Home / Plantas / Frutas Que Começam Com a Letra L: Nomes e Características

Frutas Que Começam Com a Letra L: Nomes e Características

Frutas são sinônimos de saúde, vigor, nutrição e bem-estar. E entre essas frutas que, curiosamente, começam com a letra L, estão algumas das mais exuberantes fontes de vitamina C da natureza, como a laranja, a lima e o limão, por exemplo; verdadeiras fontes dessa substância descrita como um dos mais poderosos antioxidantes naturais.

E o objetivo desse artigo é justamente fazer uma lista com algumas dessas frutas que, como curiosidade, começam com a letra L.

Um grupo que abriga figuras bastante conhecidas, mas também algumas surpresas; entidades verdadeiramente exóticas, com os seus respectivos nomes, características, origens, entre outras peculiaridades.

1.Laranja

Essa aqui já é por demais conhecida. Talvez seja a fruta mais popular do Brasil. Mas sem dúvida é uma das mais requisitadas quando o assunto são alimentos revigorantes e abundantes em vitamina C.

É a laranja! Ou Citrus sinensis (seu nome científico). Um membro da família Rutaceae, com características de uma espécie híbrida e provavelmente resultante da união entre a tangerina (Citrus reticulata) e o pomelo (Citrus maxima).

Desde a Antiguidade a laranja é prestigiada devido ao seu incrível potencial revigorante. Sem contar o fato de ela ser saborosíssima, com a sua característica levemente (ou extremamente) ácida, adocicada e adstringente.

Citrus reticulata

E dentre as suas principais propriedades, podemos destacar os seus altos níveis de vitamina C, betacaroteno, potássio, folato, tiamina, vitamina E, entre outras substâncias tão ou mais benéficas para o organismo.

2.Limão

Aqui está outra unanimidade. O limão! Outra exuberância em vitamina C, cientificamente descrita como Citrus limonum, caracterizada como uma árvore diminuta, com folhagem perene, e oriunda, provavelmente, do Sudeste Asiático – como outro membro ilustre dessa ilustre família Rutaceae.

No Brasil, podemos encontrar essa espécie em variedades bastante originais, como o “limão-galego”, o “limão-siciliano”, o limão-taiti”, “limão-lisboa”, “limão-verno”, entre diversas outras incontáveis variedades.

E dentre as principais características do limão, podemos ressaltar as maravilhas produzidas por alguns dos seus componentes, como a “naringenina” e o “limoneno”, por exemplo. Substâncias capazes de ajudar, entre outra coisas, a prevenir a obesidade e a síndrome metabólica, de acordo com um estudo publicado na revista American Diabetes Association.

3.Lima

A lima é o fruto da limeira. Em algumas partes do Brasil ela também é conhecida como bergamota, irma, lima-doce, lima-da-pérsia, entre outras denominações desse outro membro da família Rutaceae e do gênero Citrus.

A lima possui um tamanho que oscila entre o de um limão e o de uma laranja. Possui um sabor levemente amargo (ou característico, como querem alguns); e ainda com uma poupa amarelo-esverdeada, diâmetro entre 3 e 5 cm, entre outras características.

Fruta Lima

Dentre os principais benefícios da lima, chamam a atenção as suas quantidades generosas de vitaminas A, B e C; além de fósforo, cálcio, magnésio, potássio e propriedades antibióticas – nesse último caso, os glicosídeos, que atuam eficazmente no combate aos mais diversos tipos de bactérias.

4.Lichia

Entre as frutas que começam com a letra L, temos essa espécie típica dos ecossistemas florestais do sul da China, e que de lá espalhou-se para um sem-número de regiões da Ásia, África, América e Oceania – desconhecida apenas (como aliás já é bastante comum) no distante e insondável continente da Antártida.

A lichia, ou Litchi chinensis, é um membro da família Sapindaceae, que abriga, entre diversos outros membros ilustres, o famoso guaraná.

Mas ela, a lichia, chama a atenção mesmo é pela sua variedade de usos, entre os quais, para a preparação de doces, compotas, sucos, geleias, sorvetes, etc.

Ou mesmo para ser saboreada in natura, de forma a que você possa aproveitar-se ainda mais da sua exuberância de vitamina C; além do potencial dos seus aminoácidos e de outros agentes antioxidantes, que atuam na prevenção da oxidação das células e de outros danos ao organismo.

5.Longan

Dentre as espécies de frutas que começam com a letra L, as longans (ou longanas) estão, sem dúvida, entre as mais exóticas.

Ela é a Dimocarpus longan, uma fruta originária da Ásia Oriental, bastante similar às nossas pitombas, com um exterior entre o marrom e o castanho claro e um interior gelatinoso – e ainda com uma semente escura no centro.

O curioso sobre essa fruta é o fato de ela prestar-se bem aos mais diversos e improváveis usos. Ela pode ser utilizada para a preparação de doces ou salgados; como um ingrediente para sopas, caldos, doces, sobremesas, sucos, compotas, geleias, entre outras iguarias saborosíssimas.

Fruta Longan

E como se não bastassem tamanhos predicados, sabe-se que as longans também são bastante apreciadas pela medicina tradicional chinesa. Nela, a fruta é conhecida como Long Yan Rou, geralmente utilizada a partir dos seus extratos secos, como um tônico revigorante, ou mesmo para o combate a insônia, ansiedade, distúrbios da memória, entre outros transtornos psicológicos.

6.Langsat

A Langsat, também conhecida em diversas paragens asiáticas como Duku, é outra dessas frutas bastante utilizadas por suas propriedades farmacológicas e medicinais, especialmente aquelas que atuam para a saúde dos ossos e pele, para a preservação da imunidade, fortalecimento do sistema ósseo, absorção de fibras, entre outros benefícios.

Aparentemente, elas podem ser confundidas com as longans, especialmente pelo fato de ter um tamanho diminuto, exterior castanho-claro e interior meio gelatinoso.

Mas elas diferenciam-se mesmo é no sabor, sendo a langsat mais facilmente confundida com a toronja, muito por conta do seu sabor levemente ácido e bastante característico.

7.Lúcuma

Essa é uma fruta mais facilmente encontrada nas exóticas e indescritíveis regiões montanhosas do Equador, Peru e Bolívia; porém hoje bastante comum em diversas regiões ao longo da Cordilheira dos Andes, que acabou conquistando muito em função das qualidades do seu fruto e da sua madeira.

A Lúcuma, ou Pouteria lucuma, é uma árvore membro da comunidade das Sapotaceaes, que produz frutas que se prestam bem ao preparo de sorvetes, compotas, geleias e outras sobremesas.

Fruta Lúcuma

Já com relação às suas principais características, destaca-se o seu exterior verde e bastante reluzente quando ainda imaturo, e mais desbotado quando os frutos já estão maduros; e ainda com cerca de 12 a 16 cm de comprimento, entre 180 e 200 gramas de peso e uma polpa meio alaranjada.

Mas talvez a maior singularidade dessa espécie seja a sua capacidade de produzir uma farinha extremamente nutritiva e com um sabor adocicado não menos característico. E essa farinha é o resultado das suas grandes quantidades de amido, que após a secagem da polpa pode ser conservada por ainda um bom tempo.

8.Lulo

Essa é outra dessas frutas que começam com a letra L. O seu nome científico é Solanum quitoense Lam., também conhecida como “guinde” e naranjilla”.

A fruta pertence à comunidade das Solanaceaes, e tem como origem as florestas das regiões andinas da Bolívia, Equador, Colômbia, Peru, Costa Rica, Panamá, Honduras – e mais recentemente o Brasil.

Dentre as principais características dessa fruta, podemos destacar a altura média da sua árvore, que oscila entre 1 e 2,5 m, além de possuir caules robustos, um conjunto de espinhos no tronco, folhas simples e alternadas, flores arroxeadas e uma fragrância bastante característica.

Os frutos dessa espécie são a própria encarnação de toda a exoticidade que pode ser encontrada na natureza, com um exterior em um belíssimo tom de laranja e um interior esverdeado, que lhes conferem um aspecto não comparado ao de nenhuma espécie conhecida.

Dentre as suas principais propriedades, destacam-se as grandes quantidades de vitamina C, aminoácidos, carboidratos, ferro, cálcio, proteínas, fibras, tiamina, niacina, riboflavina, entre outras substâncias que fazem dessa fruta uma verdadeira refeição natural.

Gostou desse artigo? Responda-nos por meio de um comentário, logo abaixo. E continue compartilhando os nossos conteúdos.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *