Home / Plantas / Pimenta Malagueta: Para Que Serve? Quais Seus Benefícios?

Pimenta Malagueta: Para Que Serve? Quais Seus Benefícios?

Um dos condimentos que as pessoas mais amam e que mais aparecem em pratos de chefes renomados é a pimenta. Pelo mundo, existem diversos tipos de pimentas, com sabores e ardências diferentes. Em cada caso, há uma utilização diferente, apesar de a maioria ser popular como condimento. Um desses tipos, é a pimenta malagueta, muito usada no Brasil.

E é sobre ela que iremos falar no post de hoje. Contaremos um pouco mais sobre a pimenta em si, e para que ela serve, como utilizar e outros artifícios. E também, iremos mostrar todos os benefícios comprovados que a pimenta malagueta tem. Continue lendo para saber mais sobre.

Pimenta Malagueta: Para Que Serve?

A pimenta malagueta, com seu nome científico sendo Capsicum frutescens, é utilizada especialmente em países com o clima tropical (América, onde é nativa), como Brasil, Angola e até mesmo em Cabo Verde. Ganhou popularidade em Portugal também. Em determinados lugares, recebem nomes como piri-piri e ndongo.

Ela é um condimento, e na maioria das vezes utilizada para temperar alimentos ou comidas já prontas. Seu uso, é feito seco, e é muito vista na preparação de carnes, ou comidas que levam um tempero mais forte. É preciso entender, entretanto, que existem várias espécies de pimenta malagueta sendo comercializadas. Porém, a maioria é híbrida, no qual costumam ser modificadas para serem mais resistentes a pragas e outras doenças. A malagueta original se chama malaguetinha-caipira, e é mais vista em Minas Gerais, na Bahia e em Goiás. Nesses estados, são chamadas também de pimenta-café, devido ao aroma levemente semelhante.

A questão é que essa pimenta silvestre, original, malagueta, é considerada uma das melhores pimentas para utilizar e ingerir no nosso dia a dia. Isso porque ela tem uma alta concentração de capsaicina, e baixa concentração de piperina, resultando em somente efeitos positivos no nosso organismo. Por isso, não se acanhe, tempere seu guacamole, carne ou até um feijão para quem gosta de coisas picantes, com a malagueta.

Benefícios da Pimenta Malagueta

Como já bem sabemos, as pimentas estão no topo da lista de alimentos (e condimentos) que devem ser adicionados em nossa dieta. Isso porque ela contém uma lista gigantesca de benefícios. Cada tipo de pimenta costuma ter uma diferença em seus benefícios, pois possuem componentes e substâncias diferentes Em uma colher de pimenta malagueta seca, nós temos aproximadamente:

  • 17 calorias;
  • 1 grama de gordura;
  • 2 miligramas de sódio;
  • 3 gramas de carboidratos;
  • 1 grama de fibra alimentar;
  • 1 grama de açúcar;
  • 1 grama de proteína;
  • Vitamina A;
  • Vitamina E;
  • Vitamina C.

Fora outros componentes que iremos falar a seguir que não fazem exatamente parte de uma lista nutricional. Veja alguns dos benefícios da pimenta malagueta.

Melhora a Visão

A pimenta malagueta é rica em dois componentes que a faz ser incrivelmente ótima para os olhos. O primeiro é a vitamina A, de longa viagem já conhecida por ajudar a melhorar os olhos e a visão. O segundo é a luteína, que está presente em maior quantidade quando a pimenta ainda está verde. A luteína é um carotenoide, que tem com ação antioxidante, agindo diretamente na saúde dos olhos.

É preciso saber, entretanto, que quanto mais madura a pimenta fica, menor é a quantidade de luteína presente. O carotenoide é o que dá a cor esverdeada para ela, e por isso, com o tempo vai diminuindo, já que ela vai ficando vermelha.

Alivia a Azia

Quem sofre com azia, algumas noites de sono podem ser impossíveis após ingerir determinados alimentos. Porém, estudos comprovam que o consumo frequente da pimenta malagueta pode ajudar a reduzir a azia. Novamente, a capsaicina que faz esse trabalho. Esse composto se liga com nossos receptores de dor, quando consumimos bastante capsaicina, esses receptores acabam sendo danificados.

Eles vão ficando basicamente insensíveis, portanto, não sente-se mais com tanta força a dor produzida pelo refluxo ácido. O estudo utilizou 2,5 mg de pimenta malagueta todos os dias, por cinco semanas. No começo, a dor aumentou, mas logo melhorou e passou a ser uma dor menor que a anteriormente. Esse estudo, que ocorreu em 2005, foi refeito em 2009, comprovando a mesma situação.

Ajuda no Emagrecimento

Para quem quer emagrecer, muitas pessoas estão sabendo que a pimenta é uma ótima aliada. Existem diversos estudos que trabalham com isso, e explicam os motivos pelo qual ela traz esse efeito. Uma das pesquisas, realizadas pelo Japão, Holanda, Canadá e Estados Unidos mostraram que na pimenta malagueta existe o composto capsaicina. Esse composto trabalha diretamente na queima das gorduras pelo corpo todo.

O estudo ainda dizia que as pessoas que consumiam essa pimenta com mais frequência sentiam menos fome o restante do dia. Ou seja, o composto também trabalha para dar saciedade, outro ponto positivo para quem está tentando emagrecer. Entretanto, a pimenta deve estar inserida de forma que o restante da sua alimentação esteja saudável, afinal, ela não faz milagre.

Alguns estudos também apontam que a pimenta aumenta e acelera o metabolismo. Consequentemente, a perda de calorias é maior em um período de tempo menor. O metabolismo acelerado é bom para outros motivos, não somente o emagrecimento.

Aumenta a Expectativa de Vida

A Academia Chinesa de Ciências Médicas realizou diversas pesquisas que foram publicas mundialmente e reconhecidas por toda a equipe de cientistas em relação a isso. Na pesquisa, as pessoas que se alimentavam de comidas com pimenta malagueta pelo menos uma ou duas vezes na semana, tinham uma taxa de mortalidade diminuída em 10%, quando comparadas as pessoas que não comiam pimenta ou comiam menos de uma vez por semana.

Essa pesquisa contou com 500 mil participantes e durou vários anos para ser concluída. Havia uma diferença também em relação a pimenta. Quem comia da pimenta malagueta fresca, o risco de morte por câncer, diabetes e até doenças cardíacas como a doença arterial coronariana eram bem menores. Vale então bem a pena adicionar a pimenta em nosso dia a dia, mesmo que em pouca quantidade.

Diminui o Colesterol Ruim – LDL

De acordo com pesquisas realizadas na Universidade Chinesa de Hong Kong, descobriram que a capsaicina consegue quebrar o LDL, famoso colesterol ruim. Mas que ele deixa o colesterol bom, o HDL, no sangue. Eles ainda identificaram benefício de bloquear a ação que causa a contração das artérias dos animais, prejudicando o fluxo sanguíneo. Ou seja, a pimenta malagueta é capaz de estimular a circulação do corpo.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre a pimenta malagueta. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou. Você pode ler mais sobre pimentas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Flor de Pessegueiro: Época de Florada, Características e Fotos

O Brasil é um país com uma grande variedade de espécies quando nos referimos à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *