio do metabolismo, o amendoim é um alimento que precisa ser consumido na quantidade certa.

Veja também

Nectarina Sunlite: Características, Nome Científico, Muda e Fotos

A nectarina é uma fruta muito apreciada no Brasil e possui algumas variedades. Neste artigo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *