Home / Animais / Lista de Espécies de Flamingo: Tipos Com Nome, Fotos e Habitat

Lista de Espécies de Flamingo: Tipos Com Nome, Fotos e Habitat

Os Flamingos são aves pernaltas, de aparências característica, pertencentes  à família Phenicopteridae.

Classificação Científica dos Flamingos

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Aves
  • Ordem: Phoenicopteriformes
  • Família: Phoenicopteridae
  • Gênero: Phoenicopterus

Características Gerais dos Flamingos

Os flamingos possuem pernas altas, bico encurvado e podem medir até 1,5 m de altura. São as aves mais altas e com os maiores pescoços desse grupo de animais. São aves pesadas e grandes.

Possuem dedos curtos, com garras, sendo que três dedos são direcionados para frente e conectados por uma membrana bem desenvolvida. O dedo traseiro é pequeno e está localizado em região acima do pé.

O pescoço, com curvado característico, é composto por 19 vértebras, sendo a última fazendo parte do osso dorsal. Sua cabeça é pequena e o bico bem grande em relação a ela.

A plumagem dos flamingos tem tom rosado, muito característico, em virtude da sua alimentação, rica em pigmentos.

Flamingo Características

Os flamingos conseguem filtrar a água do mar por meio de uma glândula supra-orbital, portanto a água salgada não lhes faz mal. Com isso, sua alimentação vem de algas, crustáceos, sobretudo camarões (ricos em cantaxantina, pigmento de cor característico). A intensidade da cor das penas depende diretamente da alimentação dessas espécies.

Em virtude da sua alimentação, flamingos habitam áreas alagadas, como regiões beira-mar, manguezais, onde a água é mais rasa. São mais ativos durante o dia, pois usam a visão para achar comida.

Os flamingos vivem em colônias nas Américas, África, Ásia e Europa e não possuem predadores animais, mas sofrem com a influência do ser humano nas áreas que habita. São monogâmicos por temporada, mas geralmente só se reproduzem um ovo por vez, não resultando em uma grande ninhada.

Os flamingos alimentam seus filhotes com os mesmos alimentos que os sustentam, mas se a porção de comida está longe do filhote, eles parcialmente digerem o alimento na boca, como uma sopa e então levam ao filhote, como algumas outras espécies de aves fazem.

Os flamingos adultos podem voar até 80 km para encontrar comida a seus filhotes e depois o encontram, no meio da colônia, por meio de um pio, já que não os reconhecem pelo olfato, como outras aves.

Até 3 meses, os flamingos são alimentos por leite do papo.

Os flamingos são bem mais desenvoltos no ar. Em terra, são mais lentos e desengonçados.

Atualmente, são descritas seis espécies de flamingos, que estão descritas a seguir:

Flamingo Vermelho (Phoenicopterus rubber ruber)

Também chamado de Flamingo vermelho, essa espécie vive nas lagoas salgadas perto da costa no Caribe, Golfo do México,  área nordeste da América do Sul e nos planaltos de lava das Ilhas Galápagos.

Sua plumagem pode variar de rosa, roxo a vermelho brilhante. O flamingo que vive nas Ilhas Galápagos também é chamado de Flamingo de Galápagos.

Flamingo-Americano (Phenicopterus Ruber)

É a única espécie encontrada no Brasil, em uma colônia no Amapá e encontra-se ameaçado de extinção, em virtude da caça predatória e a plantações de arroz.

Os machos medem até 90 cm de altura, sendo a fêmea um pouco menor. A alimentação dessa espécie é composta por plâncton, algas, insetos, larvas, crustáceos e pequenos moluscos.

Essa espécie constrói seu ninho na lama, onde a fêmea põe um só ovo, que será incubado por aproximadamente 28 dias. O flamingo só estará adulto e maduro a partir de 3 anos de idade.

Flamingo- Chileno (Phoenicopterus Chilensis)

O macho mede até 107 cm, sendo a fêmea um pouco menor. Habitam Chile, Peru, Bolívia e Argentina. Reside em colônias, com milhares da mesma espécie e também só colocam um ovo e o incubam por até 31 dias.

Flamingo Andino (Phenicoparrus Andinus)

Os flamingos andinos, como outros membros da família dos flamingos, vivem em colônias e defendem seus ninhos e espaço. Eles preferem se aninhar perto dos lagos, obviamente porque de lá retiram sua alimentação. Mesmo os lagos tendo alto teor de soda cáustica e sulfeto de hidrogênio.

A cor dessas aves é branca ou levemente rosada. Os tons rosados são também causados por pigmentos, os crustáceos tendo maior destaque. Os pés do flamingo andino são amarelos.

Flamingo-da-puna (Phoenicoparrus Jamesi)

Essa espécie é um pouco menor, com cerca de 100cm. Habita regiões altas, como a cordilheira dos Andes, do sul do Peru, norte do Chile e Oeste da Bolívia, além do noroeste da Argentina.

Flamingo-grande-dos-andes (Phoenicoparrus andinus): mede até 110 cm de altura e pode ser avistado na região do Rio Grande do Sul. É considerado uma espécie ameaçada, e virtude da grande degradação do seu habitat pelo ser humano.

Flamingo Minor (Pheniconaias Minor)

Espécie que vive somente na África tropical e no oeste da Índia.

Os locais de maior concentração são os lagos leste africanos (Natron, Nakuru, Naivasha), os lagos Van e Umia nas terras altas da Armênia (Lago Magadi).

Nas terras da Armênia está o registro de maior concentração desse tipo de espécie (até centenas de milhares de casais), feito no Lago Magadi em 1962.

Pheniconaias Minor

Embora algumas espécies tendo sido consideradas em extinção, os flamingos que vivem em colônias conseguem se reproduzir. Outro problema é que as fêmeas só põe um ovo por vez, portanto, não dão origem a vários filhotes.

Os flamingos não possuem grandes predadores naturais, somente a hiena ou outros animais alados, mas são raros, pelo seu aspecto vivem bem em colônias e não interferem com outras espécies naturalmente. No entanto, a principal razão de extinção ou diminuição no número de animais dessa espécie é a influência do ser humano, que age e destrói seu habitat natural ou exerce a caça predatória do animal.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *