Home / Plantas / O Que Fazer Para O Cajueiro Dar Frutos?

O Que Fazer Para O Cajueiro Dar Frutos?

Muito ruim quando uma árvore frutífera não dá frutos, ou até frutifica, mas de maneira tardia, não é mesmo? Existem alguns motivos que levam a isso, bem como há soluções bem práticas para resolver esse problema. Uma das frutíferas que mais pode ter essa dificuldade é o cajueiro, especialmente se você acabar escolhendo um tipo que seja totalmente improdutivo.

A seguir, vamos mostrar como solucionar esse problema através de procedimentos bem simples.

Pra Começar: Quais as Principais Características De Um Cajueiro?

Árvore frutífera originária do nordeste brasileiro, o cajueiro possui dois tipos bem distintos: o comum e o anão. O tipo mais comum dessa frutífera mede entre 5 e 12 m de altura, porém, em condições favoráveis, ela pode chegar facilmente a 20 m. Já o do tipo anão não ultrapassa os 4 m.

Seu fruto é a chamada castanha de caju, cuja forma se assemelha a um rim humano. A amêndoa que fica em seu interior, quando seca e devidamente torrada, é conhecida como castanha-de-caju. Esse fruto é rico em vitaminas A, C e do complexo B, além de também ter em boas quantidades proteínas, lipídios e carboidratos.

O fruto também é rico em sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro, mas possui também zinco, magnésio e fibras. Todas elas substâncias que ajudam a diminuir os níveis de colesterol do sangue. E, por ser rico em fibras, o caju também é indicado para regular a flora intestinal.

Na questão do plantio o pé de caju se dá bem em pequenas áreas, como chácaras e até quintais de residências. O clima precisa ser quente e seco, com temperatura média de 27°C, pois assim ele se desenvolve de maneira mais adequada.

A melhor forma cultivar cajueiro é através de mudas enxertadas, já que as sementes geram, na maior parte dos casos, plantas sem uniformidade. Tais mudas podem ser adquiridas facilmente por viveiristas, mas é preciso tomar cuidado para que o estabelecimento seja credenciado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Quais as variedades de mudas mais indicadas para o plantio? Clones de CCP 76, BRS 226, CCP 09, Embrapa 51, BRS 265, BRS 274 e BRS 275 dão ótimos resultados.

Porém, digamos que você fez o plantio certo de seu cajueiro, mas ele ou não frutificou, ou está demorando nesse. O que fazer? Vamos descobrir em seguida.

Condições Ideias Para a Frutificação Do Cajueiro

Lembra-se que listamos alguns clones de cajueiro? Pois bem, é importante ficar atento para sempre adquirir alguns deles, já que existem outros tipos de mudas que florescem bem, mas não frutificam. É por isso também que não se recomenda o plantio por sementes, pois alguns tipos podem ser improdutivos, e você só descobrirá isso depois.

Fora essa questão do tipo, o cajueiro precisa de certas condições climáticas e ambientais para frutificar sem problemas. Por exemplo: é preciso evitar áreas muito quentes na época da polinização da planta. Nesse período, também não é bom que a umidade relativa do ar seja acima dos 85%.

Altitudes muito elevadas, como, por exemplo, acima dos 800 m, também prejudicam o desenvolvimento do cajueiro, bem como a deficiência de micronutrientes, ou então a baixíssima fertilidade do solo. Nesse último caso, recomenda-se uma análise profissional antes do plantio propriamente dito.

Ok, mas, além de evitar essas coisas, como potencializar a frutificação de um cajueiro?

Ações Para Uma Boa Frutificação

Um dos processos que mais auxilia no desenvolvimento de qualquer planta é a adubação. Com o cajueiro, portanto, não seria diferente. Mas, que tipo de adubo usar, então? Geralmente se recomenda o do tipo NPK 10-10-10, numa periodicidade de 3 em 3 meses mais ou menos. Só lembrando que o adubo não pode tocar nem no tronco, nem em qualquer outra parte da árvore, e sim, só ao redor para chegar às raízes.

Agora, além dessa adubação, existe uma receita caseira muito interessante e que ajuda nesse processo. Você vai precisar de dois copos de açúcar e dois copos de água. Ferva ambos, e quando a mistura esfriar, e borrife em todas as flores do seu cajueiro. E, pra quê isso? Essa mistura contendo açúcar vai atrair abelhas que farão a polinização da planta. Dessa forma, o pé de caju irá frutificar bem. Só tome cuidado para não atrair formigas a tiracolo, ok?

Existe também métodos mais rústicos para incentivar a frutificação de seu pé de caju, que é cortar pequenos galhos que estejam velhos e podres. Essa poda vai permitir com que a planta leve os seus micronutrientes para os locais certos, onde é preciso que se formem os frutos.

Quatro Caju Sobre a Mesa
Quatro Caju Sobre a Mesa

Outros fatores também ajudam bastante nessa questão, como, por exemplo, escolher o tipo de solo correto para o plantio. O cajueiro, voa de regra, gosta de todo tipo de solo, porém, os leves são os mais recomendados. A planta, inclusive, tolera bem solos mais argilosos, no entanto, é necessário que eles tenham, em contrapartida, uma drenagem muito boa.

Evite também a concorrência do cajueiro com ervas daninhas, limpando a área que serve de projeção para a copa. É igualmente importante que, no primeiro ano de plantio, você irrigue o solo a cada 15 dias com cerca de 10 litros de água, caso o local de plantio seja muito seco.

Quando O Caju Está Pronto Para Ser Colhido?

Após todos esses cuidados, você deve estar se questionando quando, de fato, o caju está pronto para ser colhido. Na verdade. Não há um tempo específico no que tange essa questão. O ideal é que a parte carnosa do fruto tenha uma textura bem firme, além do fruto em si apresentar uma coloração intensa.

Uma dica? Aproveite os períodos de clima mais ameno do dia para colher os cajus. E, para não danificar os frutos, faça uma torção bem de leve para que, dessa forma, o pêndulo se solte do ramo com certa facilidade. No entanto, caso haja resistência para ele se soltar, é porque o fruto não está maduro o suficiente para consumo, e deve esperar mais alguns dias para ser colhido.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis, e que os seus pés de caju frutifiquem e deem muitos frutos deliciosos.

Veja também

Qual a Melhor Maneira de Consumir o Gengibre?

O gengibre é totalmente saboroso, mas também possui inúmeros benefícios à saúde – não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *