Home / Plantas / Barbatimão Candidíase: Ele Funciona No Tratamento?

Barbatimão Candidíase: Ele Funciona No Tratamento?

O barbatimão é uma planta medicinal muito utilizada para o combate de diversas doenças e maus associados ao corpo humano, servindo como base para a elaboração de muitos remédios que ingerimos no dia-a-dia para curar determinadas doenças.

Em estudo recente, formulado em 2007, foi descoberto, agora cientificamente, o que populações mais antigas e até mesmo povos que já não existem mais já sabiam há bastante tempo: o barbatimão possui efeito de diminuição da dor no ser-humano, algo que pode ser utilizado para muitos fins.

Os Benefícios do Barbatimão

O extrato da planta ainda apresentou, nos estudos, uma ação específica que pode ser usada para combater infecções causadas por microrganismos. Ademais, até mesmo como neutralizante do veneno de algumas cobras a planta pode atuar, já que possui propriedades que cortam o efeito do veneno no corpo e, ademais, ainda tiram a sensação de dor da pessoa afetada.

Assim, as cascas do caule do barbatimão são tidas como adstringentes, sendo usadas para combater úlceras, uretrites e hemorragias. Já para a pele, é possível usar a casca do caule para tratar de feridas e para combater a pele oleosa, que pode causar constrangimento para a pessoa que possui esse problema em níveis mais aprofundados. Além disso, o extrato alcoólico da planta serve para tratar a diarreia, inflamações na garganta e até mesmo o corrimento vaginal anormal.

Todas essas propriedades do barbatimão fazem com que a planta sempre tenha sido bastante estudada pelos povos que vivem em harmonia com a natureza, com os índios presentes nas regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Para esses grupos indígenas, o uso do barbatimão já era tido como benéfico em vários aspectos há alguns séculos, sendo usado, sobretudo, para o controle da sensação de dor e para ajudar na cura de feridas após combates em guerras entre tribos distintas.

Dessa forma, mais recentemente algumas universidades brasileiras resolveram também estudar mais a fundo a planta que dá origem a muitos remédios e serve como base para diversos óleos naturais que circulam pelo país e ajudam a tratar de problemas de saúde variados.

Como resultado dessas pesquisas mais aprofundadas, foi descoberto que a planta não é utilizada sequer em 70% da sua capacidade máxima, servindo ainda para outros fins e para o tratamento de outras doenças que ainda não se sabia. Isso fez com que a comunidade brasileira de farmacologia buscasse criar novos compostos associados ao barbatimão, o que vem acontecendo de forma bastante acelerada e em um ritmo muito maior desde 2009.

Dessa maneira, uma das descobertas mais recentes em relação ao barbatimão diz respeito ao tratamento da candidíase. Ao relacionar a planta com o tratamento do corrimento vaginal nas mulheres, percebeu-se que o barbatimão também poderia servir para algo mais amplo. No caso, auxiliar o tratamento de uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns entre os brasileiros.

A descoberta, por mais que não seja exatamente nova, vem ganhando ainda mais forma ao longo dos últimos tempos, já possuindo até mesmo resultados comprovados em pacientes com a DST.

Veja abaixo mais informações a respeito do barbatimão e do seu efeito positivo no tratamento da candidíase, além de saber mais a respeito de uma das plantas mais usadas para a elaboração de remédios no Brasil.

Barbatimão Candidíase: Ele Funciona No Tratamento?

Por mais que as pessoas pensem que os remédios que ingerem diariamente simplesmente aparecem na prateleira das farmácias, basta um olhar um pouco mais atento para notar que não é exatamente assim que funciona. Todos os remédios que ingerimos possuem origem vegetal ou animal, tendo em suas composições uma base de origem natural que dá o efeito desejado.

Assim, uma das principais plantas que servem para fazer novos remédios é o barbatimão, que, como já dito, possui muitos benefícios e pode ser aproveitado praticamente em sua integridade para a criação de remédios e óleos essenciais.

Logo, um desses efeitos do barbatimão é o de auxiliar no tratamento da candidíase, uma doença sexualmente transmissível que aflige o Brasil e ainda faz muitas vítimas no país. O efeito da planta contra a doença se dá pelo fato de o barbatimão possuir ação antifúngica, que, segundo indicações de estudos e testes já realizados em pacientes, inibe o fungo causador da candidíase.

Chá de Barbatimão Para Candidíase
Chá de Barbatimão Para Candidíase

Assim, como a candidíase se dá através da presença de um fungo no órgão genital ou na boca, inibir a presença do fungo é comparável a praticamente matar a doença. É isso que as propriedades do barbatimão fazem, sendo a planta muito recomendada para quem sofre desse problema.

Outros Benefícios Práticos do Barbatimão

Além de ser um aliado muito forte contra a candidíase, o barbatimão ainda possui outros benefícios práticos muito importantes, que facilitam a vida no dia-a-dia e tornam a saúde do ser-humano mais forte. A planta atua, por exemplo, auxiliando contra a cárie dental e a gengivite, já que possui atividade antibacteriana muito forte e impede a presença de qualquer bactéria na boca.

Outro efeito prático do barbatimão é contra a Doença de Chagas, diminuindo de forma considerável a presença desse parasita no sangue. Se não tratada, a Doença de Chagas pode causar problemas muito graves, tais como febre, mal-estar, fadiga, inchaço no olho, náuseas e dores pelo corpo. Assim, o barbatimão, além de diminuir diversos sintomas da doença, atua também diretamente no combate ao parasita responsável por ela.

Por fim, o barbatimão ainda age contra a gastrite, diminuindo a acidez do estômago, já que a planta possui efeito “anti-ácido clorídrico”. Por isso, o barbatimão ajuda a controlar e diminuir a presença de úlceras, aumentando a qualidade de vida.

Dicas Adicionais Para Tratar a Candidíase

Pessoa Com Candidíase
Pessoa Com Candidíase

Por mais que o barbatimão e as soluções extraídas da planta sejam muito benéficas na luta contra a candidíase, existem outras formas de combater a doença. Uma forma não exclui a outra e o ideal é que os adoentados utilizem ambas as maneiras para atacar os agentes responsáveis por causar o problema.

Tomar um copo de iogurte por dia, introduzir o iogurte na vagina para deixá-lo atuar, e beber suco de couve com limão são algumas outras práticas muito utilizadas para combater a doença.

Veja também

Dálias Únicas: Características, Nome Científico, Cultivo e Fotos

A dália é uma das plantas mais espetaculares que existem hoje em jardins de todo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *