Home / Animais / Raça de Cavalo Hispano-Bretão: Característica, História e Fotos

Raça de Cavalo Hispano-Bretão: Característica, História e Fotos

As raças de cavalo classificadas como espanholas possuem os seus primeiros registros ligados à Antiguidade. O cavalo classificado como puro sangue espanhol teria contribuído na origem de muitas dessas raças, tanto na Europa quanto na América.

A preocupação com a preservação das características equinas do cavalo puro sangue espanhol desenrolou-se por volta do ano 700, a partir do surgimento da Cavalaria da Corte de Córdoba, a qual demandou a criação de cavalos de qualidade.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre uma das raças resultantes do cavalo puro sangue espanhol, a raça de cavalo hispano-bretão, a qual é resultante do cruzamento desta primeira com a raça bretão.

Então venha conosco e boa leitura.

Cavalo Puro Sangue Espanhol

Puro Sangue Espanhol
Puro Sangue Espanhol

Este cavalo também pode ser conhecido pelo nome Andaluz. É considerado um cavalo inteligente, talentoso e elegante. Possui facilidade para realizar saltos, assim como para ser adestrado.

Em relação às características físicas, a altura da cernelha está compreendida entre 1,55 a 1,65 centímetros. A cabeça é considerada mediana. O pescoço é forte e arqueado, no qual se dispõe uma crina longa. O peitoral é considerado largo.

Cavalo Bretão

O Bretão é um cavalo de tração que teria surgido na Bretanha (região administrativa pertencente à França, e situada na porção Oeste do país). Esse cavalo não é considerado uma raça pura, uma vez que é resultante do cruzamento outras raças tanto europeias quanto orientais.

A altura média é de 1,58 centímetros, contudo pode variar entre as marcas de 1,55 a 1,63 centímetros. A pelagem é castanha ou alazã, sendo que estruturas como a crina e o rabo são mais claras, podendo até mesmo apresentar nuances de loiro. Outras variações de coloração para a crina e para o rabo incluem as cores vermelha, azul, cinzenta e baia.

O pescoço é curto, mas bem posicionado. A musculatura da cernelha é bastante evidente. O peitoral é largo, e a região das ancas é quadrada e larga. As pernas são curtas, porém muito fortes, nas quais há juntas reforçadas e cascos bem definidos (com até mesmo presença de plumagem).

De acordo com a região da Bretanha, na qual esses cavalos se originaram, podem classificados em até 3 subtipos o bretão corlay (também chamado de bretão “petit trait”), quase extinto e considerado o menor dos tipos- é frequentemente empregado para montaria e atividades mais leves; o bretão postier, cuja funcionalidade está relacionada a puxar veículos, assim como realizar atividades mais leves; e o bretão de tração, considerado o maior subtipo e facilmente empregado para trabalhos mais pesados.

Entre os trabalhos classificados como mais leves, está inclusa a montaria. Na atualidade, a raça é utilizada tanto para trabalho em fazendas, quanto para atividades de coleta de macroalga. Contudo, em alguns países europeus (Alemanha, Suíça, França e Bélgica) a raça também é criada com o fim de produção de carne, uma vez que a carne de cavalo é bastante apreciada nestas localidades.

Raça de Cavalo Hispano-Bretão: Característica, História e Fotos

O cavalo hispano-bretão é resultante do cruzamento entre o cavalo andaluz (ou puro sangue espanhol) com o cavalo bretão, dessa forma conservando algumas das características das duas raças.

Considerando os aspectos históricos, a idéia inicial para concepção da raça foi de utilização em trabalhos agrícolas. Atualmente, os usos são diversos, incluindo entre eles o controle de incêndios.

Outras Raças de Cavalos Hispânicos: Característica, História e Fotos

Entre as principais raças de cavalos espanholas, estão o cavalo Asturcón, o cavalo hispano-bretão, o cavalo hispano-árabe, o cavalo Menorquino, o cavalo Losino, o cavalo Jaca Navarra,o cavalo Pura Raça Galego, o cavalo Pottoca, o cavalo Mallorquin e o cavalo Marismeño.

O cavalo Asturcón é bastante fácil de montar, em razão de sua pequena altura de 120 centímetros, fator que contribui para que também seja conhecido como pônei asturiano. Acredita-se que desde a Antiguidade, a raça podia ser encontrada na faixa territorial montanhosa que se estendia dos Montes Cantábrios aos Pirineus Ocidentais.

Assim como o cavalo hispano-bretão, o cavalo hispano-árabe também é resultante de um cruzamento, porém no caso, o cruzamento é entre o cavalo árabe e o cavalo puro sangue espanhol.

O cavalo Menorque recebe esse nome por ser natural da ilha de Menorca. É bastante obediente e manso, sendo empregado com bastante frequência em trabalhos agrícolas, adestramento e equitação.

No caso do cavalo Losino, a raça é nativa da região de Burgos, mais precisamente do Valle de Losa. É considerado um cavalo indígena e também um dos mais antigos da Europa. Fisicamente, é pequeno, rústico, mas também elegante. Costuma ser utilizado como animal de sela infanto-juvenil, sendo muito comum em cavalgadas nas áreas montanhosas e rurais.

O cavalo Javarra possui uma localização de origem muito peculiar: a montanha Cantábrica Oriental. É classificado como raça selvagem ou semi-selvagem, logo costuma se desenvolver em liberdade, assim como em regime de pecuária extensiva.

O cavalo Pura Raça Galego é encontrado nas regiões de serras ou montes e áreas de grande vegetação, tal como entre o Lugo e Pontevedra. É de pequeno porte, uma vez que a altura ao nível da cernelha está compreendida entre 120 e 140 centímetros. Seu temperamento dócil o torna ideal para competições e até mesmo terapia equina.

Assim como a raça anterior, o cavalo Pottoka também é classificado como pônei. Possui pelagem negra e grande resistência. Desde a Antiguidade habita a Cordilheira Cantábrica.

A raça Mallorquim é conhecida por seus pêlos negros, pescoço curto e temperamento tranquilo. É muito utilizada tanto para equitação quanto para trabalhos de campo.

A última raça desta listagem é a Marismeño, a qual é originária de Doñana (ou Andaluzia). Este cavalo é naturalmente selvagem, porém já foi domesticado. Atualmente, está em risco de extinção.

*

Depois de conhecer características sobre muitas raças, dentre as quais a hispano-bretão; nosso convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral e, provavelmente, você encontrará algum tópico de seu interesse.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Meus Animais. Conheça as raças de cavalo espanholas. Disponível em: <https://meusanimais.com.br/conheca-as-racas-de-cavalo-espanholas/>;

Wikipédia. Bretão (cavalo). Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Bret%C3%A3o_(cavalo)>.

 

 

Veja também

Jumento Pêga: Características, Nome Cientifico e Fotos

O Brasil possui muitos itens que pertencem exclusivamente ao país, tais como flores e outros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *