Home / Plantas / Manacá-de-Jardim: Curiosidades e Fatos Interessantes

Manacá-de-Jardim: Curiosidades e Fatos Interessantes

Dentre as principais características, curiosidades e fatos interessantes acerca do Manacá-de-jardim, está o fato de ser essa uma planta repleta de simbolismos e significados místicos, como aliás não é nenhuma novidade em se tratando da flora brasileira.

Ela é a Brunfelsia uniflora, membro da família Solanaceae, uma comunidade que abriga outras espécies não menos originais que o Manacá-de-jardim, como a pimenta-dedo-de-moça, o tomate, o tabaco, a batata, entre outras espécies que comungam com ela as características de arbustos lenhosos bastante comuns na Mata Atlântica.

Nessas paragens brasileiras, em recantos onde ele desenvolve-se magnificamente, o Manacá-de-jardim também pode ser encontrado como “romeu-e-julieta”, “garetataca”, “mercúrio-vegetal”, entre outras denominações de uma árvore perenifólia, com folhas diminutas, e que são capazes de atingir até consideráveis 3m de altura e cerca de 2m de diâmetro de copa.

E todo a primavera é a mesma coisa! as suas belas inflorescências surgem em um singular azul-violeta e permanecem até o final do verão, quando então a natureza guarda os seus encantos para que na próxima primavera ela possa exibir de novo, com todo o vigor, as características de uma espécie ornamental que já foi uma das preferidas em tempos remotos em vários rincões brasileiros.

Mas o objetivo desse artigo é trazer algumas das principais curiosidades e fatos interessantes acerca do Manacá-de-jardim. Fatos e curiosidades que costumam surpreender até mesmo os que têm com essa espécie uma relação para mais de décadas.

1.O Lar da “Borboleta-do-Manacá”

Uma das principais singularidades acerca dessa espécie é o fato de ela ser o “lar” da borboleta-do-manacá”.

Mas quando se diz que ela é o lar dessas borboletas não estamos aqui fazendo nenhum exagero, pois o que se diz é que as folhas do manacá são os únicos alimentos dessa espécie; além do fato de que ela só deposita os seus ovos nela; o que configura-se como uma das principais singularidades observadas no seio dessa comunidade.

Manacá-de-Jardim

Mas também não é pra menos, pois as unidades florais do Manacá-de-jardim, em tons de azul-violeta que vão tornando-se esbranquiçados com o tempo, configuram-se como um verdadeiro espetáculo oferecido de forma totalmente gratuito na natureza.

2.Um Reflexo da Alma Feminina

Essa é outra das inúmeras curiosidades e fatos interessantes acerca do Manacá-de-jardim. Entre os apaixonados pelo exoterismo, o que se diz é que mulheres que apreciam essa espécie geralmente são mais impulsivas, otimistas, bastante generosas e com uma personalidade forte e independente.

O que se diz também é que a flor costuma atrair a atenção de mulheres apegadas à família, apreciadoras de um ambiente harmonioso, tranquilo e cercado por todo o tipo de beleza singular e incomum, como a que pode ser obtida com o cultivo dessa espécie em um jardim.

3.Uma Planta Surpreendentemente Tóxica

Sim, essa é uma curiosidade que também costuma surpreender até mesmo os que já cultivam há anos o Manacá-de-jardim.

Poucos sabem que ela possui algumas substâncias tóxicas, em especial a “solanina”, um tipo de alcaloide altamente tóxico que, ingerido, costuma causar vômitos, diarreias, náuseas, perda da coordenação motora, letargia, tremores, entre diversos outros transtornos.

Manacá-de-Jardim Tóxica

4.O “Cheiro do Passado”

Outra curiosidade acerca do Manacá-de-jardim é que, apesar de parecer uma grata novidade para um habitante do séc. XXI, no início do séc. XX ela era presença quase obrigatória em qualquer jardim ou quintal amplo, independentemente de eles estarem em uma área urbana ou no campo.

E mais que isso: consta que também era bastante comum que árvores de manacá fossem utilizadas para demarcar lotes e terrenos, como se até fora uma espécie imprestável.

Até que o progresso, com a construção de imensos empreendimentos, fizesse uma verdadeira devastação de todo e qualquer vestígio desses cercados – o que acabou fazendo com que o manacá angariasse das pessoas um carinho todo especial.

5.O “Perfume Fatal”

Poucos sabem, mas o Manacá-de-jardim está entre as espécies florais brasileiras com as fragrânciaa mais marcantes e acentuadas.

Ele é capaz de competir em pé de igualdade com outras campeãs em fragrâncias, como as rosas, gardênias, a planta-chocolate, a budleia, a lavanda, entre outras espécies que têm no aroma a sua principal arma secreta.

Manacá-de-Jardim Perfume Fatal

E tal é o poder do aroma que o Manacá-de-jardim exala, que o que se diz é que ela não pode, em hipótese alguma, ser plantado em abundância próximo de quartos de crianças ou de pessoas com distúrbios respiratórios crônicos; algo que define bem o potencial aromático de uma das espécies ornamentais mais singulares da natureza.

6.Um Primo Ilustre!

O Manacá-de-jardim possui um primo ilustre, o “Manacá-da-serra”, uma outra variedade típica da Mata Atlântica, e que é conhecido por ser a “planta-símbolo” do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

E para os que não sabem, esse é o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico, uma das mais tradicionais áreas verdes do estado, com mais de 6.500 espécies distribuídas em cerca de 54 hectares; onde também são avaliados os riscos de extinção das espécies da flora brasileira e feita a coordenação da Lista de Espécies da Flora do Brasil.

Lá competem em extravagância como o Manacá-de-jardim, o Manacá-de-cheiro, o Manacá-da-serra, além de vitórias-régias, orquídeas, palmeiras imperiais… Sem contar o fato de ser o caminho para a Floresta Tropical do Parque da Tijuca e de outros símbolos turísticos do estado do Rio de Janeiro.

7.Uma Arma de Combate!

Consta que a substância tóxica extraída do Manacá-de-jardim, e também de boa parte das espécies dessa família Solanaceae, era utilizada como uma eficiente estratégia de guerra entre os indígenas.

Solanaceae

Eles utilizavam esse veneno na ponta das suas flechas, e com isso as tornavam quase fatais ao atingir o inimigo ou mesmo a presa que seria a refeição do dia.

8.As Energias e Vibrações da Planta

Outra curiosidade e fato interessante acerca do Manacá-de-jardim nos conta que um jardim composto por essa espécie é capaz de influenciar energeticamente os campos vibracionais dos indivíduos, expandindo e contraindo a aura de forma constante, para com isso facilitar o fluxo do pensamento e das motivações.

As vibrações da planta ainda teriam o poder renovar a mente, limpá-la de pensamentos e remorsos, afastar os preconceitos, impedir os processos de autossabotagem, entre outras maneiras de fazer com que um indivíduo caminhe livre das amarras da sua própria mente limitada.

Gostou desse artigo? Deixe a resposta na forma de um comentário e continue compartilhando, questionando, discutindo, refletindo e aproveitando-se dos nossos conteúdos.

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *