Home / Plantas / Pimenta Bode Roxa Escura: Origem e Nome Científico

Pimenta Bode Roxa Escura: Origem e Nome Científico

Andando pelos cantões de Goiás junto com um amigo, desses urbanos chatos e mal acostumados a fazer trilha, percebi a nossa direita uma plantação pequena mas já bem frutífera que mexeu com minha imaginação. Era hora de “trolar” meu amigo!

Eu sabia o que era mas ele, garotão de cidade grande que mal conhece o que vende nos hipermercados e hortifrúti perto de casa, certamente não poderia imaginar. “Olha meu amigo, não tá aí reclamando de fome? Olha ali algumas belas pitangas! Já comeu pitanga, né?”

Ele nem se dignou a responder e foi abrupto pra beira da cerca tentar alcançar algumas. Eu já não contia o riso pelos cantos da boca. Pelo alvoroço, deduzi que ele sabia sim o que era pitanga e afoito estava pra saborear “aquelas”, tanto que tão logo alcançou algumas lançou direto à boca sem nem se preocupar em limpar a poeira.

Ainda tínhamos 45 minutos de caminhada e, embora minha pequena arte e astúcia não o detivesse de triplicar as reclamações até nosso destino, pelo menos dessa vez eu tinha o prazer da gargalhada cada vez que lembrava da careta que ele fez ao saborear pimenta de bode pela primeira vez. Valeu cada aporrinhação dele no meu ouvido.

Pimenta de Bode – Nome Científico e Origem

Como talvez já possa imaginar pelo relato, o amigo de cidade grande confundiu uma bela pimenta de bode com a frutinha pitanga. Um engano sempre bem provável pra qualquer esfomeado que não conhece. O nome científico da nossa pimenta do relato é capsicum chinense.

Apesar de seu nome, capsicum chinense, todas as espécies de capsicum são originárias do Novo Mundo. O botânico holandês que classificou as espécies erroneamente o fez assim em 1776 porque acreditava que elas se originaram na China devido à sua prevalência na culinária chinesa após a sua introdução por exploradores europeus.

Alguns taxonomistas consideram a pimenta de bode como parte da espécie capsicum annuum, como um membro do complexo capsicum annuum complexo. Capsicum annuum e capsicum chinense são plantas que podem geralmente ser identificadas pelo número de flores ou frutos por nó. Ambas as capsicum mencionadas servem para hibridizações e, em resultado, dão origem a híbridos não relacionados. Alguns pesquisadores rotulam a capsicum frutescens como sendo o ancestral da capsicum chinense.

Capsicum Chinense
Capsicum Chinense

Capsicum chinense é proveniente da América Central, mais precisamente de Yucatán e do Caribe. é muito comum usar o termo habanero ao referir-se a elas, e essa expressão vem de Habana ou Havana (Cuba). Isso se dá porque várias pimentas desta espécie foram exportadas principalmente deste porto para exportação.

Quando cultivada em climas quentes é uma planta perene e seu cultivo tem durabilidade por  anos portanto. Já com a temperatura mais fria não costuma apresentar o mesmo desenvolvimento, pois no inverno ela não “vinga”. Mas ainda assim a planta germinará prontamente na seguinte estação de crescimento, ou seja, nada se perde.

A espécie Capsicum chinense possui uma variedade de morfotipos diferentes de plantas, das quais encontra-se a pimenta-de-cheiro, cujos frutos são muito apreciados tanto na culinária como para fins industriais, porém pouco se sabe sobre as características nutricionais desta espécie. Vamos nos ater na descrição desta que nos solicitou o artigo: a variedade roxa da pimenta de bode.

Pimenta de Bode Roxa Escuro – Características

Esta planta cresce tal qual um arbusto, atingindo um metro ou um pouco mais de altura. Destaque pra suas folhas de um verde escuro bem brilhante e vívido, bem como para as nervuras e manchas em seus galhos, efeito do chamado antocianina, que resulta na “rouxidão” dos galhos. As flores são lindas e brancas com manchas também arroxeadas.

A floração geralmente ocorre cerca de quatro meses após o brotar da planta e logo em seguida vem as frutinhas estriadas, que surgem verdes passando pra coloração avermelhada até atingir a maturidade roxa como a conhecemos. São frutinhas globosas com cerca de 1,5 a 2,0 cm numa média de 50 sementes. O aroma faz valer o nome também comum pimenta de cheiro pois é de fato muito consistente.

o sabor é considerado suave, de ardência baixa a moderada, entre 15.000 a 30.000 na escala scoville. Por isso é perfeita pra utilização mesmo in natura. No Brasil, é comumente associada ao tempero de peixes ou carne suína, bem como adicionada a molhos também. A pimenta de bode roxa escura é apenas uma das variedades classificadas na espécie capsicum chinenses.

Outras Pimentas de Bode Capsicum Chinense

Lembra da história que contei sobre meu amigo de cidade grande confundindo pimenta com pitanga. Então, nesse dia eu o fiz comer a pimenta de bode vermelha. Essa é outra variedade da pimenta de bode conhecida como capsicum chinense. Tem também a amarela. Ambas são amplamente cultivadas na região de Goiás, estado aliás grande produtor de pimentas no Brasil, talvez o maior produtor do país.

Tanto a amarela são praticamente idênticas as características que já mencionei da roxa acima. A planta cresce tipo arbusto também e geralmente atingem a mesma média de altura. Poucas são as diferenças em suas folhas, no tempo de amadurecimento da planta e nas formas de suas flores e frutos. Nada que deveria nos surpreender já que tratam´se apenas de variedades da mesma espécie, não é mesmo?

A pimenta de bode amarela também tem as folhas verdes bem vívidas mais com mais nervuras e suas flores são brancas com manchas esverdeadas. A frutinha vai do verde ao roxo até chegar ao amarelo quando adulta e tem o formato bem semelhante ao da roxa, talvez um pouco mais arredondada. É uma pimenta comumente armazenada em conserva na culinária nordestina brasileira e usada em diversos pratos regionais.

Já a vermelha que meu amigo comeu é a mais ardente das três. Na escala scoville, atinge mais de 50.000 em seu nível pungente. Sua planta é também tipo um arbusto mas costuma ser um pouco menor que as outras duas. E as frutinhas também costumam ser menores, entre 1,2 e 1,5 cm de diâmetro com formato muito semelhante mesmo ao da pitanga, o que reforça a confusão. Esta é reservada mais para o preparo de comidas mais fortes em sabor e aroma.

Quer Saber mais Sobre Pimentas?

Veja alguns outros cinco artigos sobre pimentas em nosso blog Mundo Ecologia que você deve apreciar:

Veja também

Nectarina Colombiana: Caracteristicas, Muda e Fotos

Olá, durante o artigo de hoje você vai conhecer a Nectarina Colombiana e suas principais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *