Home / Animais / Tipos de Rãs e Espécies Representativas

Tipos de Rãs e Espécies Representativas

As rãs são amplamente distribuídas, desde os trópicos até as regiões subárticas, mas a maior concentração da diversidade de espécies está nas florestas tropicais. Existem mais de 7.000 espécies registradas, representando mais de 85% das espécies de anfíbios existentes. Elas também são uma das cinco ordens de vertebrados mais diversas. As espécies de rãs verruga tendem a ser chamadas de sapos, mas a distinção entre rãs e sapos é informal, não da taxonomia ou da história evolutiva.

Um sapo adulto tem um corpo robusto, olhos protuberantes, língua presa anteriormente, membros dobrados embaixo e sem cauda (exceto em rãs de cauda). As rãs possuem pele glandular, com secreções que variam de desagradáveis a tóxicas. Sua pele varia em cor de marrom camuflado, cinza e verde para padrões vívidos de vermelho vivo ou amarelo e preto para mostrar toxicidade e afastar os predadores. Rãs adultas vivem em água doce e em terra seca; algumas espécies são adaptadas para viver no subsolo ou em árvores.

O sapo é um nome comum para certas rãs, especialmente da família bufonidae, que são caracterizadas por pele seca e coriácea, pernas curtas e grandes protuberâncias cobrindo as glândulas paratóides. A distinção entre rãs e sapos não é feita na taxonomia científica, mas é comum na cultura popular (taxonomia folclórica), em que os sapos estão associados à pele mais seca e a mais habitats terrestres. Para descrever um tipo de rã e sua espécie representativa, como pede o tema de nosso artigo, selecionaremos uma informação básica sobre uma espécie de cada família principal a seguir:

Família Ascaphidae

Família Ascaphidae
Família Ascaphidae

Os ascaphus são duas espécies de rãs no gênero ascaphus, o único grupo taxonômico na família ascaphidae. A “cauda” no nome é na verdade uma extensão da cloaca masculina. A cauda é uma das duas características anatômicas distintas que adaptam a espécie à vida em riachos de fluxo rápido. Estas são as únicas espécies de rãs norte-americanas que se reproduzem por fertilização interna. As duas espécies representativas são ascaphus montanus e ascaphus truei.

Família Bombinatoridae

Família Bombinatoridae
Família Bombinatoridae

Espécies de bombina são sapos aquáticos, com cerca de 7 cm de comprimento, e a maioria é conhecida por suas barrigas brilhantes. Os bombinatoridae são freqüentemente chamados de sapos-de-barriga-inchados por causa de seus ventrais brilhantemente coloridos, que mostram que são altamente tóxicos. Esta família inclui dois gêneros, barbourula e bombina, ambos com corpos achatados. Como espécie representativa da família, selecionamos bombina variegata.

Família Alytidae

A família contém três gêneros existentes: alytes, discoglossus e latonia. O primeiro é um pouco parecido com um sapo e pode ser encontrado em terra. O segundo é mais suave e mais parecido com uma rã, preferindo a água. O terceiro gênero foi até recentemente considerado extinto, e é representado pela recém-redescoberta rã-pintada-da-palestina. Todas as espécies têm girinos que vivem na lagoa. A rã-pintada-da-palestina (ou latonia nigriventer) é a nossa espécie representativa selecionada.

Família Alytidae
Família Alytidae

Família Pelobatidae

Os pelobatidae tem apenas um gênero pelobates, contendo quatro espécies. Eles são nativos da Europa, do Mediterrâneo, do noroeste da África e da Ásia ocidental. Como espécie representativa do tipo selecionamos o sapo de unha negra (pelobates cultripes).

Família Pelobatidae
Família Pelobatidae

Família Pelodytidae

Família Pelodytidae
Família Pelodytidae

Essa família consiste em apenas um gênero, o pelodytes, que contém apenas três espécies. Estes sapos podem ser encontrados no sudoeste da Europa e no Cáucaso. Como espécie representativa selecionamos o pelodytes punctatus que, devido à sua coloração, parece enfeitada com salsa.

Família Pipidae

Família Pipidae
Família Pipidae

Os pipidae são uma família de sapos primitivos e sem língua. As 41 espécies da família pipidae são encontradas na América do Sul tropical (gênero pipa) e na África subsaariana (os outros três gêneros). Como espécie representativa selecionamos o hymenochirus boettgeri.

Família Rhinophrynidae

Família Rhinophrynidae
Família Rhinophrynidae

Os rhinophrynidae são uma família de rãs contendo um gênero existente, o rhinophrynus monotípico, e vários gêneros fósseis. Dentre o único gênero existente, selecionamos como espécie representativa o rhinophrynus dorsalis que, por acaso, é a única espécie do gênero.

Família Scaphiopodidae

Família Scaphiopodidae
Família Scaphiopodidae

Os scaphiopodidae são uma família de sapos americanos, nativos do sul do Canadá e dos Estados Unidos e que se estendem ao sul do México. A família é pequena, compreendendo apenas sete espécies diferentes. Como espécie representativa selecionamos o sapo pé de pá (scapiopus couchi).

Família Allophrynidae

Família Allophrynidae
Família Allophrynidae

Aqui já destacamos o allophryne ruthveni como único espécime representativo dessa família, o qual, por sua vez, é o único membro da subfamília allophryninae, um clado recentemente colocado sob a família centrolenidae (elevado por alguns autores ao grau de uma família separada allophrynidae). Esses sapos vivem na Guiana, na Venezuela, no Suriname, no Brasil e na Bolívia.

Família Amphignathodontidae

Família Amphignathodontidae
Família Amphignathodontidae

Aqui falamos de uma família disputada. Quando tratado como uma família separada, consiste em dois gêneros, gastrotheca e flectonotus. As rãs são nativas da América Neotropical (América Central e do Sul). Sob a visão dominante, no entanto, eles são tratados como parte da família dos hemiphractidae. Como espécie representante dessa família, selecionamos o gastrotheca argenteovirens.

Família Arthroleptidae

Família Arthroleptidae
Família Arthroleptidae

São uma família de sapos encontrados na África sub-Sahariana. Este grupo inclui as arborícolas africanas do gênero leptopelis, juntamente com os criadores terrestres arthroleptis, e vários gêneros restritos às florestas guineenses da África central e ocidental. Selecionamos o scotobleps gabonicus como espécie representativa.

Família Brachycephalidae

Família Brachycephalidae
Família Brachycephalidae

São uma família de pequenas rãs confinados a florestas no sul do Brasil. A família é composta de dois gêneros aparentemente bem diferentes: os coloridos e fofos do gênero brachycephalus e o mais magro e mais monótono gênero ischnocnema, com algumas espécies também chegando ao nordeste da Argentina. Como espécie representativa selecionamos o brachycephalus ephippium.

Família Bufonidae

Família Bufonidae
Família Bufonidae

Esta é a única família de anuros em que todos os membros são conhecidos como sapos, embora alguns possam ser chamados de rãs. Os bufonídeos agora compreendem mais de 35 gêneros, sendo bufo o mais difundido e conhecido. Como espécie representativa selecionamos o atelopus flavescens.

Família Centrolenidae

Família Centrolenidae
Família Centrolenidae

Embora a coloração geral do fundo da maioria destes sapos arborícolas seja primariamente verde-lima, a pele abdominal de alguns membros desta família é transparente. As vísceras internas, incluindo o coração, fígado e trato gastrointestinal, são visíveis através da pele. Como espécie representativa selecionamos o hyalinobatrachium yaku.

Família Dendrobatidae

Família Dendrobatidae
Família Dendrobatidae

São rãs tropicais nativas das América Central e do Sul. Os membros dessa família são famosos tanto por sua alta toxicidade como pelas espécies que apresentam colorações impressionantes e vívidas. Selecionamos como espécie representativa o hxcidobates mysteriosus.

Família Heleophrynidae

Família Heleophrynidae
Família Heleophrynidae

A família é constituída por dois gêneros, heleophryne e hadromophryne, com sete espécies. Essas rãs vivem em riachos de montanhas velozes na África do Sul. A espécie representativa selecionada é heleophryne orientalis.

Família Hemisotidae

Família Hemisotidae
Família Hemisotidae

São as espécies de rãs do gênero hemisus, o único género na família. Eles são encontrados na África subsaariana tropical e subtropical. Espécie representativa: hemisus guttatus.

Família Hylidae

Família Hylidae
Família Hylidae

Os hylidae são uma ampla família comumente referidos como arborícolas. No entanto, os hilídeos incluem uma diversidade de espécies de rãs, muitas das quais não vivem em árvores, mas são terrestres ou semiaquáticas. Nesta família você encontra muitas das conhecidas pererecas. Como espécie representativa selecionamos a phyllomedusa sauvagii.

Família Hyperoliidae

Família Hyperoliidae
Família Hyperoliidae

São uma grande família de rãs de tamanho pequeno a médio e cores vivas que contém mais de 250 espécies em 19 géneros. Selecionamos como espécie representativa a heterixalus alboguttatus.

Família Leptodactylidae

Família Leptodactylidae
Família Leptodactylidae

Eles são uma família diversificada de rãs que provavelmente divergiram de outros hiloóides durante o Cretáceo. A família inclui membros terrestres, escavadores, aquáticos e arbóreos, habitando uma ampla variedade de habitats. Como espécie representativa selecionamos a rã quatro olhos (physalaemus nattereri).

Família Mantellidae

Família Mantellidae
Família Mantellidae

Essas rãs são endêmicas das ilhas de Madagascar e Mayotte. Espécie representativa selecionada: mantella aurantiaca.

Família Microhylidae

Família Microhylidae
Família Microhylidae

São uma família de sapos geograficamente difundida. As 584 espécies estão em 61 gêneros e 11 subfamílias, que é o maior número de gêneros de qualquer família de rãs. Espécie representativa selecionada: chaperina fusca.

Família Myobatrachidae

Família Myobatrachidae
Família Myobatrachidae

São uma família de sapos encontrados na Austrália e Nova Guiné. Espécie representativa selecionada: neobatrachus sudelli.

Família Ranidae

Família Ranidae
Família Ranidae

Essa família têm a mais ampla distribuição de qualquer família de rãs. Elas são abundantes na maior parte do mundo, ocorrendo em todos os continentes, exceto na Antártida. Como espécie representativa selecionamos a rã golias (conraua goliath).

Família Rhacophoridae

Família Rhacophoridae
Família Rhacophoridae

As rãs desta família ocorrem na África Subsaariana tropical, no sul da Índia e no Sri Lanka, no Japão, nordeste da Índia para o leste da China sul através das Filipinas e do Grande Sundas e Sulawesi. Espécie representativa selecionada: pseudophilautus amboli.

Família Rhinodermatidae

Família Rhinodermatidae
Família Rhinodermatidae

São uma família de pequenos sapos encontrados na costa sudoeste da América do Sul. Espécie que geralmente a representa é a rhinoderma darwinii.

Família Sooglossidae

Família Sooglossidae
Família Sooglossidae

Uma família de sapos encontrados nas Ilhas Seychelles e na Índia. Espécie representativa: sechellophryne gardineri.

Veja também

Ficha Técnica do Bull Terrier: Peso, Altura e Tamanho

O Bull Terrier é um cão único, graças à sua cabeça “ovo”. Alegre, fidedigno, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *