Home / Natureza / Para Que Serve o Sulfato de Amônia nas Plantas?

Para Que Serve o Sulfato de Amônia nas Plantas?

Ao falar de produção agrícola são inúmeros as variáveis e elementos que estão envolvidos. Além do clima da área de plantio, forma de controlar as pragas, ainda é preciso levar em consideração o tipo e a adubação mais indicada para cada solo. Portanto, para obter sucesso na sua plantação é muito importante que você conheça a fundo todas as formas de adubação e tipos de fertilizantes. Uma dúvida muito comum  sobre esse assunto é em que ocasiões o sulfato de amônia deve ser utilizado nas plantas. Acompanhe nosso artigo e aprenda mais sobre a forma correta de adubar e os devidos cuidados que você deve ter em cada tipo de plantio.

Em que Consiste a Adubação?

A adubação consiste na técnica de usar algum tipo de fertilizante na terra para melhorar a qualidade das plantas. Eles podem ser sintéticos ou naturais.

Um exemplo muito conhecido de adubo natural é a aplicação de esterco de boi ou de cascas de frutas e ovos no jardim de uma casa.  Eles também são conhecidos como adubos orgânicos e proporcionam que o vegetal receba mais nutrientes sem ocasionar tantos impactos ambientais.

Já os adubos  sintéticos são industrializados e possuem uma aplicação mais delicada. De forma geral, eles agem mais rapidamente  proporcionando um crescimento acelerado para a planta. Os estudos destacam que os vegetais necessitam de dezesseis elementos químicos para crescer de forma saudável, sendo alguns deles retirados do ar e outros do solo.

Conheça os Tipos de Fertilizantes

Além da divisão em sintéticos e orgânicos, os fertilizantes também podem aparecer na forma seca ou líquida. Ambos possuem a mesma eficácia, mas possuem formas distintas de aplicação. Os secos são vendidos em forma de grãos e são aplicados geralmente em faixa ou colocados na hora de plantar. Eles também apresentam vantagens na hora do armazenamento.

Já os líquidos, podem ser colocados até mesmo nas folhas e são captados de forma mais rápida pelas plantas. Um ponto negativo é que a duração dos nutrientes é bem menor e não costuma durar até o fim da estação. Entretanto, a aplicação desse tipo de fertilizante é bem prática tanto no solo, quanto na região das folhas e permite que sejam combinados com produtos usados na proteção da plantação.

Assim, tudo vai depender das culturas que você tem e da necessidade de nutrientes de cada uma delas. Portanto, a melhor forma de decidir qual fertilizante utilizar é analisar de forma calma qual o seu perfil de plantio, de solos e de cultivos.

O Que é Sulfato de Amônia e Para que Serve

Você já deve ter ouvido falar em sulfato de amônia, não é verdade? Ele consiste em uma fonte poderosa de enxofre e nitrogênio para as plantas. É um fertilizante mais caro, mas que pode proporcionar grandes benefícios para os seus plantios. Algumas opções que existem no mercado podem parecer mais em conta, porém, não apresentam os mesmo benefícios do sulfato de amônia.

Os principais benefícios do sulfato de amônia são:

  • Melhor retorno no investimento.
  • Rendimento na hora da aplicação nas lavouras.
  • Menor perda por volatilização. Alguns fertilizantes em grãos chegam a perder mais de vinte quilos de nitrogênio que acaba escapando.
  • O sulfato de amônia possibilita a absorção lenta de enxofre, o que auxiliam a nutrição da planta.
  • Menor tempo de aplicação no campo.

Portanto, lembre-se daquele velho ditado que diz que “o barato pode sair caro” e prefira fertilizantes que se adequem a sua forma de trabalho e ao tipo de cultura que você possui. Aqui a melhor dica é estudar com calma as peculiaridades do solo utilizado e as características de cada cultivo, ok? Não esqueça que a escolha da técnica mais adequadas pode também fazer toda a diferença. Veja abaixo como fazer a melhor escolha.

Melhores Técnicas Para Aplicação dos Fertilizantes

O primeiro passo é fazer uma análise do solo e a escolha do fertilizante ideal. As técnicas para aplicação mais conhecidas são: aplicação por semeadura, adubação a lanço, aplicação pneumática, por irrigação e até mesmo por pulverização.

A melhor técnica vai depender sempre do tipo de fertilizante e do estágio em que as plantas se encontram. De forma geral, na fase do plantio a adubação deve ser química e de forma granuladas. A adubação a lanço é mais indicada para produtos que corrigem o solo e também para fertilizantes químicos.

Já a adubação por irrigação é ideal para fertilizante em formato líquido. Por fim, a adubação por pulverização (pouco realizada no Brasil) é mais indicada para fertilizantes que podem ser diluídos. Outro ponto importante de ser destacado é que o agricultor pode misturar os tipos de as técnicas de fertilizantes. Isso pode fazer com que os produtos sejam aproveitados de forma mais efetiva pelo solo, proporcionando crescimento e saúde para as suas plantações.

Sulfato de Amônia em Pó
Sulfato de Amônia em Pó

Alguns produtores possuem dúvidas com relação ao aproveitamento do depósito para diversos tipos de fertilizantes. Em alguns casos, os agricultores misturam de três a cinco tipos diferentes de produtos. Isso é possível?

Bom, aí vai depender de que tipos de fertilizantes você vai misturar. Para os que possuem consistência diferente como grão, orgânico e em pó a indicação é deixá-los separados. Como possuem tempos de atuação distintos, é interessante fazer a separação para evitar qualidade dos produtos. É importante lembrar de respeitar os componentes químicos de cada fertilizante e evitar misturar com outro que possa proporcionar a diminuição da qualidade dos compostos. Portanto, muito atenção na hora de fazer essas misturas no armazenamento dos fertilizantes, ok?

Encerramos nosso artigo por aqui e esperamos que você tenha aprendido um pouco mais sobre fertilizantes e sobre a utilização do sulfato de amônia. Lembre- se que a atenção e o estudo específico para cada tipo de solo e de cultivo é sempre a melhor opção para obter resultados mais satisfatórios.  Caso tenha ficado alguma dúvida é só nos enviar um comentário. Aproveite e acompanhe outros artigos aqui no nosso site. O Mundo Ecologia traz diariamente as melhores atualizações sobre plantas, animais e natureza. Não se esqueça de compartilhar as novidades com os amigos e nas redes sociais. Até a próxima!

 

 

Veja também

Dolomita em Pedra

Qual a Composição Química da Dolomita? Que Tipo de Rocha?

O que é Dolomita? Ao lado da calcita e da aragonite, a dolomita constitui cerca …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *