Home / Plantas / Framboesa Silvestre: Características, Nome Científico E Fotos

Framboesa Silvestre: Características, Nome Científico E Fotos

A framboesa silvestre é uma fruta nativa brasileira, apesar de não ser tão comum de ser encontrada em mercados, feiras, sacolões, entre outros. Essa fruta é muito utilizada em diversos produtos diferentes. Portanto ela pode ser encontrada em sucos, sorvetes, geleias, vitaminas, e o fruto também pode ser consumido in natura.

O que mais chama atenção nesse fruto é seu sabor. Não é nem tão doce, nem tão azedo, sendo uma mistura perfeita de sensações ao nosso paladar. É uma fruta doce atrativa com sabor singular. Vamos conhecer melhor.

Características Framboesa Silvestre

A framboesa é uma planta que cresce e se desenvolve em arbustos. Pode atingir mais de 1 metro de altura. Seus frutos são avermelhadas, roxos, ou pretos. As raízes da framboeseira são superficiais, elas se propagam e podem fazer com que novos arbustos se desenvolvam. Por isso, a framboeseira é considerada uma planta invasiva e de crescimento muito rápido. Suas folhas são desenhadas, numa coloração verde claro. É uma planta semi-lenhosa, ou seja, é amadeirado e duro. O nome científico dela é Rubus Rosifolius.

Em muitos casos essa fruta é confundida com outra fruta chamada Moranguinho Silvestre, o que é errado. Isso porque é muito fácil distinguir uma da outra. Ao colher o Moranguinho Silvestre, é possível analisar que ele é todo preenchido, mas ao colher uma framboesa silvestre, pode-se identificar um espaço oco por dentro da fruta. O mesmo acontece com amoras, a identificação e diferenciação é feita pela observação do buraco dentro do fruto. Isso se tratando de uma diferenciação visual, pois, como já citado, o sabor da framboesa é inconfundível.

Uma das características mais marcantes da planta é que por toda o seu caule e ramos existem espinhos, muitos acham que são até parecidas com roseiras. Aliás, essa planta pertence a mesma família das roseiras. Esses espinhos podem causar danos, por isso é sempre recomendado uso de proteção ao manusear uma planta dessas.

Receitas Com Framboesa

A framboesa é uma fruta muito utilizada na culinária, existem diversos tipos de receitas diferentes com uso da doença como principal sabor. Seu sabor exótico pode ser um bom contraste com ativos doces e também um diferencial em sabores mais neutros.

É possível encontrar diversos tipos de doces, saladas, sorvetes, mousses, merengues ou tortas, com a framboesa dando o seu toque especial.

Uma dica especial para quem gosta da framboesa e utiliza para diversos fins é armazena-la no congelador ou freezer. Isso vai manter a fruta por mais tempo sem estragar, e, em caso de sobremesas frias, será muito mais prático. Vamos aprender agora duas receitas diferentes com o sabor da framboesa.

Mousse de Framboesa

Ingredientes:

  • 600g de Framboesa
  • 20 ml de água
  • 1 caixa de leite condensado
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 gelatina sem sabor

Modo de Fazer

  • bata o 600 g de framboesa com os 20 ml de água por 10 minutos no liquidificador. Espere até que a mistura fique homogênea e que forme uma espessura semelhante a um purê.
  • reserve metade desse purê e esquente juntando a gelatina até que ela se dissolva e a mistura fique homogênea novamente.
  • no liquidificador acrescente uma lata de leite condensado, a lata de creme de leite, a metade do purê com gelatina e a metade do purê sem gelatina.
  • bata todos os ingredientes até que consiga uma mistura homogênea e firme.
  • transfira os ingredientes para recipientes e reserve na geladeira por cerca de 2 horas. Então, o mousse estará pronto para servido.

Pavê de Framboesa

Ingredientes:

  • 400g de framboesa
  • 2 latas de creme de leite fresco ou sem soro
  • 1 lata de leite condensado
  • 20 unidades de biscoito maisena ou champagne
  • 130g de chocolate meio amargo
  • 50g de chocolate ao leite
    Pavê de Framboesa
    Pavê de Framboesa

Modo de Preparo:

  • bata no liquidificador as framboesas, a lata de leite condensado, e um creme de leite sem soro.
  • em uma forma refratária despeje uma camada dessa mistura e adicione os biscoitos por cima, siga esse padrão até que se acabem os biscoitos e a mistura de framboesa.
  • derreta o chocolate em banho-maria e adicione o creme de leite, sempre mexendo para fazer um ganache.
  • despeje o ganache por cima do pavê, reserve na geladeira por cerca de 3 horas, decore como preferir. Depois disso, está pronto para servir!

Simples, não é? Além dessas receitas, você pode utilizar a framboesa silvestre para receitas corriqueiras. Uma vitamina simples, sucos, gelatinas, etc. Use a criatividade e o sabor específico que só essa fruta tem.

Framboesa Silvestre No Quintal

É possível ter o seu próprio pé de framboesa no seu quintal! Isso mesmo, a Framboeseira é uma planta que se adapta muito bem a diversos ambientes, diversos climas e diversos solos. É uma planta que precisa de cuidados práticos e simples. Para o cultivo, você precisa simplesmente de um lugar iluminado, um solo aerado e bem drenado e um bom espaço para o crescimento da sua planta. Entenda melhor:

Primeiramente, escolha um bom local para o plantio da Framboeseira. Entenda que ela pore tomar muito espaço e precisa de muita luz podendo tomar sol por até 5 horas por dia.
Prepare um substrato rico em adubação com matéria orgânica, uma mistura de areia e terra também são ótimos para a drenagem. Depois de preparado pode inserir sua muda, semente ou estaca de framboeseira.

Observe a planta semanalmente, assim poderá identificar sempre que a planta precisar de água, ofereça uma rega moderada, nunca a deixando encharcada. O crescimento da Framboeseira é muito simples. Ela não é uma planta tão dependente. Porém o acompanhamento faz com que ela de muito mais frutos.
Por exemplo, uma framboeseira pode nascer a partir de uma semente lançada por acaso, por animais, vento ou outro fator. Nesse caso, essa planta se desenvolverá muito bem, porém sem substratos, sem rega supervisionada ou poda, ela produzirá muito menos do que uma planta com esses cuidados.

Assim que sua planta estiver cheia de frutos, realize a colheita. Lembre-se sempre de utilizar luvas ou proteções contra os espinhos dessa planta. Após a colheita, utilize uma tesoura de jardinagem para efetuar uma poda de limpeza. Essa poda também deve incluir os ramos que já frutificaram, pois eles não voltarão a frutificar mais.

Lembre-se de manter um difícil acesso dessa planta para crianças ou animais, seus espinhos podem machucar.

Veja também

Qual Planta Serve Para Inflamação?

As plantas são usadas, desde muito tempo atrás, para curar diversos problemas de saúde. Assim, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *