Home / Plantas / Madeira Amendoim: Curiosidades, Onde Encontrar e Fotos

Madeira Amendoim: Curiosidades, Onde Encontrar e Fotos

A madeira amendoim é utilizada para diversas finalidades e é muito comum no Brasil, tanto seu cultivo quanto sua produção e utilização. É considerada uma madeira de alta qualidade. Tem alguns nomes diferenciados de acordo com a região. Alguns conhecem como amendoim-bravo, pau-de-fava, vassourinha, madeira-nova e alguns outros. Ao contrário do que o nome sugere, essa madeira não é derivada da planta que oriina o amendoim, mas recebe o nome por algumas semelhanças com a planta.

Madeira-Amendoim Onde Encontrar

A madeira amendoim vem de uma árvore chamada amendoim-bravo, seu nome cientifico é Pterogyne nitens. Essa árvore pode chegar a 15 ou 16 metros de altura, sua copa é parecida com a de outras árvores, cheias, espalhadas e com galhos para todos os lados. Seu tronco também é considerado mediano, chegando a 70 centímetros de diâmetro.

Essas arvores tendem a ser encontradas no brasil com muita facilidade. Praticamente, sua existência se estende desde o nordeste brasileiro até o sul. É possível encontrar exemplares nos estados do Piauí, Alagoas, Santa Catarina, entre outros. Há maior incidência em florestas latifoliadas, isso é, onde a vegetação contém folhas aparentemente maiores.

Curiosidades Sobre Madeira Amendoim

Um dos fatos interessantes sobre a madeira amendoim é a quantidade de nomes que ela recebe, em cada estado, é conhecida por um nome diferente. Isso nada tem a ver com seu nome cientifico. Quando a ciência categoriza os nomes, ele é um só, e deve valer cientificamente. Porém o nome comum pode mudar de acordo com a região. O mais comum entre eles, é madeira-amendoim, mas como já foi citado, há diversos como bassourinha, viraró, carne-de-vaca, etc.

Pterogyne Nitens
Pterogyne Nitens

Trata-se de uma árvore que faz parte da família das Febáceas. Uma das características dessa família são suas folhas compostas e formação de vagens. Essa é uma das arvores que dão flores. Sua floração acontece no verão e suas flores são amarelas-claro, que enchem toda a copa dessa árvore. Depois do período de floração, as flores se mantem presas a arvore por um bom tempo antes de caírem ou murcharem.

Madeira Amendoim: Utilização

O tronco dessa árvore é médio, e a madeira é considerada de boa qualidade e duração. É uma arvore ótima para reflorestamento e arborização, pois seu crescimento é rápido. Isso contribui para a comercialização da madeira amendoim.

Tronco de Madeira Amendoim
Tronco de Madeira Amendoim

A utilidade dessa madeira depois de pronta é muito variada. Pode ser usada para confecções de móveis finos, barris para armazenamento e fertilização de cachaças, utilizada na construção civil, enfim. Diversos ramos da indústria e comércio tem a madeira amendoim como matéria prima. Sua coloração pode ser avermelhada e amarronzada.

Origem do Nome Madeira Amendoim

Apesar do nome ser madeira amendoim, ela não produz amendoins, nem sequer é a planta de onde são originados. Na verdade, o amendoim é produzido por plantas herbáceas que não chegam a 1 metro, ao contrario dessa arvore que pode chegar a atingir os 15 metros.

Uma das únicas coisas em comum entre o amendoim-bravo (nome da arvore originaria da madeira amendoim) e a planta originaria do amendoim é a produção de vagens. Dentro da vagem de amendoim, é possível encontrar os amendoins depois de sua maturação. Já dentro das arvores de amendoim-bravo, encontra-se as sementes. É comum que sejam confundidos, pois a semente encontrada dentro da vagem da árvore é muito parecida com os amendoins comuns que conhecemos e consumimos.

Portanto, apesar das diferenças, o nome ‘madeira amendoim’ faz referência ao amendoim comum que consumimos.

Cultivo do Amendoim-Bravo ou Madeira de Amendoim

Como já foi mencionado, a madeira chamada Madeira de Amendoim vem da Árvore que se chama amendoim-bravo. É uma madeira resistente, de longa duração e de muitas utilidades.

O cultivo dessa árvore é indicado para uma rápida sombra ou rápidos florestamentos, pois em dois anos ela pode chegar rapidamente aos quatro metros de altura.

Cultivo do Amendoim-Bravo
Cultivo do Amendoim-Bravo
  • Plantio: Para o plantio e formação de mudas, precisa simplesmente da semente. Como a floração acontece até janeiro, a formação de vagens deve vir logo depois. Em março ou abril, já se pode colher as sementes de dentro das vagens. Essas sementes devem descansar e secar por algumas semanas. Depois desse período, já é possível identificar as sementes germinadas, e elas poderão ser plantadas.
  • Solo: O solo que receberá a semente deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica. Para isso, conte com o auxílio de compostos oferecidos em lojas de jardinagem. Uma boa mistura de terra, composto orgânico, areia e pequenas pedras podem deixar a terra muito bem drenada e rica.
  • Iluminação: No início, essa planta precisará de luz direta por algumas horas do dia, mas é preciso observar para que o sol não esteja queimando suas folhas. O local deve ser muito bem escolhido pois essa planta não aceita muito bem o replantio.

Outras Considerações

Esses detalhes já serão o suficiente para um bom crescimento e desenvolvimento do amendoim bravo. Em alguns anos já iniciará seu processo de floração e formação de vagens.
Um dos pontos a considerar é que não é uma planta que possa ser mantida em vasos. Seu rápido crescimento pedira uma transposição para outros ambientes e isso pode ser prejudicial.

Essa árvore tem uma polinização natural através do vento. A disseminação de suas sementes é muito fácil, desse modo ela se alastra pelo local onde está plantada facilmente. Por esse motivo, ela pode ser considerada por muitos agricultores como uma praga. Quando disseminada sem monitoramento, ela pode atrapalhar o desenvolvimento de grandes plantações.

Há alguns estudos que constataram que o amendoim-bravo contém propriedades que combatem a Hepatite C. Esses estudos foram elaborados logo após descobrirem que o veneno de uma cobra específica poderia combater. Para não arrisca o envenenamento para conseguir bons resultados, passaram a procurar esse resultado a partir da natureza. Através de alguns processos químicos com as folhas dessa árvore, descobriu-se que haviam duas propriedades específicas capazes de bloquear a entrada do vírus da hepatite em células humanas. A partir disso, para a ciência foram duas vantagens, pois o vírus da hepatite e o vírus da dengue pertencem a mesma família, portanto, o mesmo resultado é esperado.

Veja também

Como Cuidar de Cactos Ornamentais, Regar e Fazer Mudas?

O crescente entusiasmo atualmente observado pelo cultivo de plantas ornamentais despertou interesse em plantas exóticas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *