Home / Animais / Marreco: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre Esse Animal

Marreco: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre Esse Animal

A princípio, a ave chamada marreco (A. querquedula), certamente é uma raça pequena de pato domesticado e que, inclusive muitas das vezes, é criado como animal de estimação.

Eles são semelhantes a outras espécies de pato, porém, são menores em relação ao tamanho.

Os marrecos, anteriormente, eram usados para caça. O seu som vocal, ou seja, seus grasnados e chamados acabavam atraindo patos selvagens para a mira dos caçadores.

Esses patos domésticos são nativos da China, mais especificamente de Pequim > Foram introduzidos na América do Norte em meados de 1870. Posteriormente, foram criados também na Europa – entre 1950 e 1960.

Já aqui no Brasil, o marreco tem um caráter mais rústico, tem crescimento rápido e a sua carne é usada para o consumo humano e, com toda da certeza, é de ótima qualidade!

Curioso? Então saiba mais sobre o Marreco: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre Esse Animal!

Características Gerais do Marreco

Estas aves, os marrecos, apresentam características bem peculiares, pois como citado anteriormente, são rústicas. Logo após 5 ou 7 dias de vida, não precisam serem tratados em instalações especiais, ou seja, um local adequado para a proteção já é mais do que o suficiente.

Eles também engordam rapidamente e a sua carne é saborosa e tenra. Seu corpo tem formato comprido, baixo, largo e seu peito é cheio tendo uma plumagem branca.

Já seu bico e pés são alaranjados, pele amarela com textura lisa e enfim, olhos escuros.

Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Marreco

  • O marreco tem longevidade, ou seja, tempo de vida de 20 anos.

 

  • Essas aves chegam a maturidade sexual surpreendentemente com 2 anos de idade. O marreco fêmea pode colocar de 5 a 12 ovos e a incubação dura aproximadamente 29 dias.

 

Filhotes de Marreco
  • Uma curiosidade é que o apelido do marreco macho é “greenhead” enquanto que o marreco fêmea é carinhosamente chamada de “Suzy”, um apelido até que comum para o pato real.

 

  • Os patos reais ou marrecos,  vivem em dupla entre os meses de outubro e novembro. Permanecem assim até o fim da época de reprodução que acontece no início de março e vai até o fim do mês de maio.

 

  • Algo muito interessante é que as “mamães marreco” geralmente procriam perto do mesmo local onde foram chocadas.

 

  • Logo após o período de acasalamento, os marrecos machos tendem a se afastar dos patos para posteriormente se misturar a outros patos para fazer a chamada muda, para que as fêmeas cuidem sozinhas dos filhotes.

 

  • A “marreca” pode botar o equivalente à metade do seu peso corporal somente em ovos.
Família Marreco

 

  • Estas aves armazenam gordura antes de iniciar suas inevitáveis migrações. Eles perdem entre 20 a 50 de peso somente em 1 migração.

 

  • Na culinária gourmet, é corriqueiro o fato de serem usadas aves silvestres como também exóticas no preparo de pratos com um toque de sofisticação. Por certo, é uma alimentação que tem ganhado o paladar da população para sair um pouco das carnes costumeiramente consumidas, como por exemplo, o frango, a carne suína e a carne bovina.

 

  • Saiba que os marrecos são de característica onívora, ou seja, alimentam-se de substância animal e vegetal. Costumam capturar animais invertebrados, aquáticos, alguns tipos de vermes, insetos como também suas larvas, crustáceos, moluscos e dependendo da oportunidade, anfíbios e peixinhos. Consomem seu alimento na superfície e com a cabeça embaixo d’ água ainda se alimentam de raízes e sementes de plantas aquáticas.

 

  • Os marrecos são migrantes natos! A migração, antes do acasalamento, é feita em locais direcionados à invernada, mais especificamente, na África Tropical – nos meses de agosto e setembro. Sendo que uma pequena parte da espécie que vive na Europa, por conseguinte percorre sua migração pela bacia do mediterrâneo, onde ficam durante o inverno.
Migração do Marreco
  • Essa “viagem pré-nupcial” dos marrecos, com destino a Europa central e leste – onde está a maioria dos patos reprodutores – inicia-se no mês de março e vai até o fim de abril. As aves fazem seu pouso em Portugal tendo seu trânsito normal entre as zonas de nidificação e de invernada.

Diferença Entre Pato, Ganso, Marreco e Cisne

Essas aves possuem diferença somente em gênero e espécie. Uma característica unânime entre elas é a possibilidade de flutuar nas águas e a capacidade de nadarem.

Apesar da preferência que o ganso tem de ficar em terra. Entre as 4 espécies, os patos são os de maior quantidade de indivíduos, somando surpreendentemente, 90 espécies.

Alguns biólogos consideram que os gansos tão parecidos com os marrecos que os consideram uma espécie de pato, mesmo com a diferença no bico.

Já os cisnes têm um pescoço majestoso e mais alongado que os de ademais aves. O cisne do pescoço negro ou Cygnus melanocoryphus e a capororoca ou Coscoroba coscoroba, são os únicos exemplares dessas espécies de aves na América do Sul.

Os gansos dividem-se entre Anser, cujas penas são cinza e o Branta, com sua plumagem negra. O ganso do Canadá ou Branta canadenses é a espécie em maior número nas Américas. É tão conhecido que sua gravura está nas cédulas canadenses de 100 dólares.

Dicas Básicas Para Criação De Marreco

Agora que já sabemos sobre Marreco: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre Esse Animal e muito mais. Que tal algumas dicas básicas para quem pretende criar esse pequeno pato?

Marreco Ambiente
  • Ambiente: podem ser ambientes bem diversificados, mas dê preferência para ambientes rurais, com um lago (natural ou artificial) de pelo menos 1 metro quadrado de diâmetro para cada 2 marrecos e  30 centímetros de profundidade

 

  • Abrigo: o abrigo para os marrecos devem conter telas de arame e proteção contra a chuva. Além de local acolhedor e privativo para eventuais fêmeas que forem chocar ovos. O abrigo para 2 patos deve ter pelo menos 2 metros quadrados.

 

  • Alimentação: é preciso fornecer alimentação balanceada, de 3 a 4 vezes ao dia. Existem boas rações no mercado. Ainda, complete a dieta com legumes, frutas e farelos. Mantenha ainda um bebedouro, pois os marrecos intercalam a alimentação com a água.

Classificação Científica do Marreco

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Aves
  • Ordem: Anseriformes
  • Família: Anatidae
  • Gênero: Anas
  • Espécie: A. querquedula
  • Nome binomial: Anas querquedula

Veja também

Quanto Tempo Após o Nascimento Pode Dar Banho no Cachorro?

Ter um filhote canino em casa é sinal de bagunça, brincadeira e correria. Por conta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *