Home / Animais / Papagaio Expectativa de Vida

Papagaio Expectativa de Vida

Pensando em adicionar um papagaio para sua família? Nossos amigos emplumados se tornam uma grande parte de nossas vidas e é importante que os futuros pais de estimação saibam e estejam preparados para quanto tempo isso vai durar. Na verdade, alguns papagaios sobreviverão aos seus donos! Conhecer o tempo de vida esperado de seu papagaio ajudará você a planejar adequadamente e encontrar um lar amoroso para o papagaio que melhor atenda às necessidades de sua família.

Conhecendo a Família

Conhecer a família da espécie é importante, até pra ajudar você a saber bem que animal de estimação irá adquirir. Quando falamos papagaio, só imaginamos aquele artístico que conta piada, dança e se diverte junto a todos em casa. Mas você sabia que existem diferentes tipos de papagaio, ou melhor, que essa espécie pertence a uma grande linhagem de gêneros?

Os papagaios pertencem a família dos psitaciformes que compreende uma vasta multidão de pássaros, com quase cem gêneros e mais de 390 espécies diferentes. Basicamente, essa numerosa família é dividida em três categorias: cacatuoidea (que é a família das cacatuas), strigopoidea (que é uma família de papagaios gringos australianos) e psittacoidea (que é a família do nosso querido papagaio, e por sinal a maior família de todas). Dessa família numerosa, ainda existem outras duas subdivisões até chegarmos ao papagaio como o conhecemos. Ele descende do grupo androglossini que é uma tribo descendente da subdivisão arinae.

Papagaio Voando
Papagaio Voando

Em nosso grupo androglossini é que a confusão começa porque ainda existe aqui uma divisão por gêneros. A esse grupo pertencem ainda sete gêneros: pionopsitta, triclaria, pyrilia, pionus, graydidascalus, alipiopsitta e enfim, o nosso gênero amazona. Família grande mesmo, não é? E ainda não termina aqui, porque em nosso gênero amazona, classifica-se mais de trinta variedades de papagaios! Apenas para citar a lista (sem identificação popular) como hoje é aceita, temos: amazona leucocephala, amazona collaria, amazona ventralis, amazona vittata, amazona xantholora, amazona albifrons, amazona agilis, amazona tucumana amazona pretrei, amazona viridigenalis, amazona finschi, amazona autumnalis, amazona autumnalis lilacina, amazona autumnalis salvini, amazona diadema, amazona dufresniana, amazona rhodocorytha, amazona brasiliensis,amazona festiva, amazona barbadensis, amazona aestiva, amazona ochrocephala, amazona ochrocephala panamensis, amazona auropalliata, amazona oratrix, amazona tresmariae, amazona kawalli, amazona amazonica, mercenarius amazona, amazona farinosa, amazona guatemalae, amazona vinacea, amazona versicolor, amazona arausiaca, amazona guildingii, amazona imperialis e amazona gomezgarzai.

Expectativa de Vida dos Papagaios

O papagaio de cabeça amarela (amazona oratrix), o papagaio de nuca amarela (amazona auropalliata), o curica ou papagaio do mangue (amazona amazonica) e o papagaio verdadeiro (amazona aestiva) são algumas das espécies de papagaio que são normalmente mantidos como animais de estimação. Principalmente esses, junto com araras e o papagaio cinzento ou papagaio do congo (psittacus erithacus) são conhecidos por suas excepcionais habilidades vocais, diversão e destreza com os pés. Papagaios bem treinados podem ser companheiros leais, e podem viver por 50 anos ou às vezes até mais tempo que isso em cativeiro. No entanto, alguns dos espécies amazona, mesmo os bem treinados, podem se tornar agressivos, possivelmente durante a época de acasalamento.

Para manter a saúde e a felicidade, os papagaios de estimação requerem muito mais treinamento do que os animais domesticados, como cães e até gatos. Eles exigem compreensão, brinquedos manipulativos e recompensas por um bom comportamento semelhante a um animal de estimação, ou podem desenvolver comportamentos bastante agressivos. Eles têm uma necessidade forte e inata de mastigar, portanto, requerem brinquedos seguros e destrutíveis.

Os papagaios evoluíram para serem animais de vida longa, porque na natureza há uma relativa falta de predadores. Vivendo em segurança em grupos, os papagaios também se reproduzem mais tarde na vida do que os animais que estão em risco imediato. A criação posterior de vida permite que os papagaios evitem transmitir imperfeições genéticas que encurtam sua expectativa de vida. Até o momento da maturidade sexual a maioria dos papagaios são saudáveis ​​e transmitem material genético de qualidade para seus descendentes, levando ao aumento da expectativa de vida.

O Convívio com o Papagaio

A maneira como você cuida do papagaio pode ter um grande impacto tanto na qualidade de vida quanto na vida útil. Em primeiro lugar, dê especial atenção a dieta e nutrição. Deficiências em vitamina A, D e cálcio são comuns em aves em dietas à base de sementes. Cuidados devem ser tomados para fornecer ao seu papagaio um menu de alta qualidade e equilibrado. Isso deve incluir pelotas enriquecidas combinadas com frutas e vegetais frescos apropriados, além de vitaminas e suplementos adicionais recomendáveis.

Outro aspecto importante de zelo para com papagaios é o alojamento adequado. Caso more em um local carente de luz solar, seu papagaio precisa de acesso a luz ultravioleta de espectro total para imitar os benefícios da luz solar que obteria em seu ambiente natural. A gaiola deve ser adequadamente dimensionada para a sua espécie de papagaio. Procure optar por uma gaiola tão grande quanto possível. Gaiolas para animais de estimação geralmente oferecem muito pouco espaço para o seu pássaro prosperar.

Exercício e estimulação mental também são vitais para a saúde do seu papagaio. A obesidade e o tédio podem levar a problemas de saúde. Proporcionar exercício, deixando seus pássaros fora de sua gaiola diária é recomendado. Além disso, os brinquedos seguros para pássaros podem fornecer a atividade mental necessária e minimizar os problemas associados ao tédio, como arrancar penas.

O Papagaio a Medida que Envelhece

Escolher compartilhar sua vida com um papagaio significa que você deve estar preparado para se adaptar à medida que amadurece. Eles passam por mudanças físicas e comportamentais que afetam como você se importa com eles.Há uma série de doenças que você deve procurar em seu papagaio mais velho. Problemas comuns são artrite, diabetes, catarata, insuficiência renal e postura crônica de ovos. Em alguns casos, medicamentos ou suplementos podem ajudar, mas muitas vezes são simplesmente os efeitos do envelhecimento.

Retrato de Um Papagaio Velho
Retrato de Um Papagaio Velho

À medida que seu pássaro envelhece, você possivelmente verá uma diminuição na atividade e uma mudança em sua disposição. Eles podem estar menos inclinados a lidar com novas pessoas ou com aqueles que não estão acostumados a lidar com papagaios. No entanto, algumas aves ficam mais calmas e mais fáceis de manusear à medida que envelhecem. Você pode ajudar seu pássaro à medida que ele envelhece, ajustando seus poleiros caso perceba dificuldades e mantendo-o mentalmente estimulado com uma variedade de brinquedos seguros para as aves. Um pássaro que antes gostava de voar em sua casa agora pode ser que precise ser auxiliadoa andar por aí para obter o exercício que puder.

Precisamos fazer o que é melhor para nossos papagaios à medida que envelhecem e, ao escolher uma nova espécie de papagaio para animais de estimação, precisamos compreender que é um cuidado de longo prazo. Aceite como um privilégio compartilhar todo um ciclo de vida com eles. Eles merecem todo o cuidado que pudermos lhes dar em seus últimos anos!

Veja também

Qual o Valor do Bullmastiff? Quanto Custa? Como Adotar Um?

Os cães Bullmastiff são a melhor opção para quem procura um companheiro canino divertido e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *