Home / Animais / O Maior Gavião do Mundo

O Maior Gavião do Mundo

A Harpia ou Gavião Real, não faz diferença, uma vez que se trata da mesma ave, é considerado o maior gavião do mundo.

Essa ave pode ser encontrada na região amazônica e também em alguns trechos da Mata Atlântica, mais especificamente na região sudeste, ou seja, sul da Bahia e norte do Espírito Santo.

Sendo uma ave de rapina, portanto, predadora, está acostumada à caça, que vai desde macacos até preguiças e outros animais de menor tamanho.

Características Físicas da Harpia

Ela tem de 90 a 105 cm de comprimento, sendo considerada a maior ave de rapina do mundo. Seu peso varia entre 4 a 5 kg para o macho e de 7,5 a 9,5 kg para a fêmea.

Suas asas que são largas e arredondadas atingem até 2 m de envergadura. O adulto possui o dorso cinza escuro com penacho bipartido.

A parte inferior das asas apresenta a cor branca com algumas penas negras e a cauda chega a apresentar três tons da cor cinza claro.

O filhote pode levar de 4 a 5 anos para conseguir a mesma coloração do pai.

Alimentação e Comportamento

A alimentação, como já foi dito anteriormente, é constituída de mamíferos como preguiças e macacos, porém, a alimentação vai além quando não encontra seus pratos preferidos: cachorro-do-mato, veados, quatis, gambás e tatus.

A sua caça acontece através da espreita, aguentando longos períodos esperando a presa ideal.

Quando isso acontece, ela se desloca agilmente por entre as copas das árvores capturando sua presa nas árvores e também no solo.

A diferença de tamanho entre o macho e a fêmea propicia uma caça diferente. Enquanto o macho procura por animais menores e aves, a velocidade da fêmea, menor do que a do macho, ela captura macacos e o bicho preguiça.

Reprodução

Como a relação é monogâmica, os dois, macho e fêmea constroem o ninho em formato de plataforma no alto de árvores emergentes, usando geralmente a primeira ramificação da árvore. O ninho é construído com pilhas de galhos e ramos secos.

A fêmea coloca até 2 ovos esbranquiçados, que pesam em média 110 gramas, a incubação dura aproximadamente 56 dias e apenas um filhote sobrevive. Os primeiros voos acontecem com 141 a 148 (média de 5 meses) dias de idade. Após sair do ninho, permanece sempre nas proximidades, recebendo alimento dos pais com menor frequência (às vezes, uma vez a cada cinco dias).

A dependência do filhote dura cerca de 1 ano, o que faz com que os casais se reproduzam a intervalos de pelo menos dois anos.

Distribuição Geográfica

O Maior Gavião do Mundo, Também Conhecido Como - Haripia ou Gavião Real
O Maior Gavião do Mundo, Também Conhecido Como – Haripia ou Gavião Real

A Harpia ou Gavião Real são encontrados atualmente apenas na região amazônica e em alguns remanescentes florestais preservados da região centro-oeste e sudeste do Brasil, além de registros pontuais no sul do Brasil.

Habitat e Comportamento

Estas aves habitam florestas de planícies e altitudes de até 2.000 m acima do nível do mar. Eles vivem em extensas áreas de floresta, podendo ocorrer em pequenos fragmentos isolados desde que haja presas suficientes para sua existência.

O canto da harpia é um assobio forte e bem audível à distância. Embora seja uma ave grande, é extremamente discreta, prefere pousar entre a vegetação e não no topo da copa das árvores, raramente voa acima da floresta, também raramente aparece em áreas abertas.

Devido ao seu grande porte e imponência, sempre foi um troféu cobiçado tanto por índios como por caçadores.

Nas aldeias dos índios Xingu, eram mantidas em gaiolas desde filhotes para serem retiradas penas para ornamentos. Algumas tribos indígenas acreditam que a harpia é considerada símbolo de liberdade e altivez.

Em outras tribos é mantida em cativeiro como propriedade do cacique, e quando o cacique morre, a ave também é morta ou até enterrada viva com seu dono.

Ameaças e Conservação

Dentre as ameaças, o desmatamento, a fragmentação e alteração de habitat, são as principais causas do desaparecimento da espécie em boa parte do Brasil. Além disso, moradores que vivem próximos a áreas habitadas podem abater essas aves com a intenção de evitar ataques à criação. Há também relatos de caça para fins de consumo humano na região da Reserva Biológica Gupuri, Maranhão.

A proteção e fiscalização de áreas com ocorrência da espécie, educação ambiental, estudos populacionais e monitoramentos, são medidas emergenciais para a conservação da espécie no Brasil.

Curiosidades

A imponência da Harpia deu a ela o título nobre de Rainha das Florestas, porém, sua imponência, apesar de ser uma ave discreta, gerou também muitos olhares de cobiça para ela. Tanto que não foi o suficiente para garantir a sua preservação.

O declínio da espécie começou com a perda de seu habitat, a lenta reprodução e a pior de todas, a caça indiscriminada, colocou-a na lista dos animais ameaçados de extinção.

Devido à destruição do seu habitat natural, em alguns lugares a Harpia tem aparecido e estudiosos garantem que o assobio pertence a ave.

A Ameaça de Extinção

Em 2015, devido aos constantes desmatamentos, uma harpia fêmea adulta foi atropelada na BR-101. Nos exames constataram partículas de chumbo, provenientes de arma de fogo, alojados em seu corpo.

Dentro da própria reserva ecológica, normalmente são vistos caçadores dentro da reserva.

Outra ameaça parte da rede elétrica responsável pelo entorno de energia da região.

Duas harpias jovens foram encontradas eletrocutadas em propriedades rurais, sendo que um aconteceu em 1997 e outro em 2014.

Veja também

Sagui-de-Bigode: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

O Sagui-de-bigode (Saguinus myxtax), conhecido também como sagui-da-boca-branca, é uma espécie de macaco do novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *