Home / Plantas / Como Fazer Enxerto de Romã por Estaquia? Qual a Melhor Forma?

Como Fazer Enxerto de Romã por Estaquia? Qual a Melhor Forma?

Plantar romãzeiras é algo bem menos complicado do que se pensa. Entre as muitas técnicas para se plantar esse arbusto, um dos mais eficazes é através da estaquia. A seguir, vamos mostrar como fazer enxerto dessa fruta através desse método, além de mostrar dicas extras nesse processo para esse tipo de cultivo seja o mais bem sucedido possível.

Estaquia de Romã: Primeiros Passos

Para fazer um enxerto de romãs através de estaquia, o mais recomendado é usar uma estaca da planta que seja suficientemente fina. Essa estaca também precisa ser sadia e bastante vigorosa, pois assim a planta irá enraizar com mais facilidade. Ou seja, ele precisa estar em crescimento vegetativo. Em seguida, pegue uma tesoura esterilizada, e corte cerca de 20 cm dessa estaca. Vá  cortando todas as folhas dela, até sobrar apenas duas na extremidade de cima. Pra essas duas folhas que obraram, você vai cortá-las ao meio.

Caso não vá realizar o plantio da estaca no momento em que ela for cortada, você precisa dar um jeito de evitar que ela fique desidratada. Pra isso, basta pegar uma garrafa pet, colocar água até menos da metade, e pôr a estaca lá dentro.  Em caso de demorar muito para a realização do procedimento de estaquia, a dica é conservar essa estaca na garrafa dentro da geladeira. Só evite de passar muito tempo sem plantar essa estaca (no máximo, uma semana está de bom tamanho).

Quando for realizar o plantio, pegue um recipiente com areia limpa, que não tenha pedras, nem outro tipo de detrito que venha a prejudicar o desenvolvimento radicular da estaca. Antes de fazer o estaquiamento propriamente dito, é preciso umedecer a areia. É fundamental também usar uma haste de madeira ou de qualquer outro material, pois ela vai servir para perfurar a areai onde as estacas ficarão. Caso julgue necessário, você pode usar um pouco de Ácido Indol Butírico de 6000 ppm.

Depois é pegar a haste e fazer furos na areia para facilitar a introdução da estaca de romã. Dessa forma, o hormônio enraizador vai ficar no caule, e influenciar diretamente na enraizamento. Os furos podem ser uns próximos dos outros, sem problema, pois assim que as estacas estiverem enraizando, elas podem ser transplantadas para um recipiente único.

Estaquia de Romã: Realizando o Plantio das Estacas

Após as perfurações feitas na areia, o próximo passo é pegar a estaca (ou estacas) que foi cortada anteriormente, colocar a parte das raízes no Ácido Indol Butírico, tirando o excesso depois, e em seguida colocar no furo feito na areia.

O procedimento seguinte é colocar esse “berçário” em uma espécie de estufa, que pode ser feita de maneira artesanal com uma garrafa pet, preferencialmente uma que seja de 2 litros ou mais, já que isso vai acomodar um número maior de estacas. Corta-se a parte de baixo da garrafa, e cobre-se as estacas.

Estaquia de Romã Plantio das Estacas

Depois de uns 60 dias, já dá pra ter um bom resultado de enraizamento de suas romãzeiras, podendo plantá-las em definitivos em vasos maiores, ou diretamente em seus jardins e pomares. Depois é só cuidar de uma romãzeira normalmente, e usar futuramente essas mesmas plantas para cultivarem outros pés de romã através de estaquia.

Vantagens de Fazer Estaquia em Romã

Quando um pé de romã está vistoso e dando frutos, podemos dizer que essa planta “vingou”. E se ela está saudável e dando frutos, simplesmente pode propagar ainda mais plantas que nem ela. A partir do momento em que se faz estaquia com estacas de uma romãzeira grande e saudável, o material genético dela será “passado adiante”, e os próximos arbustos crescerão bem mais rápido.

A vantagem também é que você pode retirar não apenas um, mas vários galhos para poder ter vários pés de romã feitos a partir de um só. Até mesmo porque, o sucesso de enraizamento por esse método, mesmo sendo muito bom, não é 100%. mesmo assim, o aproveitamento é de cerca de 70%, o que já é um número considerável.

Dicas Finais

É importante que todo o material usado no processo de estaquia esteja devidamente limpo. A tesoura para fazer os cortes, por exemplo, precisa estar devidamente esterilizada. A garrafa pet que será usada de estufa também precisa estar limpa por dentro. E, a própria areia do plantio, como recomendado anteriormente, não pode ter detritos.

Outra dica é que não se deve pegar qualquer galho fino do arbusto para fazer a estaquia. Aqueles que dão maiores resultados são justam,ente os que se encontram bem próximos das raízes. São as partes ideias para se fazer a propagação.

O indicado é deixar o mínimo de folhas possível na estaca, pois quanto mais folhas, mas a estaca irá puxar energia da planta, dificultando ainda mais o seu enraizamento. Dessa forma, haverá o mínimo de evaporação possível da água que irá nutrir a futura romãzeira. Ao mesmo tempo, é preciso deixar, pelo menos, 2 folhas, pois são elas as responsáveis pela produção de substâncias que também irão ajudar no crescimento das próprias raízes.

Você pode trocar a areia mencionada nos procedimentos anteriores por um substrato que seja misturado com vermiculita, pois essa mistura serve, entre outras coisas, para hidratar a estaca, auxiliando em seu desenvolvimento nos dias seguintes. Dica: use 70% de húmus de minhoca com 30% de vermiculita.

Lembre-se também que ao plantar essa estaca na terra, cerca de 1/3 dela precisa ficar enterrado, pois, casos contrários, a romãzeira não terá muitas chances de sobreviver. Ressaltando que as regas para essas mudas são regas normais, tentando deixar a terra sempre úmida, mas, nunca encharcada.

Pra facilitar todo o processo, você pode, 1 vez por semana, regar as estacas de romã com enraizadores feitos à base de lentilhas, ou simplesmente qualquer outro bom enraizador à disposição. Lembrando que não precisa deixar a muda de molho no enraizado (apenas uma rega simples por semana garante resultados muito bons).

Caso você for fazer esse procedimento, o mais indicado é fazê-lo nos dias de Lua crescente, pois isso irá ter influência direta no crescimento do seu novo pé de romã.

Esperamos que tenham gostado das dicas, e aproveitem para multiplicar o máximo de romãzeiras que puderem.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *