Home / Animais / Quanto Tempo Leva para o Filhote de Cisne sair do Ninho?

Quanto Tempo Leva para o Filhote de Cisne sair do Ninho?

Uma das mais bonitas aves do mundo já apresenta uma beleza bem peculiar desde filhote. Por sinal, desde que nascem os pequenos cisnes são muito bem cuidados pelos pais, demorando um pouco para deixar os seus ninhos e se aventurem no mundo selvagem.

Começo de Tudo: Como é a Reprodução dos Cisnes?

Assim como diversas outras aves, o cisne possui todo um ritual de acasalamento, que consiste num show de exibição dos machos perante as fêmeas. Trata-se de um ritual bem completo, por sinal, envolvendo cores, danças e cantos (com o uso do famoso “canto do cisne”). Na maior parte das vezes, é o macho quem inicia uma aproximação entre o casal, começando por exibir a sua plumagem e o seu canto com o intuito de impressionar a futura parceira.

Nadando de frente um para o outro, o casal já formado se ergue até cair na água, esticando-se, e levantando o peito, as asas, e todo o corpo. Interessante notar, por sinal, que o casal de cisnes fica junto até a morte. Inclusive, a fêmea somente irá mudar de parceiro caso este não seja capaz de construir um ninho suficientemente adequado para proteger seus futuros ovos.

Um casal de cisnes tem, em média, de 3 a 10 filhotes por vez, com uma incubação que dura em torno de 40 dias. A partir do momento que nascem os filhotes possuem uma plumagem cinza, bem diferente dos cisnes adultos. Quanto mais crescem, mais a plumagem vai clareando, e ganhando brilho.

Como pais, os cisnes são bastante protetores e prestativos, guardando os seus ovos e o seu território muito bem. Pra se ter uma ideia, enquanto os ovos não eclodem, macho e fêmea ficam revezando sentados sobre eles. Inclusive, quando essas aves se sentem ameaçadas (especialmente quando estão protegendo as suas crias), elas abaixam as cabeças, e silvam como se dissessem ao seu predador: “Recue agora!”.

E, Quanto Tempo Leva para o Filhote de Cisne sair do Ninho?

Na verdade, bem pouco tempo após o seu nascimento, os filhotes já começam a passear com pais na água. Detalhe: montados em suas costas, já que o sentimento de proteção dos cisnes não acaba após o nascimento dos filhotes.

Nesses primeiros dias de vida, os pequenos cisnes ainda são bastante vulneráveis, e, de fato, precisam de toda a proteção possível dos seus pais. Até porque, como todo filhote recém-nascido, eles são bastante curiosos, e a atenção redobrada dos seus pais evita maiores transtornos.

Por sinal, os sentidos dos filhotes já estão bastante desenvolvidos, tanto é que os pais, logo que as suas crias nascem, emitem sons para que os pequenos cisnes possam identificar desde cedo quem são os seus pais. Interessante notar que, nesse aspecto, cada cisne possui um som único, como uma espécie de “fala”, que usam para se comunicar uns com os outros.

Filhote de Cisne no Ninho

Com cerca de 2 dias de vida (ou até um pouco mais), os pequenos cisnes começam a nadar sozinhos, mas sempre sob as asas deles, ou pedindo novamente uma carona em suas costas, especialmente em viagens com águas muito profundas. Ainda assim, ele é o que chamamos de filhote precoce, pois em pouquíssimo tempo de vida, ele já consegue ver, andar, ouvir e nadar muito bem para um recém-nascido.

O mais incrível é que após o 2° dia de vida, pais e filhotes, em geral, já saem do ninho, partindo para uma vida semi-nômade. Como os filhotes já são bem ágeis e aprendem muito rápida, esse estilo de vida não acaba sendo tão complicado quanto parece.

Após cerca de 6 meses após o nascimento, os jovens cisnes já conseguem voar, porém, o instinto familiar ainda é muito forte. Tanto é que, geralmente, eles são se separam dos pais e irmãos com 9 meses de idade, ou até mais do que isso.

E, Numa Criação de Cisnes em Cativeiro, como Cuidar dos Filhotes?

Mesmo não sendo necessariamente tão dócil quanto outras aves aquáticas, especialmente quando se sente ameaçado ou mesmo quando está no período de reprodução, o cisne em cativeiro não exige tantos cuidados quanto se possa imaginar (inclusive, os filhotes).

Tudo o que é necessário é uma pastagem, alimento sempre à disposição, um abrigo de porte pequeno à margem do lago e a aplicação de vermífugos, pelo menos, uma vez por ano. Essas são as condições mínimas para ter um casal de cisnes. Inclusive, essa criação pode muito bem ser consorciada com a de certos peixes, como as carpas, por exemplo.

Nesse cativeiro, a alimentação das aves deve ser à base de ração, inclusive, para os filhotes recém-nascidos, que devem receber, inicialmente, uma ração molhada e misturada a verduras frescas e picadas. Logo após 60 dias de nascidos, recomenda-se dar aos filhotes ração de crescimento.

Já durante o período de procriação, a recomendação é dar ração de reprodução, acrescentando cerca de um quinto de ração para cachorro, pois, dessa forma, os pequenos cisnes nascerão fortes e saudáveis, com os pais sendo fortes e saudáveis também.

Também se recomenda deixar água à disposição, pois em dias quentes os cisnes gostam de comer, intercalando com goles homéricos de água.

A maturidade sexual de um cisne chega por volta dos 4 anos de idade, e, em cativeiro, podem viver até 25 anos, mais ou menos.

Um Pai Exemplar – o Cisne de Pescoço Preto

Entre os cisnes, a dedicação aos filhotes antes deles saírem dos ninhos e terem autonomia pra fazerem o que quiserem, é notória. E, tem algumas espécies que se destacam nesse quesito, como é o caso do cisne de pescoço preto, por exemplo.

Nessa espécie, os machos ficam cuidando dos filhotes, enquanto as fêmeas é que saem para caçar, quando na natureza ocorre o contrário na esmagadora maioria das vezes. Fora isso, o casal ainda se reveza para o transporte dos filhotes, carregando-os enquanto eles ainda não estão seguros o suficiente para poderem nadar sozinhos.

Uma dedicação, de fato, pouco vista no reino animal (até entre aves superprotetoras), e que demonstra que os cisnes, de um modo geral, são seres fascinantes em todos os aspectos, não somente pela beleza, mas também (e sobretudo) pelo comportamento, no mínimo, peculiar.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *