Home / Animais / Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos trazer mais um animal incrível e cheio de curiosidades super interessantes para os amantes de animais. Por isso você precisa ficar com a gente até o final para não perder nenhuma informação importante.

Tudo Sobre a Lebre

Nome Científico – Lepus

Nossa estrela de hoje é conhecida popularmente como lebre, esse nome na verdade compreende diversas espécies de uma família chamada Leporidae, eles são mamíferos e podem estar dentro de três gêneros diferentes como Pronolagus, Caprolagus e o Lepus. São animais extremamente rápidos, por isso se movimentam tão bem, alguns deles são capazes de correr a 55 Km/hora.

O macho é chamado de Lebrão, quando jovem ainda pode ser chamado de lebracho. Lebre é o nome dado à fêmea, já os filhotes são conhecidos como láparos.

Características da Lebre

Lebre na Natureza
Lebre na Natureza

A lebre comum curiosamente tem uma alteração comportamental no período da primavera, costumam ser animais noturnos, mas nesse período adotam hábitos diurnos e podem ser encontradas perseguindo outras lebres no relvado, acreditava-se que esse era na verdade um embate entre os machos para descobrir quem seria o líder. São disputas bem sérias, onde eles se agridem utilizando as patas.

Com observações mais prolongadas notaram que na verdade o que acontece é que uma lebre parte para cima de um lebrão, dessa forma a fêmea demonstra sua força e que ainda não está no período de reprodução.

As lebres têm uma alimentação muito parecida com a de seus parentes os coelhos. Entre as diferenças entre esses dois animais, uma delas é com relação ao nascimento dos filhotes, enquanto nas lebres eles vem ao mundo se movimentando bem  e vendo tranquilamente, os filhotes do coelho chegam cegos e precisam ficar protegidos no ninho por um tempo antes que estejam liberados para saírem sozinhos. Outra diferença está ligada aos ninhos, enquanto as lebres fazem seus ninhos em ambientes planos e em covas rasas, os coelhos fazem diretamente no chão.

O número de lebres em seu habitat natural vem diminuindo ao longo dos anos, dados mostram que nos últimos 10 anos a redução foi de 30%. Infelizmente um dos fatores que ajudaram para que isso ocorresse foi por conta da indústria, o comércio utiliza a pele de lebre para confecção de tapetes e artigos de decoração, além disso a indústria também lucra com a carne que é uma iguaria. Com tantos fatores, ongs conseguiram diminuir a caça ao animal através de diversas ações, com isso a população voltou lentamente a crescer.

A distribuição atual desses animais é concentrada em alguns países da Ásia, da África, e por grande parte da América e da Europa. Em nosso país elas se concentram no Sul do país, principalmente em locais mais tranquilos como fazendas, ou florestas .

Qual a Diferença Entre o Coelho e a Lebre?

Na verdade existem algumas diferenças e não somente uma em específico. Aliás eles se parecem bastante, ambos são fofos, tem os membros inferiores mais alongados e grandes orelhas compridas. Por isso, separamos uma lista de diferenças importantes entre eles para te ajudar a identificar quando for preciso.

Para começar, não podemos esquecer que esses animais possuem muitas coisas em comum, talvez por isso eles se pareçam tanto. Primeiro que ambos fazem parte da mesma família que é conhecida como leporídeos. Essa família é dividida em onze gêneros, o gênero Lepus é a nossa lebre. Sobraram ainda 10 gêneros que compreendem diversas espécies de coelhos.

  • São muitos animais, muitos tipos e espécies que podem confundir nossa cabeça, mas também por isso são animais tão curiosos e incríveis. Uma diferença bastante determinante é que as lebres e os coelhos têm seus habitats muito próprios, por terem comportamentos diferentes, é justo que morem em lugares diferentes.
  • As lebres procuram viver em locais mais abertos como por exemplo extensos campos, já os coelhos têm necessidade de se esconder, por isso tendem a procurar lugares que favoreçam a construção de suas tocas no chão, ou em arbustos dentro de florestas.
  • Outro ponto importante nessa diferenciação é com relação às características físicas de cada um. Um dos pontos é o tamanho de cada um deles, os coelhos são menores e não medem mais de 44 cm no total, enquanto isso a lebre costuma medir em média cerca de 68 cm no total.
  • A coloração da pelagem também é um ponto importante, enquanto as lebres possuem uma coloração marrom que pode variar na tonalidade indo para o amarelo ou para o cinza. Os coelhos têm uma maior variedade de cores, eles podem ser pretos, cinzentos, vermelhos e totalmente brancos.
  • As lebres possuem orelhas longas, podendo medir cerca de 10 cm no total, além de possuírem algumas pequenas manchas pretas. A cauda da lebre também tem uma coloração especial, na parte inferior é preto e na parte superior é um branco puxado para o cinza.
  • Já os coelhos possuem orelhas curtas, os membros inferiores não são tão longos quanto aos da lebre, por esse motivo elas pulam distâncias menores e não tão altas. As lebres são campeãs de salto, são capazes de saltar até 3 m de altura.
  • Ambos têm como alimentação base casca de árvores, folhas, raízes e gramas. Os dois também curiosamente tem o hábito de comer os próprios dejetos, isso ocorre porque é a melhor forma deles conseguirem aproveitar todos os nutrientes dos alimentos. Lembrando que esse é um comportamento na natureza, não ocorre a mesma coisa em animais domesticados e que se alimentam de ração própria.
  • Os coelhos gostam de viver em grupos, já as lebres preferem ficar sozinhas.
  • Outra diferença é a respeito do tempo de gestação, no caso da lebre pode levar 2 meses, enquanto a do coelho é de apenas 30 dias. Enquanto as lebres geram de 1 a 8 filhotes, os coelhos geram de 5 a 6.

Você sabia dessas informações todas? Conta para gente o que mais te surpreendeu sobre esses animais aqui em baixo nos comentários e até a próxima!.

Veja também

Papagaio

Porque o Papagaio Fala Como a Gente?

Se você como a gente é cheio de curiosidades a respeito dos animais, com certeza …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.