Home / Natureza / Quais Os Tipos De Doenças Que Os Fungos Causam?

Quais Os Tipos De Doenças Que Os Fungos Causam?

O termo fungo serve para designar uma comunidade como mais de 80.000 espécies de organismos pertencentes ao Reino Fungi. Este também incluem as leveduras, cogumelos, bolores, liquens, entre outros micro-organismos oriundos de uma família à parte na natureza.

Eles desenvolvem-se dentro de um grupo conhecido como o dos “Eumycotas”; e diferentemente do que se imagina, não pertencem à comunidade dos vegetais.

Os fungos, animais e vegetais apresentam diferenças marcantes, especialmente quando são analisados microscopicamente; e aí então pode-se observar a constituição dos seus núcleos e paredes celulares, que em nada relacionam-se com os dos animais e vegetais.

À primeira vista os fungos são seres microscópicos, que precisam proliferar (ou brotar) para serem vistos a olho nu. Isso ocorre quando as células que os compõem multiplicam-se por bifurcação ou extensão, até formarem hifas, que por sua vez tornam-se micélios; para só então adquirirem aquelas características que conhecemos.

É quando podemos notá-los em superfícies emboloradas ou na forma de cogumelos; sob a matéria orgânica morta, em paredes e demais superfícies úmidas; como parasitas em plantas e no organismo dos animais; além de outras formas de contribuírem para a decomposição da matéria orgânica.

O curioso é que os fungos são mais benéficos do que prejudiciais ao homem! Calcula-se que mais de 99,99% das espécies existentes sejam úteis, como matéria-prima para a produção de antibióticos, como leveduras para a fermentação de pães, para a fabricação de produtos de limpeza, produção de cervejas e vinhos, ou mesmo na alimentação – como alguns tipos de cogumelos são tão apreciados.

Mas o objetivo desse artigo é fazer uma lista apenas com doenças que são causadas diretamente por fungos. Uma série de transtornos que, curiosamente, podem ser combatidos com antibióticos produzidos a partir das próprias espécies.

1. Histoplasmose

Histoplasmose
Histoplasmose

A Histoplasmose, também conhecida como “Doença das Cavernas”, é uma afecção causada pelo fungo Histoplasma capsulatum geralmente por inalação dos seus esporos.

O problema é que o fungo sobrevive alimentando-se de fezes de animais como morcegos, pombos, galinhas; além de outras espécies que costumam habitar cavernas (daí o seu apelido), grutas, criptas, construções abandonadas, ambientes úmidos e repletos de entulhos, forros, entre outras regiões semelhantes.

Indivíduos saudáveis e com boa imunidade podem jamais apresentar qualquer tipo de sintoma. Nos demais casos, ela manifesta-se por meio de inflamação grave dos pulmões, que deverá ser tratada por meio de antibióticos e antifúngicos.

2. Meningite Fúngica

Outro tipo de doença causada por fungos é a Meningite Fúngica – o tipo mais perigoso de meningite, com taxa de mortalidade entre 40 e 50%, apesar de ser bastante rara.

O transtorno é causado pelo fungo Cryptococcus, que pode ser encontrado em árvores, plantações, construções abandonadas em florestas, ou mesmo no solo.

As vítimas costumam ser pessoas com os seus sistemas imunológicos afetados por doenças ou tratamentos médicos, como nos casos de portadores de HIV, Câncer, em tratamento de Leucemina, convalescentes, entre outros indivíduos nessas condições, e que porventura tenham entrado em contato com o fungo.

O diagnóstico é difícil, já que os sintomas envolvem transtornos comuns a várias outras doenças, como dores de cabeça, náuseas, vômitos, febre, etc.

Logo, o melhor tratamento para a Meningite fúngica é a prevenção e a busca por auxílio médico logo aos primeiros sintomas.

3.Tinha

A “Tinha”, ou “dermafitose”, é o resultado da ação de fungos como o Trichophyton ou Microsporum, que podem ser contraídos por contato com a pele de indivíduos portadores da doença, ou mesmo por contato com animais, objetos ou com o solo.

A doença é contagiosa e geralmente manifesta-se na forma de lesões na pele, que acabam causando descamação com coceira, dor e queimação.

Tinha
Tinha

O tratamento é feito com cremes antifúngicos, Itraconazaol, Fluconazol, entre outros. Mas também com prevenção, evitando o acúmulo de sujeira entre os dedos, umidade nas dobras da pele, entre outras cuidados.

4. Peniciliose

Dentre os vários tipos de doenças causadas por fungos, temos aqui essa afecção contraída após a inalação dos esporos do Penicillium marneffei; um fungo originário do Sudeste Asiático, que acabou sendo disseminado em várias partes do mundo (inclusive no Brasil).

O fungo é um micro-organismo oportunista, isso quer dizer que ele é favorecido por um sistema imunológico frágil, como no caso dos imunodeprimidos, convalescentes, portadores de HIV, pessoas submetidas a quimioterapia, entre outras afecções que criem o ambiente perfeito para a manifestação da doença na forma de infecção pulmonar grave, semelhante a um quadro de histoplasmose.

O tratamento é feito à base de antibióticos e antifúngicos, além de um trabalho de recuperação do sistema imunológico do paciente.

5.Candidíase

Causada pelo popular fungo Candida albicans, este transtorno pode ser colocado na lista dos menos agressivos, especialmente pelo fato de o micro-organismo já habitar naturalmente o organismo humano, porém manisfestando-se quando há algum desequilíbrio do sistema imunológico ou uma proliferação exagerada do fungo.

Bastante comum em regiões de mucosas, como a cavidade oral e partes íntimas, a Candidíase também pode ocorrer, em alguns casos, nas dobras da pele, unhas, entre os dedos; e até mesmo, nos casos ainda mais graves, podem invadir a corrente sanguínea.

O tratamento costuma ser simples, geralmente à base de cremes antifúngicos, como o Cetoconazol, Fluconazol, Nistatina, entre outros medicamentos que devem ser prescritos por um médico.

6. Histoplasmose

O fungo Histoplasma capsulatum é o micro-organismo envolvido no acometimento dessa doença, geralmente transmitida por inalação de esporos (ou conídias) que se instalam nos pulmões causando a sua inflamação.

Quanto maior for a inalação maiores serão os danos à estrutura pulmonar. Mas a doença costuma ser assintomática e manifestar-se por sintomas apenas nos indivíduos com o seu sistema imunológico afetado, ou convalescentes, em tratamento com quimioterapia, soropositivos, entre outras condições que diminuam a carga de glóbulos brancos no sangue.

O contágio geralmente ocorre em ambientes onde encontrem-se fezes de morcegos, pombos, galinhas, ou mesmo em solos com material decomposto, extremamente ácidos e em lixões.

O tratamento geralmente é feito com o simples combates aos sintomas. Porém, nos casos mais graves, o paciente deverá receber um tratamento à base de antibióticos e antifúngicos.

7.Esporotricose

Por fim, um outro tipo de doença causada por fungos, que manifesta-se na forma de micoses resultantes da ação de fungos da família das Sporothrix spp.

O micro-organismo costuma ser encontrado com mais facilidade em ambiente rural, em plantações, solos ricos em material decomposto, troncos e madeiras apodrecidas, quintais, entre outros ambientes semelhantes.

Há também na literatura médica registros do contágio de Esporotricose por arranhões de gatos; e em todos esses casos o tratamento é simples, geralmente feito à base de antifúngicos administrados de forma oral ou venosa, durante 90 dias. Ou de acordo com a prescrição médica.

Gostou desse artigo? Deixe a resposta na forma de um comentário. E aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Carcinoma de Células Claras

O Que é Carcinoma de Células Claras?

O carcinoma de célula renal é a forma mais comum de cancro renal, especialmente em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *