Home / Animais / Reprodução do Bulmastife: Filhotes e Período de Gestação

Reprodução do Bulmastife: Filhotes e Período de Gestação

A apreciação de cães para animais de estimação é compartilhada por muita gente, e existem algumas espécies muito interessantes e que possuem umas características bem peculiares, como é o caso do bulmastife. Dele, vamos falar mais especificamente de como se dá a sua reprodução.Um pouco do histórico da raça

Em se tratando da história do bulmastife, o que se sabe é que existem alguns registros dessa raça datados desde o ano de 1791. Contudo, o reconhecimento dessa raça só veio a acontecer em sua terra natal (a Grã-Bretanha) no início do século XX. O pouco que se sabe de sua origem é que muito provavelmente ele surgiu do cruzamento de um Mastiff  com um Buldogue.

Durante muito tempo, esse animal foi bastante utilizado como cão de guarda, porém, tudo começou mesmo no período que precedeu a primeira Revolução Industrial. Nesse tempo, a caça era uma prática ilegal ali na Grã-Bretanha, e um cão que era muito usado no combate aos caçadores era justamente o Mastiff. No entanto, apesar de forte, ele era muito lento.

Foi então que cruzamentos entre o Mstiff com outras raças foram sendo feitos para conseguir um animal que fosse mais forte, e que, ao mesmo tempo, também fosse mais rápido e furtivo. Foi daí que surgiu o cruzamento perfeito com o Buldogue.

Por sua eficácia no trabalho que desempenhava, o bulmastife passou a ser apelidado de “gamekeeper’s night dog” (ou simplesmente cão guardião noturno). A sua fama de grande vigilante das propriedades, então, tornou-se notória, tornando-se uma das raças mais populares nas áreas urbanas britânicas.

Contudo, essa nova raça só veio a ser reconhecida pelo conceituado English Kennel Club no ano de 1924, e AKC somente em 1934. Com o passar do tempo e até hoje essa é uma das raças mais faladas quando o assunto é ter um cão de guarda realmente bom.

Características Básicas do Bulmastife

No geral, essa raça de cachorro pode possuir três cores distintas: vermelho, castanho, ou mesmo tigrado. O focinho e as orelas são escuros, e às vezes, ele terá uma mancha branca em seu peitoral. O crânio dessa raça, inclusive, é bem grande, com algumas rugas na testa, o que dá pra perceber bem que ele está bem atento às coisas ao seu redor.

Bulmastife Características

Já os olhos do bulmastife são proporcionais ao tamanho da sua cabeça, escuros e sempre alertas aos movimentos à sua volta (não à toa, ele é um ótimo cão de guarda). As orelhas, por sua vez, são triangulares, sendo postadas no alto do lado da cabeça. E, o focinho é largo, não sendo lá muito curto.

Devido à sua massa muscular, o pescoço é um pouco arqueado e bem largo. Os seus lombos também são bem poderosos e largos, e suas extremidades são muito bem desenvolvidas, em especial, seus membros posteriores, o que confere a ele uma curiosa capacidade de pular.

E, Como é a Reprodução e o Período de Gestação do Bulmastife?

Para não se ter problemas com reprodução, e muito menos com o tempo de uma gestação, é necessário que esses cães estejam gozando de plena saúde, estando ótimos em termos físicos, e tendo também um comportamento que seja condizente com a raça em questão. Dessa forma, será praticamente certo que os filhotes nasçam bem e igualmente saudáveis.

Geralmente, os filhotes dessa raça nascem via cesariana, já que é comum que raças braquicefálicas (como esta aqui) tenha problemas em partos normais. O período de gestação da fêmea dessa cão dura em torno de 60 dias. Esta, por sinal, precisa ter uma alimentação especial e balanceada enquanto estiver prenha.

Importante que essa gestação seja acompanha por um veterinário, especialmente após o parto, pois ele irá indicar quais as vacinas necessárias para o cãozinho em seus primeiros meses de vida, e quando eles já poderão ser autônomos em relação à mãe.

A média de uma ninhada normal dessa raça é de, pelo menos, uns 8 filhotes.

Como são as Crias do Bulmastife?

Mesmo que, de início, os filhotes dessa raça seja tímidos e um tanto medrosos, caso sejam bem treinados, eles poderão ser excelentes cães de guarda no futuro. Isso porque as características dessa raça são bem determinantes para o comportamento dela, e de fato está no DNA de um bulmastife que ele será um animal bem aguerrido.

O ideal é que o seu dono acostume o seu pet desde cedo a conviver com pessoas e outros animais que por ventura tenham na casa. Pelo menos, até os 9  meses de idade, ele começará, aos poucos, a adquirir mais autoconfiança, e portanto, é recomendável que ele não faça exercícios, como subir e descer escadas, por exemplo, visto que suas articulações ainda estão fracas, podendo gerar deformações.

Cria de Bulmastife

É preciso, evidentemente, que a disciplina faça parte do cotidiano desse cãozinho desde muito cedo. Como ele possui bem mais energia que um animal adulto, certamente, ele pode bagunçar bastante a casa. Inclusive, esse comportamento será mantido por cerca de 1 ano, mais ou menos. Por isso, os treinamentos são importantes, até mesmo para que não virem animais com excesso de dominância, e atrapalhem a dinâmica do ambiente, seja com as pessoas, seja com outros animais do local.

E, Afinal, Qual é o Temperamento Geral do Bulmastife?

Apesar de precisar ser treinado desde filhote, esse cão, em toda a sua vida, possui um temperamento bastante tranquilo (mesmo sendo um exímio cão de guarda), sendo muito devotado à família que o acolheu. Raramente ele perde a serenidade, a não ser quando sente alguma ameaça. Porém, não possui instinto de morder, muito menos, de machucar.

E, ao mesmo tempo que são inteligentes, também são bastante teimosos no geral, sendo necessário ter uma pegada firme no treinamento, sendo aconselhável que isso aconteça desde filhote. Inclusive, enquanto filhotes e adolescentes, esses cães podem ser bem animados e tempestuosos. Porém, na maior parte dos casos, cuidar de um bulmastife é tranquilo, até mesmo porque ele não requer tanto espaço, podendo se adaptar até mesmo em apartamentos (desde que sejam oferecidas caminhas diárias pra ele).

Uma raça, portanto, bem interessante, desde a fase de filhote até a vida adulta.

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *