Home / Plantas / Curiosidades Sobre a Alfazema e Fatos Interessantes da Planta

Curiosidades Sobre a Alfazema e Fatos Interessantes da Planta

As plantas, as flores e as árvores existem há milhares de anos, e estão aqui no nosso planeta Terra, antes mesmo dos primeiros Homo sapiens começarem a existir.

Desde sempre, as plantas exercem grande influência e possui extrema importância para a nossa sobrevivência. Elas são responsáveis por filtrar o ar, fornece ventos, servir como proteção, entre outros.

Há muito tempo atrás, as plantas e as flores também começaram a ser usadas como uma forma de medicina, auxiliando na criação de remédios, chás, sucos e pomadas.

Por isso, é muito importante que a gente consiga preservar as nossas plantas e flores, pois delas, conseguimos tirar diversos benefícios.

Algumas plantas servem até mesmo para a criação de tônicos capilares, ou como mistura para auxiliar no cuidado da pele, ou ainda apenas como decoração para as nossas casas, e como uma forma de manter o ambiente bonito e com um odor agradável.

E hoje, iremos conhecer a alfazema, também conhecida como lavanda, e você irá saber tudo sobre a sua história, suas curiosidades e também sobre os fatos interessantes dessa planta.

História

A alfazema, também conhecida como lavanda, é uma planta que tem como origem regiões da Ásia.

De acordo com alguns pesquisadores e historiadores, a alfazema foi batizada pelos povos gregos com um nome de “nardus”, que significaria uma referência a sua provável cidade de origem chamada Naarda, que fica na Síria, próxima ao Rio Eufrates.

O uso e cultivo da planta possui referência e documentos com citações a ela de 2500 anos atrás. Há muito tempo atrás, a essência da alfazema, era muito utilizada para fornecer odores agradáveis aos mortos mumificados dos fenícios, persas e egípcios.

A primeira vez em que a cultura da alfazema foi registrada, foi pelos egípcios antigos, e a partir dela, era produzido óleos que seriam usados na pele de mortos e também vivos.

Alguns anos mais tarde, a fama da alfazema se espalhou por toda a Europa, e ela é responsável pelo início do desenvolvimento e também expansão da cosmética e perfumaria.

É uma planta muito conhecida em Portugal, e inclusive, em locais como no centro e na parte sul do país, a alfazema cresce de forma espontânea, e alguns exemplares também podem ser encontrados nas Madeiras selvagens do país.

Hoje em dia, os benefícios dessa planta são tão grandes, que na aromaterapia, a alfazema é considerada um óleo básico, mas essencial, para basicamente todos os tratamentos.

Características

A alfazema pertence ao gênero Lavandula, e da família Lamiaceae. Elas são conhecidas por serem pequenos arbustos, e também perenes, e as anuais e subarbustos também são incluídos.

A partir das flores de lavanda, são feitos alguns arranjos secos. Com suas flores de cor púrpura, e com brotos de odor suave e agradável, elas também são utilizadas para fazer pot-pourris, que deixam o ambiente com odor agradável e espanta parasitas e insetos.

Na área comercial, a alfazema é utilizada para ser feita a extração do seu óleo, e então usada como antissépticos, nas aromaterapias e também na indústria de cosméticos.

A alfazema pode ser usada também como um produto terapêutico, mas em casos de necessidade de infusão, a quantidade deve ser baixa, pois em grandes quantidades, pode causar excitação tóxica.

Para a criação de mel, é utilizado as flores e o néctar da alfazema. Por possui um néctar abundante, o mel de alfazema possui uma qualidade muito grande, e sua produção se iniciou em regiões próximas do Mediterrâneo.

O mel de alfazema virou um produto muito conhecido mundialmente por possuir uma qualidade extremamente boa e confiável.

Curiosidades e Fatos Interessantes

Algumas curiosidades que podemos apontar sobre a alfazema são:

Nome: “lavender” foi designada por povos romanos, que possuíam um hábito de esmagar flores e também plantas e colocar na água dos banhos. Os ramos das flores também eram utilizados, mas eram colocados em armários para aromatizar as roupas.

Óleo: durante o período renascentista, o óleo essencial da alfazema era muito utilizado como diluente de tintas pelos pintores.

Sobre a Alfazema

Reis e rainhas: na França, o rei Carlos VI, colocava alfazemas em suas almofadas. A rainha da Inglaterra, Elisabete I, gostava de ter arranjos de alfazemas na mesa real e exigia que lhe trouxesse um ramo fresco todos os dias. O rei Luís XVI tomava banho com água perfumada de alfazema, e a rainha Victoria usava como desodorante corporal, enquanto a rainha Elisabete I e II sempre compravam produtos da Yardley a Co, que era uma associação de alfazema.

Guerras: os romanos, e também durante a Segunda Guerra mundial, a alfazema era utilizada para auxiliar na cicatrização de queimaduras e feridas, por possuir propriedades medicinais.

Como Plantar e Cultivar

Para a plantação da alfazema é muito importante que algumas instruções sejam seguidas.

Para começar, a alfazema consegue ser muito tolerante e adaptável a temperaturas diferentes, no entanto, locais muito frios ou úmidos não são os mais recomendáveis.

Durante o dia a dia, a alfazema irá necessitar de luz direta do sol por pelo menos alguns minutos, para que ela possa se desenvolver de forma saudável e sem complicações.

O solo para a plantação da alfazema precisa ser muito bem drenado, com fertilidade média, leve, e com um pH entre 6,5 até 7,5. Os solos calcários são os mais indiciados.

Quando falamos sobre a irrigação, é importante lembrar que a alfazema é muito sensível a água em excesso. Durante o estágio inicial do crescimento, é importante que o solo permaneça levemente úmido.

Quando a alfazema atinge um estágio bem desenvolvido, ela consegue ser mais tolerante a períodos de secas e a irrigação pode acontecer em quantidade menores.

Agora que você já sabe como são as condições ideais para a plantação e cultivo, você pode escolher se irá plantar a alfazema através de sementes ou estaquia.

Se for através de sementes, as mesmas podem ser colocadas direto no solo ou vaso, e após duas a seis semanas elas começam a germinar. Se for por estaquia, os ramos deverão ser cortados com 10 cm de comprimento.

E você, já possui ou gostaria de possuir uma alfazema para chamar de sua? Deixe nos comentários o que você achou!

Veja também

Para Que Serve o Extrato da Soja? Produtos Derivados da Soja

A soja é uma leguminosa como feijão, grão de bico ou lentilha, mas não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *