Home / Plantas / Flor Masculina e Feminina da Melancia

Flor Masculina e Feminina da Melancia

A popular melancia é de origem africana. A botânica a descreve como uma planta monoica, ou seja que contém dentro de suas estruturas flor masculina e flor feminina em lugares diferentes da planta.

Características da Melancia

O nome científico da melancia é Citrullus Lanatus, em botânica também Citrullus vulgaris, é uma planta hortícola, ou seja de fácil cultivo,que podem ser cultivados em hortas de pequenos espaços, em varandas, terraços e jardins. O termo hortícola inclui verduras, legumes, raízes, bulbos, hortaliças e frutos.

É uma planta herbácea, ou seja possui caule rasteiro,  longo, de gavinhas ramificadas, flexível, coberto de pelos,  não lenhoso e macio, com características de trepadeira (cresce horizontalmente se amparadas por suporte) que chegam a 5 mts. de comprimento, apresentando folhas recortadas e dividida em lobos, ao longo de toda sua extensão.

Melancieiras pertencem a família Cucurbitaceae oriunda da Índia, cujos indivíduos caracteristicamente herbáceos morrem após sua reprodução. Esta família botânica inclui: o pepino, o melão, a abobrinha e a abóbora, todos compatíveis com esta definição.

Melancia – Reprodução

A fim de desenvolver um bom banco de sementes, recomenda-se levando em consideração o tamanho do espaço físico, cultivar variedades de diferentes indivíduos da família Cucurbitaceae dentro do mesmo campo, a maior quantidade permissível no espaço.

Para uma boa produção de sementes que beneficie uma boa diversidade genética é recomendável cultivar no mínimo 6 plantas de cada variedade. O ideal é cultivar uma dúzia ou mais ou melhor ainda uma vintena se o espaço da horta o permitir.

As sementes de melancia estão distribuídas internamente por toda a polpa, e devem ser extraídas manualmente, ou cuspidas em pequenas tigelas, enquanto são saboreadas, na sequencia devem ser lavadas e colocadas para secar, podem conservar faculdade germinativa por até 10 anos.

O solo deve ser bem preparado antecipadamente para receber a plantação de melancia, a fim de que apresente pH compatível, boa drenagem e nutrição, profundidade de adubação e temperatura ideal para produção das plantas.

Ela pode ser auto fecundada, caso em que sua flor feminina é fertilizada por pólen masculino da mesma flor. Entretanto as fecundações cruzadas são mais frequentes: a flor feminina é fertilizada por pólen vindo de diferentes plantas da mesma variedade ou de outra variedade.

O principal polinizador das melancias são as abelhas. Estrategicamente alguns produtores de sementes disseminam colmeias de abelhas ao redor de seus campos de melancias a fim de maximizar e potencializar este processo.

Flor Masculina e Feminina da Melancia e a Polinização Manual

As suas flores são pequenas, amareladas e isoladas da estrutura da planta, podendo ser masculinas, femininas ou monoicas, todas presentes na mesma planta.

Em hortas com variedades de cultivares de melancias, utiliza-se a mesma técnica de fecundação utilizada nos campos de abóbora.

A técnica consiste em fechar durante a noite as extremidades das flores femininas e masculinos que se abrirão na manhã seguinte com uma fita de baixa aderência (crepe), na proporção de dois machos para cada fêmea.

Na manhã seguinte, antes do nascer do sol, pois o o sol esquenta e fermenta o pólen, tornando-o inviável para fecundação, colhe-se as flores masculinas, desata-se a fita, e retira-se suas pétalas. Em seguida retira-se cirúrgica e cuidadosamente a fita das flores femininas, caso uma flor feminina não abrir-se depois de liberada da fita, significa que ainda não está madura, deve ser descartada do processo.

A polinização é feita cobrindo-se o estigma da flor feminina com o pólen da flor masculina, por isso recomenda-se a proporção de dois machos por uma fêmea, pois algumas flores masculinas apresentam pouca quantidade de pólen.

Deve-se ficar atento a presença de abelhas durante o processo, caso surjam o processo deve ser descontinuado, por causa da intrusão de pólen estranho. Ao final do procedimento deve-se fechar cuidadosamente a flor feminina, envolvendo-a novamente com a fita.

Ao final do procedimento fixe uma ligadura horticola ao redor do pedúnculo da flor polinizada manualmente, a fim de que seja identificada na colheita, como  fruto  polinizado manualmente. Cuide que esta ligadura seja colocado frouxa o suficiente para não prejudicar o desenvolvimento do pedúnculo.

Polinização manual tem êxito de fecundação em torno de 60 %, em condições favoráveis. Em variedades precoces o índice de êxito é alto na primeira floração de femininas. Em variedades tardias, as flores femininas da primeira floração fecundadas, costumam abortar e o recomendado é aguardar a segunda floração.

Melancia – Híbridos

Em função de condições desfavoráveis de clima e exploração, diversas doenças afetam as plantações de melancias, limitando sua produtividade, principalmente em culturas de baixo nível tecnológico, que apresentam medidas de controle inadequadas.

Tais condições pavimentaram a corrida em busca de alternativas que diminuíssem os prejuízos da lavoura, e uma das alternativas tem ganhado espaços no universo agrícola, os transgênicos.

Descobertas continuas, resultados das várias combinações possíveis em busca da variedade perfeita, que atendesse as necessidades de um mercado que gera uma fonte de recursos estimados em mais de 7 bilhões de dólares por ano, substituiu espécies conhecidas por híbridos dos mais estranhos, melancia de polpa amarela ou branca, com formato oval ou quadrada, com ou sem semente.

Melancia Híbrida sem Sementes
Melancia Híbrida sem Sementes

A introdução de novos genes, resultado dos muitos cruzamentos, equiparam produtores para lidar com pragas do solo, patógenos me condições ambientais adversas. Melancias são susceptíveis a várias doenças causadas, principalmente, por fungos, bactérias, vírus e nematoides.

A disseminação de informações técnicas de manejo adequado destas condições desfavoráveis requer muitas medidas preventivas e métodos que diminuam sua incidência e dano. As estratégia de controle demandam diagnóstico correto que são disponibilizados através da descrição das principais doenças e distúrbios fisiológicos, suas causas, profilaxia e como combater.

Melancia Transgênica

Muitos dos alimentos que consumimos hoje, são transgênicos, frutos de manipulação genética para que se tornem mais vistosos, saborosos, resistentes a pragas, e altamente produtivos o ano inteiro. Transformações que, por um lado, possibilitam melhor aproveitamento do alimento, e por outra valorizam o alimento, gerando maiores lucros.

Cruzamentos entre variedades diploides (22 cromossomos) e tetraploides (44 cromossomos) ocorrem desde a década de 30, eram cruzamentos que perseguiam o desenvolvimento de uma fruta mais nutritiva e sem semente, que lograram êxito no início dos anos 2000, quando finalmente disponibilizaram para o mercado uma nova variedade híbrida de melancia sem semente, uma geração triploide, resultado dos constantes cruzamentos mencionados.

Gostou deste artigo. Utilize o espaço reservado para comentários e manifeste suas críticas e sugestões para uma melhor publicação.

By [email protected]

Veja também

Chá De Hibisco Com Canela

Chá De Hibisco Com Canela, Limão E Gengibre: Qual O Melhor?

Os chás, em geral, possuem inúmeras benefícios para a nossa saúde, em especial, aqueles que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *