Home / Animais / Reprodução das Aranhas: Tempo de Gestação e Filhotes

Reprodução das Aranhas: Tempo de Gestação e Filhotes

Se observarmos atentamente o comportamento das aranhas, veremos criaturas que nascem, se desenvolvem, vivem em seu habitat, constroem suas teias que servem de lar, proteção para seus descendentes e também para capturar alimentos, preservando a manutenção de sua espécie. O sucesso reprodutivo da qualquer espécie demanda que seus herdeiros sejam protegidos até a fase adulta, todo comportamento dos progenitores com este objetivo, chama-se cuidado parental.

Reprodução das Aranhas

Quanto a reprodução, as aranhas são dioicas, ou seja cada indivíduos apresentam sexos separados, masculino e feminino e possuem fecundação interna.

A reprodução das aranhas apresenta algumas armadilhas. As aranhas são sexuadas mas não copulam. Os machos tecem uma teia espermática, onde deposita os espermatóforos e aguarda que a fêmea fique na posição adequada para que ele com a ajuda dos pedipalpos, deposite seu esperma na abertura genital da fêmea, assim sendo transmitidos para os palpos da fêmea.

Embora a “viúva negra’ carregue a fama de matar seu macho nesta ocasião, a verdade e que seu macho morre de hemorragia em virtude de perder seu “membro” durante o ato furtivo, entretanto outras fêmeas de aranhas  realmente abatem seus pares nesta fase.

A fase de reprodução requer da fêmea, doses extras de proteínas e energia em todos os seus processos formadores de tecidos e células reprodutoras. Adivinha de onde algumas fêmeas decidem adquirir esta reserva extra de nutrientes?

Em algumas espécies o macho, em virtude da proximidade com as mandíbulas da fêmea, acaba sendo sacrificado e devorado. Há espécies que a fêmea aproveita a “festinha” e envolve o macho em suas teias, reservando-o para futuras refeições.

Como os machos costumam ser menores que as fêmeas, este momento íntimo exige estratégicas dos machos. Veja algumas:

O macho executa um ritual com a finalidade de tentar hipnotizar a fêmea  e, dependendo do movimento, colocar o esperma diretamente no órgão genital da fêmea;

O macho provoca vibrações ritmadas na teia chamando a atenção da fêmea, sinalizando sua intenção de acasalar, para que a fêmea não o confunda com uma presa, atacando-o;

O machos, para não ser comidos, embrulha uma mosca ou algum outro “petisco” em um pacote de seda e presenteia a fêmea e, quando ela está distraída, se aproxima, e após a fertilização, foge apavorado;

O macho aproveita uma fase de troca da carapaça, quando a fêmea está menos agressiva e mais vulnerável, para fertiliza-la;

Machos mais corajosos prendem a fêmea a fios de seda antes do acasalamento para fertiliza-la, passando seus genes adiante, fugindo rapidamente em seguida.

Reprodução de Aranhas: Tempo de Gestação

Postura dos Ovos

Um dos aspectos do cuidado parental que abordaremos se refere a uma fase anterior ao nascimento da prole, que se caracteriza no preparo de ninhos, tocas e outros abrigos para receber os filhotes ou ovos. A fêmea da aranha, após a fecundação, estimula suas secreções e começa a tecer teias para que possa armazenar sua grande quantidade de ovos em segurança.

Esta estrutura que as aranhas formam para receber seus ovos chama-se ooteca ou ovissaco. A ooteca ou ovissaco se fixa ao abdômen da aranha que se dilata nesta ocasião, tal como após uma vasta refeição, protegendo os ovos durante a incubação.

A Incubação dos Ovos

Aranha Mãe E Seus Ovos Para Incubação
Aranha Mãe E Seus Ovos Para Incubação

A ooteca ou ovissaco torna-se o micro habitat dos ovos da aranha, o cuidado com os prospectivos herdeiros nesta fase da reprodução animal é deveras notória. Muitos pássaros e aves incubam seus ovos sentando sobre eles, ou mantendo-os entre seus pés, para protege-los do frio e garantir que os embriões mantenham-se aquecidos. Outras aves, como algumas espécies de patos, cujo embrião é sensível a altas temperaturas protegem os ovos do calor cobrindo os ninhos com penas.

Tais precauções não são negligenciadas pelas aranhas, elas utilizam a teia para prender a ooteca ou ovissaco, escondido sob estreita vigilância da aranha mãe, ou são transportados por ela para todos os lugares que ela for e em todas as atividades que ela realizar. Ela se mantém próxima a ooteca até a eclosão dos ovos.

A Eclosão dos Ovos

Após o nascimento, algum dos cuidados parentais incluem alimentação, abrigo e proteção contra predadores, algumas aranhas carregam seus filhotinhos nas suas costas até a primeira ecdise (muda de carapaça), e tais cuidados são essenciais, pois os filhotes de aranhas nascem muito miudinho e são muito frágeis, mostrando-se um cardápios nutritivo para outros animais, até os irmãos mais fortes da ninhada alimentam-se dos mais fracos.

Aranhas: Desenvolvimento

A pele das aranhas (exoesqueleto) é produzidos da mesma substância  que compõe as nossas unhas e cabelos, a quitina. A dureza desta estrutura em contraste da fragilidade dos tecidos internos do corpo de uma aranha, impedem que seus tecidos cresçam, por isso nesta fase de crescimento, após o nascimento, as aranhas passam por diversas fases de ecdise (mudas), até atingir a fase adulta.

Durante a pré-ecdise a aranha procura um refúgio e se entoca ali, algumas aranhas obstruem a entrada com folhas, terra e teia, para sentirem-se seguras. Permanecem ali sem se alimentar e reclusa por cerca de dez dias, dependendo da espécie, idade e tamanho. Quando então se desvencilha de sua proteção e lentamente nova pele se estabelece.

Aranhas fêmeas de algumas espécies sofrem ecdises anualmente, dependendo das condições de clima e ambientais, mesmo depois de adultas, são normais de 5 a 7 mudas durante o desenvolvimento das aranhas. Neste período, o animal se torna frágil e susceptível a predadores, já que o corpo fica desprotegido e mole, até que a nova pele seque e se torne rígida.

Aranhas: Precauções

Na fase adulta as aranhas se estabelecem em matas, pântanos, deserto e casas. Algumas espécies vivem em buracos no solo, enquanto outras vivem em teias. A fim de evitar acidentes com aranhas que escolhem os ambientes domésticos, algumas prevenções devem ser adotadas:

– antes de vestir ou calçar sapatos e roupas, verificar se há algum animalzinho deste por dentro da peça;

– andar sempre calçado;

– não acumular lixo, entulho, madeira, tijolos, próximo de residências, pois atraem aracnídeos;

– não colocar a mão desprotegida dentro de buracos ou embaixo de madeiras.

Utilize o campo dos comentário e nos informe o que achou deste texto. Sua participação é muito importante para nós…

by [email protected]

Veja também

Quantos Ovos Posso Comer Por Dia Para Emagrecer?

O resultado de uma recente pesquisa revelou que pessoas que afirmavam  tomar um  café da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *