Home / Animais / Marmota Camtschatica: Características, Nome Científico e Fotos

Marmota Camtschatica: Características, Nome Científico e Fotos

A Marmota Camtschatica, de mesmo nome cientifico, é um mamífero que tem uma distribuição desigual no norte e leste da Sibéria. Entretanto, pode ser visto na parte oriental da Federação Russa.

Atualmente, existem três subespécies reconhecidas desse tipo de marmota. Sendo assim, cada subespécie é isolada geograficamente, ou seja, ocupa um local geográfico diferente.

Para saber mais sobre esse animalzinho, leia o artigo completo logo abaixo. Descubra as particularidades da marmota e tudo o que a envolve.

Habitat da Marmota Camtschatica

As marmotas dessa espécie habitam regiões alpinas e sub-alpinas de alta altitude. Elas ocupam as encostas das montanhas 20 a 1.500 m acima do nível do mar. Entretanto, é comum serem observadas em altitudes de 1.200 a 2.000 m.

Pode-se dizer, dessa forma, que a Marmota Camtschatica escolhe o seu habitat com base na altitude, composição da vegetação e exposição ao sol. Ela é frequentemente encontrada acima da linha:

  • Das árvores de pinheiro;
  • Pradarias;
  • Estepes;
  • Áreas mistas de rocha/grama;
  • Entre outros.
Marmota Camtschatica em Seu Habitat

Os locais habitados costumam ter solos secos, bem drenados, macios e finos. Eles podem conter lodo, mas também podem ter água e depósitos glaciais que incluem:

  • Rochas grandes;
  • Rochas quebradas;
  • Depósitos mais finos.

Descrição Física da Marmota

A parte superior das cabeças da Marmota Camtschatica é preta da ponta do nariz até atrás das orelhas. Os lados de suas cabeças também são pretos até o nível dos olhos. Em seguida, amarelo-areia misturados com cinza abaixo dos olhos.

Uma linha preta leva a parte de trás do pescoço até os ombros. Seus lábios são da mesma cor, mas sua garganta é laranja.  Os pelos dorsais têm três faixas distintas de tonalidades, sendo escuras nas laterais, bem como clara no meio.

Marmotas dessa espécie podem ter cinco ou seis pares de mamas. São sexualmente dimórficas, com machos maiores que as fêmeas.

O tamanho de cada um dos exemplares da raça varia de acordo com a região em que habitam. Entretanto, a média de comprimento fica em torno de 51 cm, fora os centímetros da cauda.

Com relação ao peso, este pode ficar entre 2 a 4 kg. Nota-se que há uma “engorda” imediatamente antes da hibernação e um “emagrecimento” após a hibernação.

Outras características físicas da Marmota Camtschatica incluem:

  • Crânio com sínfise mandibular mais perceptível;
  • Ossos nasais estreitando-se lentamente até atingirem seu comprimento final;
  • Entalhe supraorbital definido na borda do frontal;
  • É endotérmica e heterotérmica;
  • Possui simetria bilateral;
  • Etc.

Hábitos Alimentares

O curto período de crescimento (3 a 4 meses) dificulta a obtenção de reservas de gordura necessárias para sobreviver à hibernação. Muitas vezes, há pouco ou nenhum alimento disponível quando as marmotas começam a emergir. Essa é a razão pela qual a fêmea grávida permanece na toca até o nascimento dos filhotes.

A marmota é tipicamente herbívora, consumindo gramíneas, frutas, sementes e arbustos. Raízes e bulbos são mais consumidos no final do verão, quando o animal está tentando aumentar a reserva de gordura.

Reprodução Marmota Camtschatica

Essas marmotas vivem em grupos familiares constituídos por um par reprodutivo dominante, bem como vários descendentes. Esses animais são monogâmicos e os filhotes exibem atraso na maturidade e dispersão tardia.

Como resultado, tais grupos familiares exibem supressão reprodutiva e criação cooperativa. A consanguinidade pode ocorrer se essa supressão reprodutiva não estiver completa.

Marmotas Camtschatica masculinas e femininas atingem a maturidade sexual por volta dos 3 anos de idade. No entanto, por causa de seu sistema social, nem machos nem fêmeas se reproduzem por algum tempo depois de atingirem a maturidade.

Marmota Camtschatica Filhote

Esses animais carregam uma ninhada a cada dois ou mais anos. As severas condições ambientais dos hábitos explorados pelas marmotas não permitem que elas construam reservas de energia suficientes para:

  • Hibernar;
  • Crescer;
  • Reproduzir;
  • Manter atividades diárias.

Esse é o motivo de não produzirem uma ninhada todos os anos.

A Marmota Camtschatica acasala-se na toca, geralmente em abril, antes de emergirem da hibernação em meados de maio. Assim, comportamentos de acasalamento não são conhecidos. O parto ocorre no início e meados de junho. Entretanto, pode ocorrer antes ou até uma a duas semanas após a mãe emergir da toca após a hibernação.

Não existem muitas informações específicas acerca da gestação em marmotas da espécie. Contudo, em geral, dura cerca de 30 a 32 dias. Os filhotes são desmamados e se tornam independentes pelo menos 30 a 42 dias após o nascimento, mas permanecem com os pais por vários anos.

Comportamento do Animal

Os exemplares da espécie são ativos durante o dia (diurnos) e sedentários. À noite, eles descansam e buscam abrigo em suas tocas, se preparando para começar tudo outra vez.

A marmota se alimenta extensivamente durante o verão para ganhar peso em preparação para a hibernação. Os padrões de alimentação parecem seguir um ciclo bimodal com os animais mais ativos no início do dia e depois novamente mais tarde.

As atividades de escavação ocorrem durante o verão. Quando o solo está mais seco, os animais são capazes de fazer seus extensos túneis subterrâneos, com alguns atingindo até 110 m de comprimento.

Essas tocas são o resultado cumulativo de muitas gerações da espécie adicionadas aos sistemas existentes. Cada toca tem várias aberturas e várias câmaras. As aberturas estão embaixo ou perto de rochas grandes e de 17 a 18 cm de diâmetro.

Os exemplares adultos têm uma postura de alerta, onde se sentam de pé e examinam o ambiente. A Marmota Camtschatica direciona comportamentos antagonistas para com os intrusos, enquanto comportamentos mais amigáveis são direcionados para os parentes.

Esse animal tem adaptações fisiológicas e comportamentais que lhe permite sobreviver em ambientes frios. Em comparação com outras espécies, possui uma porcentagem maior de massa corporal, consistindo de gordura subcutânea e perivisceral.

Comunicação e Percepção da Marmota Camtschatica

As marmotas usam vocalizações como chamadas de alarme para notificar os membros do grupo sobre predadores próximos. A duração da chamada principal é de 0,2 segundos, possuindo uma frequência média de 3000 Hz.

Os territórios podem ser marcados usando diferentes pistas olfativas e sons para indicar a presença de outros animais. Todas as marmotas têm bochechas e glândulas anais que usam para “perfumar” as rochas e a vegetação.

Esse tipo de animal tem a cauda proeminente que pode ser bastante espessa. Semelhante a outras espécies de marmota que habitam regiões montanhosas, a Marmota Camtschatica usa sua cauda na comunicação visual.

Veja também

Língua Roxa

Chow Chow Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Raça

Ter um cachorro é uma excelente maneira de aprender ainda mais sobre os diversos tipos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *