Home / Animais / Por Que um Cachorro Ataca Outro? Como Evitar?

Por Que um Cachorro Ataca Outro? Como Evitar?

Não é raro ver um cachorro atacando outro, não é mesmo? E isso pode acontecer em diversas situações. Mas, você já se perguntou Por Que um Cachorro Ataca Outro? E, ainda, como evitar?

Saiba agora alguns dos motivos Por Que um Cachorro Ataca Outro?, além de saber como é possível evitar esses duelos!

Como mencionado acima, é comum surgir o questionamento do porquê um cachorro atacar o outro, sendo que esses animais gostam de interação e são sociáveis. Porém, a interação do cachorro com outro cão pode não ser a mais saudável, mesmo o animal sendo aberto às pessoas.

Então, você consegue dizer o motivo de um cachorro atacar o outro? Para entendermos o porquê desse comportamento e conseguir evitar que isso ocorra, conversamos com uma médica-veterinária, confira abaixo:

Um dos principais motivos para brigas entre cachorros é a socialização inadequada. De acordo com especialistas em conduta canina, o ideal é que o pet seja apresentado ao maior número de pessoas e ambientes possíveis até os seus quatro meses de vida.

É justamente nessa fase da vida que o filhote começa a descobrir o mundo, por isso a recomendação. Dessa forma, ele se torna mais seguro e aprende a lidar com esse determinado tipo de situação da melhor forma possível futuramente.

Pode parecer normal que um animal não estranhe e até mesmo se entenda com outro indivíduo da mesma espécie, quando falamos da interação entre dois pets. Mas, em alguns casos, como, por exemplo, quando seu filhote de quatro patas nunca conviveu com outros cães, o primeiro contato pode apresentar um resultado inesperado.

Vale destacar que a interação entre cachorros é muito codificada em vocalizações, posturas e gestos. Logo, os pets aprendem esses códigos da maneira correta justamente com a socialização, prevenindo futuros problemas.

Cachorro Ataca Outro

Os cães muito alegres podem ser interpretados da forma incorreta, gerando uma briga entre os cachorros. Assim como, o mesmo pode acontecer com um cachorro que apresente uma postura dominante.

Mas. a aproximação deve ocorrer de forma lenta, assim, o seu pet pode conhecer o outro, enquanto os tutores ficam atentos para qualquer sinal de estranhamento. Lembrando que esse estranhamento pode acontecer quando o pet não entende que o outro quer brincar.

Mais Causas Que Levam um Cachorro a Atacar o Outro

Apesar da correta socialização, pode ocorrer brigas entre cachorros da mesma forma em determinadas situações. A forma como o tutor lida com essas novas circunstâncias pode interferir diretamente no motivo do cachorro decidir atacar.

Saiba quais são outros motivos mais comuns para o cachorro atacar:

  • Alimentos: A necessidade de compartilhar o mesmo ambiente ou a escassez de comida e bebida, pode levar os cães à uma disputa por água e alimento, deixando os animais com um comportamento agressivo.
  • Ciúme: O cachorro também pode sentir ciúmes, por isso pode haver uma disputa pela atenção do tutor. No momento em que você dirige sua atenção para um cachorro, aquele que foi “deixado de lado” pode enxergar o outro animal com um inimigo.
  • Necessidades: Os cachorros que não têm suas necessidades psicológicas e/ou físicas atendidas podem apresentar estresse e ansiedade. Nesse sentido, os cães podem ficar mais agressivos e se envolvem em brigas.
  • Dor: Cães que sentem dores podem evitar a interação e tornam-se mais ariscos. Inclusive, pode ficar agressivos iniciar uma briga com outros pets.

Como Evitar Que Um Cachorro Ataque Outro

Caso seu pet se envolva em brigas e torne impossível o convívio entre cachorros em uma mesma casa, você deve conversar com um especialista em comportamento animal. Dessa forma, você vai entender o que está ocorrendo e como resolver essa situação.

Confira essa lista com dicas para evitar que seu pet fique irritado e que podem ajudar no problema da socialização:

  • Passear diariamente com o cachorro pode ajudar no gasto de energia e socialização.
  • O seu cão deve aprender a se aproximar de outros animais sem afobação e de maneira tranquila.
  • Afaste os animais caso haja qualquer estranhamento, evitando assim uma briga
  • Saiba o que deve ser feito ao levar um cachorro novo para sua casa. Confira o passo a passo aqui no blog.
  • O bebedouro e o comedouro de cada pet devem ficar em ambientes diferentes, evitando assim uma possível disputa.
  • Lembre-se de dar atenção aos dois cachorros de forma igual. Busque vivenciar momentos agradáveis com os dois juntos também.
  • Finalmente, leve seu pet para um check-up sempre que ele apresentar alguma mudança nos seus hábitos ou fisicamente, ou no período de uma vez ao ano. Os cachorros que atacam outros também podem fazer isso devido a problemas de saúde.

As Raças Mais Agressivas de  Cachorros!

Aproveitando o assunto, a seguir, você confere o ranking das raças consideradas mais agressivas de cachorro. No entanto, vale saber que a agressividade de um cão depende de diversos fatores, além da raça. Por exemplo: a forma que é criado e tratado, as suas necessidades e condições, entre outras variáveis.

No entanto, em diversos lugares, você encontrará as 10 raças de cachorro, a seguir, consideradas como as mais agressivas. Veja:

10 – Cão Lobo: resultado de cruzamentos entre cães domesticados e cães do mato, é considerado um cachorro bem agressivo. Não é adequado para ser criado como animal de estimação.

Cão Lobo

09 – Chow Chow: supresa! Essa raça de cachorro é considerada agressiva, embora sua aparência peluda seja catvante. É uma raça teimosa, territorial e não muito sociável, portanto, pode atacar: tanto pessoas quanto outros cães.

Chow Chow

08 – Doberman: cães nativos da Alemanha, os Dobermans não é à toa que são usados como cachorros de guarda e, até mesmo ataque.

Doberman

07 – São Bernardo: parece que não, mas essa raça pode ser bastante agressiva, quando o objetivo é a proteção de donos e de suas propriedades.

São Bernardo

06 – Malamute do Alasca: eis uma raça que também pode ser bastante assustadora, para pessoas e outros cachorros. Isso porque são difíceis de serem treinados e costumam brigar muito por comida.

Malamute do Alasca

05 – Husky Siberiano: tem um instinto primitivo, que faz com que esses cães possam se tornar agressivos, tanto com o ser humano quanto outros cachorros. Isso, porque, eles estão acostumados a viver não muito perto dos seres humanos.

Husky Siberiano

04 – Pastor do Cáucaso: cachorro nativo da Rússia, se receber comando do dono para atacar, o estrago pode ser grande…

Pastor do Cáucaso

03 – Rottweiller: já foram usados para ajudar pessoas a separar as partes de bois para o ser humano comer. Assim, carregam tendência agressiva. É preciso cuidado e um bom treinamento de controle.

Rottweiller

02 – Pastor Alemão: embora sejam disciplinados e obedientes, se receberem ordem para atacar, não medirão esforços para cumprir tais ordens!

Pastor Alemão

01 – PitBull: mistura das raças caninas de Bull Terrier, American Staffordshire Terrier e Bulldog, foi treinado para briga e isso o deixou bem agressivo. No entanto, pode ser dócil se tratado com docilidade.

PitBull

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *