Home / Animais / Pulga Das Aves: Características, Nome Científico E Fotos

Pulga Das Aves: Características, Nome Científico E Fotos

Muitos podem até pensar que pulga só existe de um tipo, mas, a verdade é que existem algumas espécies desse inseto bem peculiares. Uma delas é a chamada pulga das aves, tema do nosso próximo texto, no qual falaremos a respeito deste curioso inseto, e ainda abordaremos questões mais amplas, como evitar infestação de pulgas em casa.

Características Básicas Da Pulga Das Aves

De nome científico Ceratophyllus gallinae, essa espécie de pulga foi descrita pela primeira vez pelo botânico alemão Franz von Paula Schrank, ainda no ano de 1803. Depois, houveram algumas substituições com relação a qual gênero pertencia, até chegar atualmente no Ceratophyllus (anteriormente, o gênero dela era o Pulex).

Como o próprio nome científico já revela, esse inseto é típico de ser encontrado em aves, tanto é que na Europa, ela é simplesmente denominada como “pulga da galinha”. Um exemplar adulto dessa pulga mede 2 e 2,5 mm de comprimento, mais ou menos, tendo o corpo lateralmente achatado, e de coloração amarronzada.

Pulga Das Aves
Pulga Das Aves

Em termos de faixas territoriais, é um inseto que ocupam regiões enormes, e a estimativa é que essa espécie de pulga possa ser encontrada em um perímetro de, pelo menos, uns 36 milhões de metros quadrados.

Esse inseto possui um par de olhos simples, além de um mecanismo na boca que serve para sugar o sangue de seus hospedeiros. Inclusive, essa espécie possui uma gama bem grande de hospedeiros, sendo frequentemente associada a aves dos mais diversos tipos.

De um modo geral, esse inseto ataca as chamadas aves de capoeira, mas também não se furta a morder seres humanos e outros mamíferos em geral. Salientando que outras espécie desse mesmo gênero (a Ceratophyllus garei) é associada mais especificamente a patos, e outras aves aquáticas.

Ceratophyllus Garei
Ceratophyllus Garei

Alguns especialistas acreditam que o hospedeiro original dessa pulga era uma espécie de ave chamada de chapim, sendo que nos dias atuais esse inseto já pode ser facilmente encontrado em aves domésticas de todos os tipos. Lembrando também que essa pulga tem sido encontrada com bastante frequência em esquilos.

Algumas Peculiaridades a Mais Dessa Espécie

Em geral, as pulgas comuns precisam de uma baita refeição à base de sangue ante da cópula, mas esse não é o caso da pulga das aves. Já o ciclo de vida dela é basicamente o mesmo que o de outras pulgas, consistindo em ovos, larvas, pupas e exemplares adultos. Por sinal, interessante notar que as larvas dessa pulga possuem mandíbulas, mas, apenas os adultos conseguem morder e se agarrar aos seus hospedeiros.

Para a procriação desses insetos, é necessário que as condições ambientais sejam as mais ideias possíveis, tento em termos de temperatura, quanto em relação à umidade do local. Após a postura de ovos, geralmente, as larvas emergem após uns 23 dias (mais ou menos, o mesmo tempo entre os estágios de pupa e de adulto).

A quantidade de gerações que cada pulga dessas ira gerar vai depender da quantidade de ninhadas que a ave hospedeira tiver. E, geralmente, esses insetos conseguem ter contato com seus hospedeiros através dos famosos pulos que as pulgas conseguem dar. Na maior parte das vezes, a infecção acontece durante a primavera, que é quando boa parte das aves está forrageando no chão de seus habitats.

Pulga de Aves na Folha
Pulga de Aves na Folha

Outro dado interessante com relação a essa espécie de pulga é que o seu período reprodutivo coincide com o período reprodutivo do hospedeiro, só que é bom salientar que esse inseto, quando necessário, também pode viver longe de sua “casa”, contanto que esteja devidamente alimentado. Não é à toa que, além de ser coletado em aves, ele também pode ser encontrado em fendas de folhas ou em flocos de cascas, podendo passar vários e vários dias sem se alimentar.

Como Evitar Uma Infestação Dessa Espécie E De Outras Pulgas?

Importante lembrar que as pulgas em geral são pragas, e que podem causar reações alérgicas bem fortes, além de lesões no corpo de animais e pessoas. Claro, por se reproduzirem muito, facilmente podem infestar um ambiente pequeno. Quando sugam o sangue de seus hospedeiros, esses insetos estimulam a secreção de uma substância neles chamada de histamina, que é o que provoca a famigerada coceira.

Contudo, é possível evitar o aparecimento desses indesejados animais, tanto nas pessoas da sua casa, quanto nas aves de estimação que estejam nela. Pulgas, de um modo geral, gostam de lugares onde se tenha muita poeira, podendo se instalar em frestas de assoalhos e em costuras de carpetes e tapetes.

Para eliminar esse problema o primeiro passo é passar com frequência o aspirador de pó no piso, nos carpetes e no rodapé da residência, pois isso retira possíveis ovos postos nesses locais, eliminando o mal pela raiz. Depois, é preciso aplicar um inseticida que seja direcionado ao combate de pulgas. O ideal é fazer o mesmo processo, pelo menos, umas 2 ou 3 vezes mais.

Infestação de Pulgas
Infestação de Pulgas

Importante também levar todos os animais de estimação que estejam na casa para um veterinário para verificar se eles se encontram infectados. Inclusive, a famosa coleira antipulgas que muitos usam em cachorros e gatos só serve para afastar os insetos do animal que a estiver usando. Não serve, portanto, para matá-las.

E só salientando que as mesmas pulgas que picam animais de estimação são as mesmas que atacam o homem, Ou seja, não são nem um pouco inofensivas a nós, seres humanos. De forma prática, pode-se matar uma pulga espremendo-a com os dedos, porém, a forma mais eficaz mesmo é a limpeza do ambiente, uso de inseticida na área e produtos veterinários no animal em questão.

Tantos cuidados realmente se fazem necessários, pois [uma pulga adulta (a das aves inclusa) pode colocar até 30 avos por dia! Por isso que apenas 5% desses insetos em um ambiente qualquer são adultos, com, a esmagadora maioria sendo larvas ou ovos (a alergia, geralmente, vem deles).

Como curiosidades adicionais, ressalte-se que uma pulga comum pode saltar até 30 vezes o seu tamanho, o que dá uns 30 cm, mais ou menos. Fora o [fato de que ela é bastante resistente, podendo viver até 200 dias sem sugar uma gota de sangue qualquer.

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *