Home / Plantas / Lavanda Planta: Como Cuidar E Cultivar

Lavanda Planta: Como Cuidar E Cultivar

A lavanda é uma planta do gênero Lavandula que veio da família Lamiaceae, são pequenos arbustos, com uma folhagem perene, ou seja, nunca caem. Existem diversas espécies de lavanda ao redor do mundo, mas a maioria é utilizada para o fim higiênico ou também para ornamentação. Suas flores são utilizadas em arranjos florais secos, por possuir uma coloração púrpura e seus brotos terem uma fragrância suave. Utilizadas inclusive para impedir a presença de alguns parasitas e insetos.

E é sobre essa planta que iremos falar no post de hoje, mostrando mais sobre suas características, como plantar e cuidar e cultivar. Continue lendo para descobrir mais.

Características Gerais Da Lavanda

A lavanda é algo que a maioria das pessoas conhecem, mesmo que nunca tenham a visto na sua forma selvagem, direto da plantação. Ela é utilizada em muitos problemas de higiene, como perfumes, desodorantes e sabonetes, especialmente pelo aroma doce que traz um ar de limpeza. E não é algo recente, a lavanda é utilizada dessa forma pelos gregos e romanos há muitos séculos atrás. Seu próprio nome científico remete a isso, que é Lavandula que vem do latim lavare, e basicamente significa lavar.

Para termos noção de que a lavanda é muito mais do que seu cheiro, e sim do seu poder antisséptico, podemos voltar a época da Idade Média. Quando a Europa começou a sofrer com a Peste Negra, as populações usavam da lavanda em seus banhos e para lavar as suas roupas, e na maioria, elas foram poupadas da morte causada pela praga. Depois, durante as duas guerras mundiais, ela foi adotada oficialmente como o tratamento antisséptico utilizado nos soldados.

Quando nos voltamos a medicina, o óleo das flores e do caule são utilizados no combate da insônia e também possui ação antirreumática, anti-inflamatória e relaxante. Sua origem é do Mediterrâneo, e trabalham em muitas formas. No Brasil, a espécie de lavanda mais conhecida é a lavanda francesa, que é mais rústica e normalmente cultivada no sul e sudeste do país. Atualmente, os países que mais produzem lavandas são Bulgária, Alemanha, Rússia, França e Austrália.

Como Plantar, Cuidar E Cultivar a Lavanda

A primeira coisa ao determinar se você deve ou não plantar uma lavanda, é em relação ao clima no local que você mora. Elas possuem uma boa tolerância em relação as temperaturas mais altas, porém não gostam muito de lugares úmidos e frios demais. Inclusive, não aguentam geadas. Se o seu clima é favorável para o crescimento da planta, decida onde você irá plantar. Há a opção de planta-la em vasos ou até no próprio quintal.

O local precisa ter uma boa luminosidade, com luz direta do sol por pelo menos 4 horas ao dia. No restante, deve ficar em meia sombra. O solo escolhido deve ter uma boa drenagem, leve, e com o pH entre 6,5 e 7,5. Os mais escolhidos são normalmente os calcários. Como falamos anteriormente, a lavanda não gosta muito de umidade. E isso cai diretamente em relação à sua irrigação. Quando a planta está começando a se desenvolver precisa que o solo esteja sempre um pouco úmido. Depois, quando já desenvolvida, é resistente a secas e pode ser irrigada de forma mais esparsada.

Há duas formas de plantar a lavanda. A primeira é por semente, pressione-as levemente no solo e depois cubra-as com uma camada bem leve de terra peneirada. Elas podem ser semeadas tanto no local definitivo que vai ficar ou em alguma bandeja ou vaso. Quando elas cresceram o suficiente para você conseguir manusear, podem ser transportadas. A germinação da semente ocorre em um período entre duas e seis semanas.

A outra forma de propagação é por estaquia. Nesse caso os ramos são cortados com um tamanho de 10 centímetros de comprimento, então retira as folhas de sua parte inferior, que é onde ficará enterrada. O solo também deve ser levemente úmido, se não pode acabar apodrecendo os ramos. O espaçamento em ambos os casos é importante, e deve ser entre 30 e 90 centímetros. Nos vasos, eles precisam ter pelo menos 30 centímetros de diâmetro e 30 centímetros de profundidade.

Borboleta Pousando Em Uma Lavanda
Borboleta Pousando Em Uma Lavanda

Quando chega a hora da colheita, as flores devem ser pegas logo assim que abrem, cortando praticamente todo o ramo. As folhas, só são colhidas quando necessário. O óleo essencial de lavanda é normalmente retirado das flores recém colhidas. O crescimento é devagar, e na primeira floração é bem menor que a segunda. Sua produção pode durar por em torno dez anos.

Alguns Cuidados E Dicas Com a Lavanda

  • Tente manter sempre sua lavanda sozinha, nunca com outras plantas no vaso, ou em caso de plantada direto no solo, perto de outras. Quando isso ocorre, há uma maior competição por nutrientes.
  • O primeiro ano de floração é o mais fraco, a partir do segundo ele começa a ser mais abundante. Então continue cuidando bem e não desista.
  • A melhor época para realizar a colheita das flores é no outono, apesar de poder ser feita em qualquer período do ano.
  • Os chamados ramos floríferos (dão flores) precisam ser cortados logo acima da bifurcação que fica mais embaixo.
  • Fique atento e sempre que houver galhos secos ou mais velhos, pode cortar. Eles normalmente ficam logo abaixo da touceira.
  • Para conseguir aumentar a massa vegetal, você pode cortar as flores antes mesmo que elas abram. Sendo assim, a planta se vê obrigada a soltar mais ramos verde, fazendo com que a próxima floração seja maior.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender e aprender um pouco mais sobre a lavanda, suas características gerais, como cuidar e cultivar. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre lavandas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Curiosidades Sobre a Ameixa e Fatos Interessantes

A ameixa é um membro da família das rosas e é um parente próximo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *