Home / Animais / Tudo Sobre O Chimpanzé: Características, Nome Científico E Fotos

Tudo Sobre O Chimpanzé: Características, Nome Científico E Fotos

Os primatas são animais encantadores, e que trazem inúmeras características muito semelhantes às dos seres humanos. Essa semelhança toda gera uma identificação quase que imediata: geralmente conseguimos ser empáticos, e temos maior piedade dessa espécie.

Ainda assim, muita gente desconhece os hábitos dos chimpanzés, e não entende muito sobre a inteligência desse animal – o que pode ser realmente surpreendente.

A verdade é que o chimpanzé (Pan troglodytes) se destaca por diversos motivos dentre os primatas. Além de sua estrutura física ser maior e mais corpulenta do que a maioria, eles também são mais espertos e conseguem e demonstram uma capacidade cognitiva impressionante.

Infelizmente essas também são características que levaram esse animal a ser amplamente caçado e explorado, o que acaba colocando a espécie em riscos diversos.

Características Físicas Do Chimpanzé: Descubra Como É O Corpo Do Animal

As características físicas desse animal são um dos pontos que mais aproxima a espécie dos humanos. Eles pesam entre 30 e 70 quilos, sendo que as fêmeas costumam ser mais leves.

Em pé, um chimpanzé mede até 1,60, o que é muito parecido com a estatura média de um ser humano também. Uma diferença, no entanto, é que esse animal possui uma envergadura bem acentuada, andando encurvado.

Mas, eles superam os seres humanos no que diz respeito a sua força. Podem ter a força até 3 vezes mais intensa – e isso é amplamente utilizado em sua vida em habitat natural.

• Mãos e Pés:

Com certeza você já viu fotos e imagens de chimpanzés, e deve ter notado que eles possuem membros que se parecem mais com mãos e pés do que com patas, como acontece com outros animais.

Esse é outro motivo que faz com que essa espécie se destaque no mundo animal. Eles também possuem polegares, e isso tem uma relevância fundamental na questão evolutiva.

Chimpanzé e Homem Com as Mãos Dadas
Chimpanzé e Homem Com as Mãos Dadas

Isso porque a existência desse dedo permite que os primatas peguem coisas com as mãos, e tenham maior controle de manuseio. Gorilas e lêmures também são providos dessa facilidade, e possuem o polegar opositor.

As mãos estão na ponta de braços que são muito compridos, maiores do que as pernas, e que ajudam na locomoção do chimpanzé – fator que falaremos em outro momento.

Já os pés parecem mãos, e são usados na locomoção tanto em solo quanto em árvores. A planta do pé possui uma pele muito grossa e resistente, e costuma ser bem comprida, facilitando o caminhar.

Afinal, Como Os Chimpanzés Se Locomovem?

A movimentação dos chimpanzés é bem curiosa. Eles podem se firmar sobre duas pernas, como seres humanos, embora não fiquem completamente eretos.

Mas a movimentação do chimpanzé é essencialmente quadrupede, ou seja, se ancorando tanto nas pernas quanto nos braços simultaneamente. As mãos ficam fechadas, de modo que ele se apoie sobre os dedos dobrados.

A locomoção de forma bípede é usada em apenas algumas ocasiões. Além disso, eles também conseguem se movimentar pelas árvores, usando os braços como apoio para se balançar e saltar de um lugar para o outro. Por isso os braços são tão longos.

Os saltos são precisos, e mostram um grande potencial acrobata desse animal. Você dificilmente verá um chimpanzé cair de uma árvore por calcular mal a sua distância – isso pode acontecer somente se o animal estiver envenenado, ferido ou debilitado.

A movimentação é fundamental para esses animais, embora eles não cacem. Os chimpanzés são amplamente caçados pelo ser humano, e muitas vezes precisam fugir rapidamente para garantir a sobrevivência. Além disso, também usam a sua agilidade na disputa por território entre bandos.

Habitat E Alimentação

Os chimpanzés são animais de grande distribuição, o que significa que podem ser encontrados em vários locais, as estão essencialmente no continente africano – embora alguns exemplares tenham sido exportados para outras regiões.

Eles se encontram no Senegal, Congo, Uganda, Tanzânia. Existe registros tanto na África Oriental quanto Central e Ocidental.

Geralmente estão em locais arborizados, como florestas e parques reservados. Mas existem também grupos que migram para a savana, numa região mais hostil e seca.

Chimpanzé Se Alimentando
Chimpanzé Se Alimentando

Embora sejam animais altamente sociáveis, é bem comum que os grupos entrem em batalhas por território quando encontram outra comunidade de chimpanzé. Por isso não é comum encontrar dois grupos vivendo próximos – existe um grande respeito territorial entre eles.

Alimentação:

A dieta desse primata é bem variada. A sua preferência é por frutas, e eles costumam consumir tanto aquelas que caem do pé quanto aquelas que estão bem frescas, localizadas no topo de uma árvore.

Mas, assim como os seres humanos, esses primatas são omnívoros. Isso significa que se alimentam de praticamente todos os tipos de alimentos – frutas, vegetais, folhas e outros animais.

O mais interessante a respeito da alimentação é que eles são capazes de “preparar” o alimento antes de consumi-lo. Por exemplo, chimpanzés adoram nozes, e sabem como quebrar a casca para consumir.

É comum que posicionem a noz em uma raiz dura de árvore, e batam com uma pedra até que se parta. Também existem algumas frutas e plantas que eles mastigam até que forme uma massa.

Depois disso, mergulha em água para que seja mais fácil absorver o suco daquele ingrediente.

Já para comer insetos, como as formigas, eles costumam procurar por formigueiros e locais empesteados.Posicionam um galho no local e esperam que muitos insetos subam, e então comem.

Alguns estudiosos acreditam que essas técnicas tão elaboradas para obtenção de alimentos são passadas de uma geração para a outra, e ensinadas aos chimpanzés mais novos.

Como Se Reproduzem Os Chimpanzés?

Quem deseja saber tudo sobre chimpanzés pode se surpreender com o comportamento desse animal.
Não é à toa que é considerado um dos primatas mais interessantes para muitos pesquisadores – e inegavelmente podemos identificar muita semelhança com o ser humano.

A reprodução acontece a partir da fecundação, contando com um exemplar masculino e um feminino. Uma mesma fêmea pode copular com diversos machos no mesmo dia, o que significa que não se trata de uma sociedade monogâmica.

Chimpanzé Acasalando
Chimpanzé Acasalando

A gestação dura de 200 a 260 dias, e gera apenas um filhote ou, no máximo, dois. As fêmeas podem parir durante qualquer período do ano, pois os chimpanzés também fazem sexo com intenção de manter os vínculos, e não apenas como método de reprodução.

• Laços Maternos:

Como já dissemos antes, os chimpanzés possuem hábitos que muitas vezes se assemelham com os dos seres humanos. Um deles é justamente a maternidade.

Os filhotes possuem grande vínculo com as mães, e se mantêm sob seus cuidados até mais ou menos 4 anos de idade.

A partir dos 5 ou 6 anos é que os pequenos se tornam independentes.
Isso não significa que já podem reproduzir! A maturidade sexual acontece após os 10 anos, sendo que eles podem viver até os 50 – então possuem muito tempo para reprodução.

Os machos não cumprem grande papel na criação dos filhos. Eles brincam e protegem, mas não são responsáveis pelos cuidados básicos dos filhotes – essa função acaba sendo apenas das fêmeas.

Embora uma mesma fêmea copule com vários machos, isso só acontece com aqueles que são considerados dominantes, Machos frágeis costumam não gerar descendentes.

Chimpanzé e Filhote
Chimpanzé e Filhote

A organização e os cuidados em sociedade são tão intensos entre esses animais, que caso uma mãe morra antes do desmame, o seu filho é cuidado pelos outros membros do bando – principalmente pelos irmãos mais velhos.

A reprodução em cativeiro é uma estratégia adotada para manter a espécie em segurança, já que chimpanzés estão constantemente ameaçados de extinção. Nesses casos, diferentemente do que acontece com outras espécies, os animais acabam ganhando uma expectativa de vida maior, chegando aos 60 anos.

Inchaço De Estro – O Cio Das Fêmeas

Embora as fêmeas passem grande parte do ano prontas para manter relações sexuais, o inchaço de estro mostra quais são os períodos de maior fertilidade.

Nesse momento, a região genital fica completamente exposta, denuda e inchada. Esse inchaço faz com que os machos se sintam mais atraídos, e aumenta o odor de feromônios, o que também acaba atiçando os chimpanzés.

Com isso aumenta as chances de copulação, e consequentemente as chances de que a fêmea engravide e gere um novo descendente.

Relembramos que os chimpanzés são animais libertinos, ou seja, não mantém relações monogâmicas. É comum que a fêmea seja inseminada por mais de um macho no mesmo dia, tornando muitas vezes bem difícil identificar a olho quem é o pai da cria.

Chimpanzé no Cio
Chimpanzé no Cio

No caso dos bonobos, a relação sexual pode ser usada ainda como método de manter o bom relacionamento entre os membros do grupo. Por isso mesmo esses animais são considerados “ninfomaníacos”, embora esse título seja amplamente refutado por especialistas.

Quando não ocorre o inchaço de estro, a fêmea tem a sua libido relativamente diminuída, e os machos também demonstram menor interesse sexual por ela.

• Como Os Chimpanzés Demonstram Seu Interesse Sexual?

Isso pode acontecer de maneira verdadeiramente descarada – felizmente, bem diferente de como os seres humanos agem quando se sentem atraídos por outros.

Os machos tendem a se “aparecer” soltando gritos e chacoalhando galhos de árvore para chamar a atenção das fêmeas de seu bando. Eles também podem exibir o pênis ereto para as fêmeas.

Já os exemplares femininos, quando estão com a parte genital inchada, sentam-se na face dos machos, fazendo com que sintam ainda mais o cheiro, e aumentem o interesse em copular.

É muito comum que os machos demonstrem mais interesse pelas fêmeas mais velhas. Essas, por sua vez, costumam cruzar não apenas com muitos exemplares de seu bando, mas, muitas vezes, até com chimpanzés de outros grupos.

A Importância Do Macho Alfa No Coito Dos Chimpanzés

Grupo de Chimpanzés na Floresta
Grupo de Chimpanzés na Floresta

O macho alfa costuma acasalar com todas as fêmeas adultas do bando, e é normal que outros machos prefiram manter relações em segredo, temendo o chefe do grupo.

Uma vez que o alfa perceba um casal em coito, é comum que ele interrompa isso com gritos e ações agitadas, como que pedindo respeito, e interrompendo o acasalamento.

No entanto, a inseminação é muito rápida, e basta o macho montar por alguns segundos para que a fêmea seja inseminada. Dessa forma, um coito rápido pode gerar descendentes que não sejam do macho alfa.

A Impressionante Inteligência Dos Chimpanzés

Qualquer pessoa que se disponha a conhecer e estudar um pouco a respeito dos primatas pode se surpreender com a inteligência desses animais. E isso não é diferente quando estamos falando dos chimpanzés.

Inclusive, a capacidade de raciocínio deles é um dos fatores que mais motivam pesquisas diversas acerca do modo de vida desses animais – e continuam surpreendendo com os resultados.

Uma das coisas que pesquisadores puderam identificar é que chimpanzés possuem uma mente criativa e um raciocínio inventivo. Isso significa que eles podem “improvisar” ações para resolver um problema.

É justamente isso que acontece quando eles mastigam alimentos até formar uma massa. Eles usam essa massa para absorver líquidos, facilitando a hidratação e até mesmo a digestão. Essa é uma sabedoria passada de pais para filhos entre os chimpanzés.

Eles também são extremamente habilidosos quando o assunto é “prever” alguma ação. Em jogos tecnológicos, por exemplo, os chimpanzés podem se mostrar tão ou mais inteligentes do que os seres humanos.

• Falta de Concentração:

Se você é do tipo que enfrenta uma grande dificuldade para conseguir se concentrar nos estudos, mesmo que aquela prova tão importante esteja chegando, não se preocupe: você não é o único.

Talvez, esse seja um problema enfrentado por todos os primatas, pois, os chimpanzés também têm certa dificuldade com concentração – o que acaba comprometendo a sua produtividade, ainda que ele seja muito inteligente (você se identificou?).

• Autocontrole:

Chimpanzé se Comunicando Com um Menino
Chimpanzé se Comunicando Com um Menino

Outra característica muito curiosa percebida nesse animal, e não em outros, é a questão de autocontrole.
O autocontrole é uma característica muitas vezes associadas ao sucesso. Assim como os humanos, os chimpanzés também demonstram esse comportamento, e podem “esperar” estrategicamente alguma coisa.

Basicamente, alguns chimpanzés mais inteligentes são capazes de “esperar” um pouco mais para receber uma recompensa amais interessante, conforme os testes mostraram. Essa é mais uma característica que prova o quanto esses animais são inteligentes.

• Reconhecimento Da Própria Imagem:

Se você tem um animalzinho de estimação talvez já tenha feito o teste divertido de colocá-lo frente a um espelho. As reações podem ser diversas: alguns ficam intrigados com o reflexo, outros simplesmente ignoram aquilo.

Existem apenas dois animais que conseguem identificar o seu próprio reflexo, e entendem que aquela imagem é a sua própria: os humanos e os chimpanzés.

Os chimpanzés sabem que o reflexo é deles mesmo, e não se assustam nem ficam curiosos com aquilo, pois entende exatamente o que significa.

Uma Sociedade Organizada

Sociedade dos Chimpanzés
Sociedade dos Chimpanzés

Os chimpanzés vivem em sociedades muito bem organizadas, lideradas pelos machos alfas. A disputa pela liderança do bando pode ser feita através de gritos estridentes e batalhas físicas, onde geralmente um sai bastante ferido.

Para intimidar seus rivais, um macho pode também usar a técnica de chacoalhar os galhos de árvores. Não é raro encontrarmos imagens de registros desse momento, quando alguns exemplares dessa espécie simplesmente agitam as árvores enquanto gritam – isso costuma anteceder os ataques físicos.

O mais curioso a respeito dessa organização, no entanto, é que os chimpanzés podem se afiliar a outros grupos a fim de conseguirem mais poder para “tomar” o bando de um determinado líder.

Essa capacidade de organização estratégica é apenas mais uma prova de que se trata de um animal de extrema inteligência e capacidade de raciocínio.

• As Fêmeas No Bando:

A sociedade desenvolvida pelos chimpanzés é patriarcal, o que significa que é dominada essencialmente pelo macho. As fêmeas costumam viver uma vida bem solitária.

Depois de ganhar os filhotes ela carrega o pequeno chimpanzé até por volta de seus 4 anos. Em muitos momentos é comum que ele ande de fato no colo ou nas costas da mãe.

Fora isso, as fêmeas fazem companhia entre si, mas não participam ativamente de outras coisas. Durante as disputas por território, no entanto, elas podem reforçar o coro de gritaria.

• Sistema de Punição:

É comprovado que os chimpanzés são capazes de aplicar punições a exemplares que desrespeitem alguma regra do grupo. Essa punição pode variar – agressões físicas, confinamento, exclusão do bando.

Conheça O Bonobo – O Curioso Chimpanzé-Pigmeu

Chimpanzé-Pigmeu
Chimpanzé-Pigmeu

O bonobo é uma espécie de chimpanzé que traz alguns comportamentos bem curiosos. Ele é frequentemente chamado de “chimpanzé-pigmeu” ou “chimpanzé-anão”, já que seu porte físico costuma ser um pouco menor do que o do chimpanzé- comum.

Uma das coisas mais curiosas a respeito dessa espécie é que ela apresenta um comportamento sexual bem peculiar se comparada a outros animais. Os bonobos muitas vezes são considerados “ninfomaníacos”, embora essa afirmação seja frequentemente contestada pelos especialistas.

Isso ocorre porque esses animais realmente possuem um comportamento sexual bem curioso. Eles podem, por exemplo, fazer sexo hetero e homossexual apenas por prazer, e sem intenção de reprodução.

Além disso, é comum que os bonobos copulem também como uma forma de manter os ânimos apaziguando conflitos entre membros do grupo. O sexo é, por fim, utilizado muitas vezes como uma forma de diminuir o estresse.

• Características Físicas:

Uma das principais características é o fato de serem pouco menor que o chimpanzé-comum. Um exemplar macho de bonobo pode medir até 83 centímetros e pesar até 60 quilos.

O ombro e o rosto são mãos estreitos, mais afinados do que os dos chimpanzés. As fêmeas possuem seios proeminentes – não chegam a ser tão visíveis como os dos seres humanos, mas são claramente maiores do que os dos machos.

São animais terrestres e arborícolas, o que significa que dividem a sua vida entre o solo e as árvores. Para isso usam seus braços compridos e os polegares para se segurar.

Chimpanzés Andando de Mãos Dadas
Chimpanzés Andando de Mãos Dadas

• Sociedade Matriarcal:

Diferentemente do que acontece nas outras espécies de macacos, o bonobo vive uma sociedade matriarcal, onde as fêmeas desempenham o papel dominante.

Elas são sexualmente ativas durante todo o ano, e não precisam entrar no cio, ou esperar o período fértil para manter relações sexuais. Assim como acontece com os machos, as fêmeas também são essencialmente bissexuais – o que significa que se relacionam tanto com machos quanto com outras fêmeas.

De todos os primatas – dentre os quais o ser humano também se encaixa – os bonobos são os que apresentam a maior taxa de comportamento homossexual. Cerca de 60% das relações envolvem ao menos duas fêmeas.

Essa liberdade sexual, bem como o fato de as fêmeas desempenharem papel essencial no bando fez com que esses macacos ficassem conhecidos como “Macacos-feministas”. Isso porque, de fato, esse comportamento difere bastante do que acontece com outros macacos.

Bonobos Passam A Vida Inteira Fazendo Sexo – Verdade Ou Mentira?

Graças ao seu comportamento e apetite sexual voraz, os bonobos recebem a errônea fama de ninfomaníacos, e existem artigos e conteúdos que sugerem que esses animais passam a sai vida inteira em atividade sexual.

O importante é entender que esses animais utilizam o sexo em momentos específicos, e com finalidades específicas. Além de tudo o que citamos antes o sexo ainda serve como ante estressante para eles.

O que acontece é que eles usam as genitais como uma forma importante de organização dentro do bando. A fricção das partes íntimas acaba sendo uma estratégia para acalmar os ânimos, dividir tarefas, e tornar a convivência entre os animais mais agradável.

Existem também casos de bonobos que se tocam de maneira sensual, provavelmente se masturbando. No entanto, esses animais não demonstram uma atividade sexual muito superior ou diferente da dos chimpanzés.

A única questão aqui é que, nessa sociedade essencialmente matriarcal, as fêmeas utilizam as genitálias e o odor como fonte importante de organização social – por isso não é raro vê-las se esfregando.

Os machos ganham destaque nessa sociedade apenas quando são filhos de mães dominantes – nesse caso ele pode se aproveitar de sua condição “privilegiada”, e até mesmo se tornar mais importante do que outras fêmeas.

Conheça as 4 subpopulações de Chipanzés

População de Chimpanzés
População de Chimpanzés

Embora os chimpanzés tenham comportamentos muito semelhantes, existem 4 subespécies dentro do que chamamos de “chimpanzé-comum”. Vamos saber mais sobre a localização delas:

Chimpanzé ocidental: Essa subespécie está localizada na Nigéria e em Guiné.

Chimpanzé Nigéria-Camarões: Infelizmente essa é a espécie que corre o maior risco de desaparecer. Hoje, estima-se que não existam mais do que 6 mil exemplares desse animal na natureza. Eles vivem exclusivamente na região da Nigéria e Camarões, como o próprio nome sugere.

Chimpanzé central: Esse chimpanzé é encontrado em regiões como República do Congo, Camarões, Gabão e Guiné Equatorial com maior facilidade. Existem poucos relatos desse animal em outros locais.

Chimpanzé oriental: Já esse é o chimpanzé que conta com maior abundância de exemplares, distribuídos entre República Centro-africana, República Democrática do Congo, Sudão do Sul, Uganda, Ruanda, Burundi, Tanzânia e Zâmbia.

Todos esses animais fazem parte do gênero “Pan”. São muito próximos aos seres humanos, assim como o bonobo.
No entanto, os chimpanzés de modo geral apresentam muito mais pelo, sendo esse de coloração bem escura. Eles são maiores que os bonobos, mais forte e robustos também.

O Que São Os Símios?

Embora sejam frequentemente confundidos com diferentes espécies de macacos, os chimpanzés são, na verdade, símios, ou “macacos antropomorfos”.

Assim são classificadas aquelas espécies que são mais próximas dos seres humanos, apresentando uma impressionante semelhança genética. Além deles, são classificados assim os gorilas, bonobos, e orangotangos e os gibões (e, claro, os humanos).

Família de Chimpanzés
Família de Chimpanzés

Uma das características físicas que diferencia essas espécies é que nenhuma delas possui cauda. Em inglês, inclusive, existem duas palavras distintas para se referir a cada um dos tipos. “Monkeys”, são os macacos com caudas, e “Apes” são os símios.

Apesar de hoje correrem o risco amargo de extinção, os chimpanzés, que compartilham um DNA de 98% semelhante com o do ser humano, já foram milhares na África.

A caça e a devastação do habitat são motivos pelos quais os números caíram tanto, bem como a contração de doenças como o Ebola, que, como citamos anteriormente, matou muitos animais.

Hoje em dia, segundo pesquisas e estudos, não existem mais do que 300 mil desses animais vivendo na África. Infelizmente ainda são amplamente capturados para exploração como atração em circos, ou para criação como pets.

Risco De Extinção – Quem É O Maior Predador Desse Primata?

É muito triste, mas os chimpanzés estão na lista de animais que correm risco de desaparecer por completo. O principal predador dessa espécie, é claro, é o ser humano.

Além da caça predatória, os chimpanzés também sofrem com a devastação de seu ambiente. Quanto mais florestas são invadidas e as árvores são cortadas para servir aos seres humanos, mais acuados esses animais ficam. Sem alimentação, eles acabam morrendo, ou ainda migram para estradas e afins – e acabam atropelados.

• Entretenimento com Chimpanzés:

Chimpanzé Segurando as Pernas do Dono
Chimpanzé Segurando as Pernas do Dono

Em outros casos, chimpanzés são capturados para servirem de entretenimento. Ainda é frequente o uso desse animal de maneira exploratória em atrações como circo, festas etc.

Há ainda quem crie ilegalmente como pet. Acontece que os chimpanzés são fortes e podem se tornar agressivos – o que é uma ameaça ao bem-estar das pessoas. Esses não são animais próprios para cativeiro, muito menos para estimação.

Infelizmente os riscos de extinção não se limitam apenas a esse macaco. Segundo pesquisas, cerca de 60% dos primatas estão hoje na lista vermelha, e podem desaparecer por completo.

Os chimpanzés, ao lado dos bonobos, são os animais que compartilham a maior semelhança genética com os seres humanos, é verdadeiramente muito triste pensar que ao final do século eles podem nem existir mais.

Madagascar e Indonésia são os países onde o risco de extinção é mais preocupante. Isso porque é também o local onde se concentra a maior parte das espécies de primatas.

• Doenças Que Podem Matar Esse Animal:

Além da caça ilegal, exploração e devastação, existe um outro problema que coloca a existência de alguns primatas em risco: a infestação de doenças.

O Ebola, por exemplo, que levou milhares de pessoas a morte desde sua identificação, também atingiu gorilas e outros primatas, e pode ter matado muitos chimpanzés.

Foto de um Chimpanzé Doente
Foto de um Chimpanzé Doente

Na verdade, segundo estudos e pesquisas recentes, estima-se que um terço da população de gorilas e chimpanzés foi dizimada justamente por conta do vírus do ebola. Isso nos prova que doenças também podem ser grandes vilãs contra a existência dessas espécies.

• Qual Seria a Solução?

A solução para conter essa devastação, e consequentemente diminuir os riscos de que o animal desapareça por completo, é a conscientização e os esclarecimentos a respeitos dos riscos.

A população precisa entender a importância dos primatas, não somente no que diz respeito ao equilíbrio ecológico como um todo, mas também para pesquisas e descobertas que ajudem a desvendas os mistérios acerca do surgimento do homo sapiens.

Chimpanzé E Seres Humanos – Evoluímos Mesmo Dos Macacos?

Chimpanzé Em Cima de um Homem
Chimpanzé Em Cima de um Homem

As semelhanças entre os chimpanzés e os homens são gigantescas. Na verdade, no que diz respeito a questão genética, a similaridade entre ambos chega a 98%, o que é muito alto e surpreendente.

A teoria da evolução foi proposta por Charles Darwin, e compreende que as espécies sofreram mutações de uma geração para a outra, de modo a se adaptarem melhor aos ambientes, climas e situações as quais estavam expostas.

É justamente nessa teoria que está abrigada a ideia – com comprovações cientificas – de que os seres humanos teriam evoluído dos macacos. E a semelhança genética entre o chimpanzé e o homem apenas torna essa evidência ainda mais interessante.

Embora alguns estudos recentes coloquem em dúvida tamanha similaridade, e afirmem que seres humanos e chimpanzés compartilham apenas 70% do material genético, ainda assim podemos identificar comportamentos que são, de fato, muito semelhantes.

• Evoluímos Diretamente Do Macaco?

Umas das Ilustrações Sobre a Evolução do Homem
Umas das Ilustrações Sobre a Evolução do Homem

Mesmo essas semelhanças – e possíveis diferenças – nos mostram que seres humanos e macacos são parentes próximos. No entanto, a evolução humana não se deu diretamente dos chimpanzés.

Na verdade, humanos e chimpanzés compartilham um antepassado que viveu na terra há cerca de 6 milhões de anos.
Essa espécie é nominada de Ardipithecus kadabba, e foi descoberta em 2001 através de fósseis que foram encontrados Etiópia. Provavelmente essa é a primeira espécie que marca a separação entre o que seria o Homo Sapiens, e o que seriam os chimpanzés.

Algumas características físicas que puderam ser litadas é que essa criatura possuía uma postura mais ereta do que a do chimpanzé, assemelhando-se mais ao homem. No entanto, os caninos continuavam pontiagudos e compridos.

Curiosidades Sobre Os Chimpanzés

Como pudemos notar até aqui, os chimpanzés são animais muito interessantes, e que realmente trazem uma série de semelhanças com os seres humanos que definitivamente nos fazem analisar o reino animal com mais cuidado e muito mais atenção.

Mas as coisas interessantes a respeito desse primata não param por aí. Eles são também animais que detém um comportamento muito variado, e que nos surpreende com frequência.

• Matemática:

Talvez você nem imagine, mas os chimpanzés são animais que possuem um impressionante conhecimento matemático.

Através de estudos, cientistas e biólogos descobriram que eles são capazes de distinguir conceitos de adição e subtração, capacidade que até então acreditávamos ser exclusiva dos seres humanos.

Nos mesmos testes os animais foram desafiados a organizar objetos de acordo com seu formato, e a missão foi cumprida com sucesso. Isso significa que também podem distinguir as formas geométricas.

• Emoções:

Em outro momento também constatamos que os animais podem sentir diferentes emoções. A frustração, por exemplo, pode ser percebida entre eles quando tomam decisões erradas, e não atingem seus objetivos.

O senso de justiça também impera entre eles. Para ter essa comprovação, alguns cientistas fizeram divisões de alimentos entre os animais, e eles mostraram incomodo e descontentamento quando a divisão parecida injusta.

Chimpanzés Podem Falar – Verdade Ou Mito?

Chimpanzé Aparentemente Pensando
Chimpanzé Aparentemente Pensando

Por uma questão física, os chimpanzés não podem falar. Eles não possuem um aparelho vocal próprio para emitir palavras, no entanto, não significa que não conseguem compreender e responder a comunicação humana.

Muitos animais podem identificar e memorizar diversas palavras comuns de nosso vocabulário. Alguns testes até mesmo comprovam que os chimpanzés são capazes de se comunicar através da linguagem de sinais – aquela utilizada pelas pessoas que possuem deficiência auditiva.

• Fabricação de Ferramentas:

Se eles podem nos surpreender pela capacidade de comunicação, também podem ser exímios no uso de ferramentas. Isso mesmo!

Até pouco tempo atrás, a ciência acreditava que somente seres humanos eram capazes de criar e usar ferramentas para facilitar algumas tarefas. Mas, novamente os primatas puderam nos mostrar que também conseguem fazer isso.

Existem documentações que provam que alguns exemplares desses animais vivendo em condição selvagem no Senegal construíram suas próprias ferramentas de caça, esculpindo lanças e outras armas em bambu.

Um dos motivos pelos quais conseguem fazer isso é graças a alta capacidade de memorização. Existem provas de que chimpanzés podem memorizar números, sequencias, endereços etc.

Conheça A História De Ham – O Chimpanzé Que Foi Enviado Ao Espaço!

Chimpanzé Ham
Chimpanzé Ham

Tamanha similaridade com os seres humanos fez com que muitas experiências e testes fossem feitos em chimpanzés para garantir a segurança dos seres humanos.

Ham e Enos foram os dois chimpanzés, que, ainda bebês, foram enviados em uma capsula espacial. Existem muitos questionamentos a respeito das questões éticas que envolvem essa prática, uma vez que os animais foram submetidos a diversos riscos.

Isso ocorreu em janeiro de 1961. O Ham foi capturado no Camarões, e levado por caçadores para Miami. Então foi comprado pelo centro de estudos da NASA, e submetido a uma série de testes que visavam escolher o melhor exemplar para a missão.

O documentário americano One Small Step: The Story of the Space Chimps (200) conta a história de como os chimpanzés se tornaram a ferramenta mais importante das pesquisas acerca da ida do homem a lua, e de como, pelo mesmo motivo, passaram por experiências terríveis.

O filme traz uma série de relatos que mostram as glórias e as mazelas a cerca dessas experiências, e nos faz questionar até que ponto, de fato, o uso de animais para avanços como esse é algo verdadeiramente ético.

É importante destacar que todo o processo de envio foi monitorado por especialistas. Durante uma falha, a cápsula em que Ham se encontrava foi lançada pela atmosfera terrestre diretamente ao oceano atlântico.

Uma missão de resgate foi montada, e Ham foi encontrado vivo, com apenas algumas escoriações nasais. Depois disso só chimpanzé, que até então era conhecido apenas como “nº 65” foi finalmente batizado.

Depois dessa missão, Ham foi enviado a um zoológico em Washington DC, onde viveu por mais 16. anos, vindo a falecer por causas naturais aos 27 anos de idade. A sua história, no entanto, ficou conhecida por todos.

Descubra Como É A Rotina Dos Chimpanzés

Esses animais são extremamente inteligentes. Eles são onívoros, e saem em busca de alimentação durante o dia. No entanto, você não verá um grupo e chimpanzés sem saber onde ir – eles geralmente traçam uma rota para locais abundantes em frutas.

Depois de se alimentar, é natural que o bando faça longos períodos de descanso. Nesse momento, as mães alimentam os filhotes enquanto os machos brincam com eles.

Chimpanzé Alimentando o Filhote
Chimpanzé Alimentando o Filhote

De modo geral são animais tranquilos, mas podem acontecer disputar territoriais – entre machos – bem violentas. Além da gritaria e de chacoalhar os galhos, eles também entram em lutas.

Misterioso Parasita Faz Com Que Chimpanzés Cometam “Suicídio”

Nem toda a inteligência e o preparo do mundo é capaz de manter os chimpanzés completamente livres de todos os riscos. Um deles é, inclusive, desencadeado por um parasita extremamente perigoso, chamado de Toxoplasma gondii.

Através de muitos estudos, foi descoberto que esse parasita ataca diversos mamíferos, mas conclui seu curso de vida apenas no organismo de felinos.

Assim sendo, uma das reações desencadeadas é que o animal que está carregando o protozoário se sinta atraído pelo cheiro da urina de felinos de grande porte – como os guepardos e leopardos – e vá em busca do animal.

É justamente isso que alguns chimpanzés fazem, e acabam, claro, caçados facilmente pelos grandes felinos. Não há estudos muito precisos a respeito de como esse parasita age, mas aparentemente ele gera comandos específicos para cada animal que invade.

Isso porque os chimpanzés testados sentiram-se mais atraídos pelo cheiro da urina do Leonardo – um dos felinos mais mortais para os primatas – do que outros animais.

Então, é realmente possível que esse parasita aja de maneira a aumentar o comportamento suicida de um primata, levando o pobre chimpanzé de encontro a um de seus predadores mais temidos.

Essa é apenas mais uma curiosidade a respeito desses animais, que com certeza compõem um dos grupos mais interessantes, e que merece toda a nossa atenção – e cuidado.

Veja também

Quais Doenças as Lagartixas Podem Transmitir Para Humanos?

Répteis como cobras, tartarugas e lagartixas se tornaram populares como animais de estimação. Seu apelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *