Home / Natureza / Lista de Tipos de Cavalos e Pôneis: Espécies com Nomes e Fotos

Lista de Tipos de Cavalos e Pôneis: Espécies com Nomes e Fotos

Pôneis e cavalos são animais que estão presentes na sociedade humana há muito tempo. Registros nos mostram que os equinos serviam de transporte para os homens em tempos muito remotos, inclusive no que sabemos da vida humana antes de Cristo. A estimativa é de mais ou menos 5.500 anos a.C.

Não se sabe ao certo como os cavalos foram domesticados, e como passaram a servir às necessidades humanas. No entanto, até hoje esse animal faz parte de nossa cultura, serve de meio de transporte e tração, além de exposições, criações e etc.

O que se sabe é que um povo chamado de Botai, que habitava o que hoje conhecemos como Cazaquistão, teria sido o primeiro grupo a domesticar cavalos selvagens inserindo os animais em suas rotinas.

Eles eram inicialmente caçadores e então passaram a ser criadores de cavalos. Curiosamente, no entanto, alguns cientistas não encontram relação dos cavalos de Botai com os animais domesticados atualmente.

Dessa forma, não há uma conclusão a respeito de como esses animais se mantiveram domesticados, e não se sabe ao certo onde mais aconteceram esses processos de costume do cavalo com os seres humanos.

Mas, Afinal, o que é um Cavalo?

Se trata de um mamífero de porte médio, vertebrado, e que faz parte da subclasse de ungulados. O cavalo é um equino, assim como outros animais com os quais temos muita familiaridade – como a zebra e o asno.

Hoje, são os animais que mais convivem com os seres humanos. Isso acontece porque eles estão presentes de diferentes formas – seja para auxiliar nas tarefas, para meio de transporte, ou para criação.

Paixão dos Cavalos
Paixão dos Cavalos

A verdade é que os cavalos despertam uma verdadeira paixão! Tem pessoas que dedicam a vida inteira em catalogar, estudar e criar esses animais. E não é para menos: existem cavalos impressionantemente belos.

Entenda como Surgiram as Raças e os Tipos de Cavalos

Existem diversos tipos e raças de cavalos atualmente. Eles diferem em muitas características, como força, cores, pelos etc. A inteligência é outro fator que pode surpreender muito em alguns animais, já que eles podem aprender comandos rapidamente.

Os cavalos são divididos em raças. As raças trazem algumas dessas características que precisam ser percebidas com cuidado, considerando sempre qual será a finalidade do animal. Afinal, existem cavalos que são mais fortes, mais ágeis, mais dóceis, e etc.

Entender qual é a característica que deve se sobressair é o primeiro passo a ser dado por quem precisa escolher um cavalo. O que se sabe é que essas raças foram criadas a partir de diversos cruzamentos, e geraram animais com diferentes finalidades.

Tipos de Cavalos

Não há muita variedade de tipos. Existem os cavalos e os pôneis, dos quais falaremos em breve. Além disso, os cavalos podem ser classificados de acordo com suas habilidades:

• Montaria;

• Tração;

• Exposição;

• Competição, entre outros.

Cavalo em Exposição
Cavalo em Exposição

O mais curioso é perceber que os cavalos servem a diversas finalidades. Podemos dizer que esses animais participaram ativamente de todo o processo de desenvolvimento econômico e social da humanidade.

Inclusive, os cavalos foram, durante muito tempo, o transporte oficial de soldados em guerra. Hoje eles foram substituídos por tanques e máquinas – felizmente!

Mas até mesmo nos períodos mais sombrios, esses equídeos estavam ao lados dos seres humanos, sempre contribuindo com a humanidade de alguma maneira.

Conheça as Raças Mais Famosas de Cavalos

Se você inexperiente no assunto “cavalos”, então é bom começar conhecendo as raças mais famosas. É importante esclarecer aqui que continuam acontecendo cruzas variadas entre animais, e que novas raças podem surgir.

Andaluz

Esse é um dos cavalos mais populares do mundo. A sua origem é espanhola, da região de Andaluzia, de onde, inclusive, vem o seu nome. É considerada uma das raças mais antigas – se não “A” mais antiga de todas.

Cavalo Andaluz
Cavalo Andaluz

Se trata de um animal descendente da raça Sorraia. Esse cavalo foi usado em batalhas e se tornou o preferido de muitas monarquias. A sua inteligência, bravura e força ajudaram a erguer muitos impérios.

Puro-Sangue Árabe

Também conhecido como cavalo Árabe apenas, essa raça se tornou uma das preferidas dos amantes de cavalos. A sua origem se dá na Península Arábica, e sua característica mais marcante é o formato do crânio.

Cavalo Puro-Sangue Árabe
Cavalo Puro-Sangue Árabe

Se trata de um animal magro e ágil, que há muito tempo é usado para melhorar outras raças. Registros e estudos apontam que o uso do cavalo Árabe se dá há cerca de 2.500 a.C.

Arabo-Frísio

Do Puro-Sangue Árabe saiu outra raça muito famosa e muito bonita: o arabo-frísio. O nome curioso foi dado em homenagem a sua região de origem, a Frísia, nos Países Baixos.

Cavalo Arabo-Frísio
Cavalo Arabo-Frísio

A sua característica mais particular é o pelo escuro e as patas mais peludas do que o restante do corpo. É um animal robusto e corpulento, que possui uma força impressionante.

Alter-Real

Um cavalo português que se tornou muito famoso graças a adoração da corte portuguesa pelos animais. Se trata de uma raça originária de cruzamentos com animais da raça Andaluz.

Cavalo Alter-Real
Cavalo Alter-Real

A pelagem é castanha e se trata e um animal de extrema elegância e imponência, o que fez com que despertasse esse encanto nos monarcas de Portugal.

American Cream Draft

Essa é uma raça americana cuja característica principal é a pelagem clara, quase branca. O animal também pode ter olhos mais claros, com tonalidades em azul – sobretudo durante a sua juventude.

Cavalo American Cream Draft
Cavalo American Cream Draft

Eles existem apenas nos Estados Unidos, e é considerada uma raça rara, com uma quantidade irrisória de exemplares. Foi desenvolvido como animal de tração, e é usado em desfiles, apresentações e etc.

Appaloosa

Outra raça de origem americana que se tornou muito famosa em todo o mundo. O Appaloosa chama a atenção especialmente por conta de sua pelagem de padrão curioso. O animal costuma ter duas cores, geralmente branco com pintas pretas.

Cavalo Appaloosa
Cavalo Appaloosa

Existem ainda exemplares em que metade do corpo é escura e outra metade clara com pintas. Um animal belíssimo, e que é usado como raça de cruzamento, inclusive na China.

Principais Raças Brasileiras

Já entendemos que os cavalos são animais versáteis. Eles acompanham os seres humanos nas mais variadas atividades, e por isso mesmo podemos dizer que eles contribuíram com o progresso e o desenvolvimento.

Com o passar do tempo, o Brasil sentiu necessidade de desenvolver suas próprias raças. Por isso hoje temos no país alguns animais de altíssimo potencial, e cuja origem é realmente tupiniquim.

Registros e pesquisas apontam que os cavalos estão no país desde a sua fundação, em 1500. Provavelmente vieram para cá junto com as embarcações portuguesas, ainda durante o processo de colonização o país.

Hoje o animal está presente em todas as regiões do país, desde as cidades mais urbanizadas até a região mais afastada dos centros urbanos, no sertão. O cavalo é extremamente útil para os brasileiros.

Quarto de Milha

Essa é uma das raças brasileiras mais potentes, principalmente quando o assunto é competição. Esse animal demonstra um desempenho incrível, e por isso mesmo é usado muitas vezes em competições.

Cavalo Quarto de Milha
Cavalo Quarto de Milha

Se trata de uma raça de temperamento muito dócil, o que facilita o seu adestramento e o trabalho com treinadores. Também pode ser usado para cuidados com o gado.

Mangalarga

O mangalarga é o que podemos chamar de cavalo de alta performance. Isso porque em sua origem está o sangue de três das raças mais importantes do mundo: Árabe, Alter e Andaluz.

O cruzamento desses modelos nos trouxe um cavalo lindo, imponente, bonito, e com uma performance impressionante seja para competições ou para trabalho.

Cavalo Mangalarga
Cavalo Mangalarga

Embora tenha sido criada em Minas Gerais, o Mangalarga hoje também está presente em outros estados, inclusive São Paulo.

Mangalarga Marchador

Outra raça brasileira que se destaca é o Mangalarga Marchador.

Cavalo Mangalarga Marchador
Cavalo Mangalarga Marchador

Embora tenha muito a ver com o anterior, e suas origens sejam bem parecidas, ele se destaca pela simetria do movimento de patas, tornando-o um excelente cavalo para apresentações.

Brasileiro de Hipismo

O cavalo Brasileiro de Hipismo, como o próprio nome sugere, é um animal que demonstra excelente performance sobretudo em hípicas.

Cavalo Brasileiro de Hipismo
Cavalo Brasileiro de Hipismo

A sua origem se dá em cruzamentos de raças europeias, nos trazendo um animal com aptidão para concursos e saltos. É um animal alto, que mede cerca de 1,70 metros.

Campolina

Agora estamos falando de uma raça que passou a ser desenvolvida ainda no século XIX, também na região de Minas Gerais. Tem origem em garanhões de Mangalarga Marchador e PSI.

Cavalo Campolina
Cavalo Campolina

É um animal excelente para montaria, principalmente considerando o seu temperamento dócil e agradável, que faz com que seja perfeito para sela.

Crioulo

Originário do Brasil, o Crioulo é um animal que surgiu a partir do cruzamento de andaluz e berbere. É reconhecido pela sua pelagem lustrosa e bonita, que pode variar entre praticamente todas cores, exceto albino e pintado tipo persa.

Cavalo Crioulo
Cavalo Crioulo

É um animal muito forte e muito musculoso, que demanda cuidado especial para não sofrer com atrofias e câimbras. Por isso o Crioulo deve ser criado em espaço aberto, haras de qualidade, que permitam que o animal se exercite diariamente.

Campeiro

O último brasileiro que vamos citar é o Campeiro. Ele foi desenvolvido no estado de Santa Catarina por volta do século XVI.

Cavalo Campeiro
Cavalo Campeiro

É um animal muito indicado para montaria em longos percursos. Isso porque o Campeiro possui uma marcha leve e confortável, que não compromete o bem-estar do cavaleiro. Se trata também de um anima dócil e muito inteligente.

Porte Físico e Alimentação do Cavalo

Os cavalos são animais corpulentos, fortes e musculosos. Por isso mesmo demandam de espaço e muitos cuidados. A sua rotina deve ser composta por uma série de exercícios físicos, de modo a evitar que o animal desenvolva qualquer tipo problema muscular.

Mas, uma das características desses animais é justamente a variedade. Existem raças de cavalos com características físicas completamente diferentes, o que nos prova que se trata de uma espécie riquíssima e muito peculiar.

Cavalo se Alimentando
Cavalo se Alimentando

Existem anima mais robustos, mais magros, ágeis ou não. Você encontra cavalos com pelo longo, pelo curto, pelo encaracolado e etc. Os equinos são impressionantes quando o assunto é potencial de adaptação!

Esse talvez seja o motivo pelo qual evoluíram de formas tão variadas, adaptando-se aos mais diferentes ambientes.

Alimentação

A alimentação é herbívora, o que demanda que os cavalos tenham acesso a pasto e vegetação ara se alimentar. Também podem consumir grãos e rações próprias para a espécie.

Eles passam grande parte do dia se alimentando. Isso pode chegar até 16 hora diárias! Eles possuem um aparelho digestivo muito peculiar!

Ao mesmo tempo em que não suporta alimentação em grande quantidade, precisa ser alimentado com frequência. Por isso os cavalos comem pouco, mas durante o dia inteiro.

É importante alertar que uma má alimentação pode desencadear uma série de doenças em um equino, e algumas delas podem levar o animal a óbito.

Cavalo com Dor no Estômago
Cavalo com Dor no Estômago

As cólicas estomacais, por exemplo, é um dos problemas que eles podem enfrentar se não forem devidamente alimentados. Inclusive, existem doenças que se desenvolver graças ao excesso de proteína.

O animal demonstra estar com cólica quando contorce o quadril ou insiste em s=permanecer deitado. O tutor deve procurar um veterinário imediatamente, e deve evitar que o animal passe muito tempo em descanso.

Se o cavalo permanecer apenas deitado poderá desencadear um quadro de estrangulamento do intestino, que é uma das doenças que pode matar rapidamente um equino.

Ficha Técnica do Cavalo

Nome científico: Equus ferus caballus

Peso: de 300 a 350 kg.

Tamanho: de 1,50 a 1,70

Alimentação herbívora;

Os cavalos estão presentes em todos os países do mundo, exceto nas regiões polares. O país que mais possui cavalos é o Sudão. O Brasil aparece em 7° lugar na lista de países que mais possuem exemplares desse animal.

Os cavalos são usados tanto para trabalho e transporte quanto para entretenimento, exposições, competições e criação.

Tudo Sobre o Pônei

Quem é que nunca quis ter um pônei? Os pôneis habitam o imaginário fantástico das crianças como sendo uma versão realmente mágica dos cavalos. Afinal, é encantador ver um animal em sua forma miniatura, com toda a potência e capacidade que lhes cabe, porém, pequeno.

Características dos Pôneis
Características dos Pôneis

Os pôneis são comparados aos cavalos, pois, de fato, possuem muitas características – inclusive físicas – que se assemelham bastante. Porém, a sua “marca registrada” é mesmo o tamanho. Esses animais são bem menores do que outros equinos.

Mas, o temperamento do pônei também é bem diferente, e eles costumam apresentar comportamento bem particular.

De Onde Vieram os Pôneis?

O que os estudiosos nos mostram é que na verdade os pôneis são ancestrais dos cavalos – que acabaram evoluindo para uma forma mais forte e maior porte.

Primeiros Pôneis
Primeiros Pôneis

Embora não seja possível precisar em que país eles surgiram, sabe-se que os pôneis eram os cavalos antigos. Com o tempo, por necessidades, os humanos começaram a cruzar raças para obter animais mais fortes, e assim aumentaram o tamanho desses mamíferos.

O mais curioso sobre os pôneis é que eles são realmente muito parecidos com os cavalos. Na verdade, o que muda é apenas a extensão das patas, que faz com que esses animai sejam mais baixos.

Raças de Pôneis

Assim como acontece com os cavalos, os pôneis são divididos em raças. Cada uma possui suas características, e é identificada por alguns pontos – sejam físicos ou de comportamento e personalidade.

Raça Conhecida de Pônei
Raça Conhecida de Pônei

Algumas raças ficaram mundialmente conhecidas, e se tornaram referência de beleza e qualidade. É comum que animais que cheguem a esse patamar de reconhecimento sejam usados para cruzamento e criação e novas raças.

Asturcón

Também conhecido como Pônei Asturiano, esse modelo é de origem espanhola e considerado um dos mais bonitos e mais clássicos animais.

Pônei Asturcón
Pônei Asturcón

É um animal de cor exclusivamente preta. A variação para outras cores faz com que não seja considerado asturiano, e seja classificado em outra raça. Registros nos mostram que essa raça existe desde o tempo dos romanos.

Shetland

Outra raça considerada clássica, e que ainda é usada para melhorar linhagens. O Shetland é uma raça originária da Escócia, de uma ilha que tem o mesmo nome. É um animal muito pequeno, que varia de 70 centímetros a 1,15 metro. A versão americana, conhecida como American Shetland, pode ser um pouco maior, chegando a 1,17.

Pônei Shetland
Pônei Shetland

A variação de cores é muito grande, sendo que o que mais chama a atenção é o pônei malhado, com fundo branco e manchas pretas. É um animal dócil, muito usado em aulas de montarias para crianças.

Pônei de Gales

Como o nome sugere, ele tem origem no país de Gales. É um animal perfeito para montaria pois demonstra disciplina e obediência, além de inteligência, avidez e coragem.

Pônei Gales
Pônei Gales

Não ultrapassa os 137 centímetros de altura, e é considerado um dos modelos preferidos dos britânicos, sobretudo para ensinar crianças a arte da montaria. Também é uma das raças mais exportadas. Pode ser conhecido como “Welsh”, e se trata de um puro-sangue.

Connemara

O Connemara traz uma série de histórias e possibilidades a respeito de sua origem. Algumas pessoas acreditam que esse pônei Irlandês surgiu ainda nos tempos dos vikings, levados para a Irlanda justamente por esse povo.

É um animal muito forte, de musculatura rígida, o que provavelmente tem relação com a região montanhosa e que vive, e que demanda certo esforço físico. Pode ser encontrado em uma grande variedade de cores, tais como:

• Cinza;

• Castanho;

• Louro;

• Creme;

• Malhado, entre outros.

A sua utilização hoje é estritamente esportiva, sendo montado tanto por crianças quanto por adultos. É um animal muito inteligente e fácil de adestrar, o que faz com que sirva bem também ao proposito de competição.

Porte Físico e Alimentação do Pônei

Apesar de pequenos os pôneis são animais extremamente fortes. Por conta da estatura eles tendem a ter o tronco largo e musculoso, e a cabeça pequena. Não passam dos 147 centímetros.

Pelagem

Os pelos podem ser bem diferentes dos pelos dos cavalos. Uma das características é que nos pôneis a crina e a cauda é mais grossa e mais espessa. Uma justificativa para isso é que as raças de pôneis foram desenvolvidas em locais de clima bem frio.

Com isso, os animais possuam pelo mais grosso para proteção contra as baixas temperaturas nas montanhas, locais onde a maioria dos pôneis surgiu.

Esse também é o motivo pelo qual percebemos uma resistência climática muito boa. Esses animais conseguem se adaptar a diferentes condições, inclusive sendo mais adaptáveis que os cavalos.

Outra curiosidade é a respeito de sua força. Alguns pôneis podem carregar pesos iguais ou superiores aos de cavalos, e eles também conseguem carregar pessoas adultas em sela, não apenas crianças.

Naturalmente, por conta do tamanho, os pôneis são sempre associados ao universo infantil. De fato, eles são muito simpáticos, bonitos e interessantes, o que acaba despertando a fascinação dos pequenos humanos.

Mas, pôneis também podem servir para outras finalidades que não apenas entreter meninas e meninos. São animais extremamente inteligentes, o que nos prova que podem ser usados para trabalhos e finalidades variadas.

Cavalo ou Pônei? Como Acontece a Classificação?

Os pôneis e os cavalos surgiram há muito tempo, originários de equinos que viveram em eras muito distantes da nossa. Com o passar dos anos e dos séculos esses animais se tornaram cada vez mais familiarizados com a humanidade.

Hoje, devemos muito de nosso progresso justamente ao fato de termos tido a ajuda dessas criaturas, seja para o trabalho, para o entretenimento, para os treinos e etc.

Embora sejam parecidos, pôneis e cavalos são animais diferentes, que possuem comportamentos e até mesmo aspectos físicos diversos. Mas, como eles são classificados? Como um animal é definido como pônei ou como cavalo?

Isso acontece exclusivamente pela medida do tamanho. Ainda que sejam identificadas outras características que diferem as espécies, o que faz com que sejam classificados ou não como pôneis é o tamanho.

Qualquer cavalo que medir menos do que 148 centímetros será considerado um pônei, enquanto qualquer um que passe dessa estatura ganha o posto de cavalo.

Pôneis são Anões?

Algumas pessoas pensam erroneamente que pôneis são cavalos que possuem alguma deficiência ou um tipo de nanismo. Não é bem isso.

Pônei Pequeno
Pônei Pequeno

Na verdade, o que os cientistas e estudiosos entendem é que justamente por terem se desenvolvido em regiões muito frias, os pôneis tiveram menor acesso a alimentação e a nutrição adequada. Isso teria levado a espécie de cavalos locais a evoluir para essa aversão pequena.

Os Cavalos e Pôneis Existem em quais Países?

Hoje em dia esses animais estão presentes em praticamente todos os países. Durante muito tempo os cavalos foram o meio de transporte mais utilizado pelos seres humanos, o que acabou fazendo com que se tornassem muito populares em todo o mundo.

Pôneis no Brasil
Pôneis no Brasil

Os pôneis são um pouco mais raros, mas ainda assim podem ser encontrados com facilidade em vários países – inclusive no Brasil e em todos os seus vizinhos.

No entanto, a Inglaterra, Escócia e Irlanda continuam sendo os países onde esses pequenos animais mais estão presentes, sendo considerados uma paixão para esses povos.

Quanto Custa ter um Pônei? É Fácil de Cuidar?

Não podemos negar que os pôneis são encantadores. Equinos de modo geral são animais bonitos, dóceis e encantadores. Mas um cavalo em tamanho pequeno é algo que desperta paixão imediata em qualquer pessoa, e nas crianças também.

Em outros séculos, os pôneis eram o presente ideal para a monarquia. Príncipes e princesas ganhavam esses animais em seus aniversários, e colecionavam exemplares em seus belíssimos castelos.

Até hoje essa fascinação infantil existe, e muitas crianças sonham em ter um pônei. Mas será que isso é tão simples quanto parece?

Quanto Custa ter um Pônei?

Bom, você já deve ter percebido no decorrer desse conteúdo que existem diferentes raças desse animal. Com certeza isso vai impactar diretamente no valor de aquisição!

Outros fatores como cor e modelo do pelo e até mesmo o sexo dos animais também faz com que o valor mude – os machos são mais caros porque podem ser usados para a criação e novas raças.

Pônei Raro
Pônei Raro

O valor do pônei pode variar bastante, ficando em torno de 3 a 10 mil reais. Animais importados naturalmente custam mais caro, e podem custar fortunas.

Pôneis não Precisam de Espaços Grandes – Mito ou Verdade?

Se você está decidido a ter o seu pônei, saiba que o tamanho não justifica manter o animal confinado em um espaço minúsculo. Ele precisa de tanto espaço quanto um cavalo de estatura grande, pois a musculatura tem as mesmas demandas.

Por isso, antes de simplesmente decidir comprar um desses animais você deve providenciar a estrutura que ele precisa para ser saudável e feliz. Isso quer dizer contar com um bom espaço e ter diariamente uma rotina de exercícios.

Quantidade de Animais

O espaço que você precisa ter varia de acordo com a quantidade de animais que você pretende ter. Pense que quanto mais pôneis você tiver, mais espaço você precisa ter.

Criação de Pôneis
Criação de Pôneis

Uma indicação de especialistas é de que se tenha um haras de pelo menos 10 mil metros quadrados para manter os animais em liberdade, e com o devido espaço.

Alimentação

Os pôneis são animais herbívoros, e que precisam comer em pequenas quantidades durante todo o dia. Ter um pasto a disposição deles é importantíssimo para que consiga encontrar vegetação.

Pônei Comendo
Pônei Comendo

Você ainda pode complementar a alimentação com ração focada para esse animal, que trará nutrientes que ele não encontra no pasto, ou que precisa ter com maior quantidade.

Pônei Brasileiro – Um Pônei Típico do Nosso País!

Já falamos sobre o fato de os pôneis serem criados especialmente em regiões frias e montanhosas. Mas existe o pônei brasileiro, que é muito bem adaptado ao clima do país.

O mais comum é que esse animal seja utilizado em aulas de equitação para crianças. Ele é dócil, inteligente e muito forte, então também pode servir para tração leve.

Cores

As cores são bem variadas, indo desde o branco até o castanho escuro avermelhado. Assim como acontece com outros pôneis, das demais nacionalidades, ele tem crina e cauda mais espessa e mais grossa.

Uma curiosidade a respeito dos pôneis brasileiros é que a tendência é que a fêmea seja levemente mais alta do que o macho. Ele chega a 1 metro quando atinge a vida adulta, e ela pode atingir 1,10.

Outro pônei tipicamente brasileiro é o Piquira. Ele é muito usado para iniciação de sela para crianças, e também é um animal de comportamento dócil e disciplinado, que pode ser perfeito para essas aulas.

Suas origens trazem o sangue do Mangalarga Marchador, o que nos mostra que esse pequeno possui um trote confortável, não muito bruto, e elegante – mais um ponto que o torna perfeito para a montaria infantil.

Costuma aparecer em pelagens variadas. Somente a albina não encaixa nessa raça. A altura varia de 130 a 135 centímetros, e a pesagem roda em torno dos 200 quilos.

É um animal corpulento, saudável, bonito e que atrai a atenção por onde quer que passe. É ideal para convivência com crianças, e demanda de bastante espaço para se exercitar.

Pônei e Potro é a Mesma Coisa?

Quem não tem ampla familiaridade com equinos pode se confundir com relação a nomenclatura utilizada entre os especialistas. A verdade é que cada palavra tem a sua devida aplicação, e o seu sentido.

Pônei x Potro

O pônei é um equino derivado dos cavalos que devido a escassez de alimentos em regiões muito frias e montanhosas acabou crescendo menos, e gerando animais que não ultrapassam 1,47 metro.

Potro, por sua vez, é a palavra utilizada para designar um filhote de equino. Ele serve tanto para filhotes de pôneis quanto de cavalos, desde que estes tenham menos de 1 ano de idade.

Para os machos é usado o termo potro, mas as fêmeas é comum que se use “potranca”. É praticamente impossível confundir um pônei com um potro. Isso porque o primeiro apresenta características de fragilidade, justamente por ser um filhote.

O Pônei, ainda que pequeno, tem uma estrutura corpulenta e musculosa, o que nos esclarece que se trata de um animal já em fase adulta, e apenas de pequena estatura.

Os filhotes de cavalos têm pernas finas e compridas, enquanto os de pônei já apresentam pernas mais curtas mesmo com um corpo mais denso. Também costumam não ser difícil identificar e diferenciar isso.

Porém, uma curiosidade a respeito deles é que embora sejam dois animais diferentes, “pônei” é uma palavra que deriva da francesa “poulenet”, que significa justamente potro.

Aula de Equitação com Pôneis e Cavalos

Hoje em dia é muito comum que as escolas de equitação tenham a disposição tanto cavalos quanto pôneis. Ambos os equinos são indicados para aprender a montar, e podem ser facilmente selados pois costumam ser dóceis e muito agradáveis.

Mas, o que é comum é que as escolas utilizem os pôneis para atender as crianças. Isso tem diversas razões! para começar, a identificação com o tamanho é imediata!

Em segundo lugar, mesmo as crianças mais medrosas tendem a simpatizar com o pônei devido a sua estatura, que faz com que o animal pareça ainda mais simpático. E por fim, claro, tem a questão da segurança. Afinal, uma queda de pônei é bem menos arriscada do que de um cavalo com quase 2 metros.

Pôneis e Bebês

Existem algumas escolas que usam o pônei para gerar uma familiaridade de bebês com os animais. As aulas visam criar um ambiente agradável e divertido, estimulando uma relação de respeito com os equinos.

Crianças Montada em Pônei
Crianças Montada em Pônei

Os pôneis sem dúvidas carregam consigo uma atmosfera lúdica, e parecem saídos diretamente dos contos de fadas. Ocorrências desses animais mais violentos e agressivos não existe.

Curiosidades Sobre Cavalos que você Precisa Conhecer!

Como pudemos ver até aqui, os cavalos e pôneis são animais fascinantes. Seja você um curioso ou um aspirante a criador, eles realmente guardam uma série de curiosidades, e são incríveis. Vamos conhecer um pouco mais a respeito desses animais.

• Os cavalos são descendentes de uma espécie chamada mesohippus, que viveu há cerca de 40 milhões de anos;

• Estudiosos estimam que os cavalos tenham sido domesticados mais de 6 mil anos antes de Cristo.

• Nos grupos de cavalos o líder é sempre uma fêmea. Se trata de uma sociedade matriarcal;

• Uma égua fica prenha por quase 1 ano, totalizando 336 dias (11 meses).

• Logo que nascem os filhotes conseguem ficar em pé sozinhos após duas horas!

• O tempo de vida estimado de um cavalo é de 25 a 30 anos;

• Esses animais possuem uma memória incrível, e podem reconhecer uma pessoa mesmo depois de anos sem vê-la;

• Existem mais de 300 raças de cavalos e pôneis catalogadas, no entanto podem surgir muitas mais no futuro;

• O puro-sangue inglês é o cavalo mais rápido do mundo, e consegue alcançar impressionantes 80 km por hora!

• Algumas pessoas podem ter pavor de cavalos. Esse é um quadro conhecido como Equinofobia.

• Apesar de não se amplamente consumida, o Brasil produz muita carne de cavalo!

• A iguaria é muito bem aceita em outros países, tais como China e alguns da Europa.

Veja a Lista com as Raças Mais Caras e Mais Valiosas!

Os cavalos podem custar fortunas! Existem garanhões – que são os cavalos com maior capacidade de reprodução – que chegam a atingir os milhões em leilões. Veja a lista com as raças internacionais e nacionais que são mais valorizadas no mercado atualmente:

• Quarto de milha;

Quarto de Milha
Quarto de Milha

• Puro sangue inglês;

Puro Sangue Inglês
Puro Sangue Inglês

• Appaloosa;

Appaloosa
Appaloosa

• Percheron;

Percheron
Percheron

• Paint horse;

Paint Horse
Paint Horse

• Lusitano;

Lusitano
Lusitano

• Mustang;

Mustang
Mustang

• Andaluz;

Andaluz
Andaluz

• Galloway;

Galloway
Galloway

• Frísio;

Frísio
Frísio

• Shire;

Shire
Shire

• Bretão e árabe;

Bretão e Árabe
Bretão e Árabe

• Mangalarga;

Mangalarga
Mangalarga

• Pampa;

Pampa
Pampa

• Campolina;

Campolina
Campolina

• Crioulo.

Crioulo
Crioulo

São animais que geralmente interessam muito a criadores, e por isso tem os seus valores elevados. Os exemplares são vendidos por especialistas ou leiloados em eventos que reúnem apaixonados por cavalos.

Cavalos Selvagens – O que são? Ainda Existem?

Até agora falamos bastante a respeito dos cavalos enquanto criaturas domesticadas, que estão sempre em contato com o ser humano, ajudam nas tarefas e são parte integrante da rotina humana.

Mas, os cavalos são animais. E como tal, eles também tiveram a sua fase selvagem, antes de serem domesticados, em que viviam isolados e em condições completamente diferentes das atuais.

Ainda hoje existem cavalos selvagens, no entanto, em uma quantidade bem menor do que antes. A grande maioria desses animais está domesticada, e hoje é completamente habituada a convivência com as pessoas.

No entanto, eles não são puramente selvagens. Mesmo os exemplares que vivem afastados das comunidades e não mantém qualquer contato com a nossa espécie são descendentes de raças que foram domesticadas há cerca de 5 mil anos.

Cavalo-de-Przewalski (Equus Ferus Przewalskii)

Uma das espécies selvagens ainda catalogada é o Cavalo-de-przewalski que se encontra na Mongólia. Ele esteve muito perto de ser completamente extinto, mas um esforço local conseguiu aumentar a quantidade de animais e devolvê-los a natureza.

Se trata de um animal robusto e bonito, que parece muito com as raças de cavalos que mais conhecemos, e são bem tradicionais. O seu pelo possui coloração marrom clara, e a crina não é muito avantajada.

Em alguns casos eles podem ter listras nas patas, que se assemelham com as das zebras. Mas isso não é uma regra, e muitos animais têm as patas castanha escura.

As fêmeas se organizam em grupos logo que abandonam a mãe, por volta dos 3 anos de idade, quando são consideradas jovens. Elas rapidamente se unem a outro bando.

Os machos costumam vagar por mais tempo até encontrar um espaço em um grupo já composto. É comum também que aconteçam brigas entre machos como dominação de território.

Pesquisas atuais nos mostram que esses animais não são mais puramente selvagens. Eles são descendentes de exemplares que foram domesticados. Ainda assim, são o mais próximo de “cavalos selvagens” que temos atualmente.

Programa de Reprodução

Eles precisaram passar por uma espécie de programa de reprodução a fim de aumentar o número de exemplares na natureza. Isso porque na década de 60 havia pouquíssimos cavaloes dessa raça.

No entanto, o que se sabe é que fora esses não há mais ocorrências de cavalos selvagens. Provavelmente domesticamos todos, e eles já não vivem mais por conta própria, em condições tão hostis.

O Cuidado com Cavalo Selvagens
O Cuidado com Cavalo Selvagens

É, portanto, papel do ser humano cuidar de todas as espécies e manter esses animais sob devida proteção.

Os cavalos são inteligentes, bonitos, fortes, dóceis e uteis. São diversas características positivas em um mesmo animal, o que nos prova novamente o valor dessa espécie para a humanidade.

Veja também

Intoxicação por Inalação

Quais os Sintomas de Intoxicação por Inalação?

Envenenamento ou intoxicação é o nome dado a lesão ou morte devido à deglutição, inalação, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *