Home / Animais / Flamingo: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Flamingo: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Se você se deparar com um Flamingo quando menos espera, em um passeio, ou mesmo ele aparecer em um sonho, preste atenção: por trás desta visão tão bela, de plumas rosas e atraentes, pode estar um recado importante para o seu bem-viver.

É que o Flamingo, segundo as crenças ancestrais do Xamanismo, é um animal espiritual que pode ter aparecido em sua vida para chamar sua atenção, no sentido de valorizar mais suas emoções e promover seu crescimento a partir de seus próprios sentimentos.

O recado é claro: postergar sua vontade de sair, por excesso de trabalho, por puro comodismo ou mesmo por não estar bem consigo próprio, não é uma boa solução. O Flamingo vem lhe dizer que é hora de amar-se mais, levantar suas plumas, fazer-se bonito com seus próprios atributos e socializar com outras pessoas.

Conviver com pessoas diferentes faz parte de nosso crescimento e, além do mais, pode indicar novos caminhos, revelar novas facetas de seu eu e promover o equilíbrio que você precisa ter com a vida, o que influenciará em seus relacionamentos e trabalho.

Ave Rara

Proveniente das Ilhas Bahamas, no Caribe, pertence à família Phoenicopteridae e migrou, há algum tempo, da ordem Ciconiformes para a ordem Phoenicopteriformes.

No Brasil o Flamingo vive em Santa Catarina e no Amapá, onde ainda pode ser visto nas lagunas, em fase de extinção devido à captura de ovos da ave, à caça predatória e ao estabelecimento das culturas de arroz.

É uma espécie de composta por animais altos, que medem de 90 a 150 cm de altura, com exceção das fêmeas que são um pouco mais baixas. Possuem pernas longas, bico encurvado e penas rosa salmão, cor que vem da cantaxantina e outros carotenoides, pigmentos existentes nos pequenos crustáceos, algas e camarões com que se alimentam.

Gosta de multidões, de viver em bandos, por isso é classificado como ave gregária. Vive em terrenos alagados, como estuários, lagoas, manguezais e à beira mar,

Espécies Conhecidas

  • Flamingo-americano (Phoenicopterus ruber) –Vive na Flórida, Caribe, Ilhas Galápagos e Cabo Orange, no norte da América do Sul e no Brasil, em fase de extinção, nas colônias reprodutivas no Amapá. Alimenta-se de pequenos moluscos, plâncton, insetos, larvas, crustáceos e algas. Constroe o ninho na lama onde a fêmea coloca um ovo grande, que permanece incubado por quase um mês. O pequeno flamingo só se torna maturo aos três anos de idade. Os machos medem de 102 a 122 cm de altura, mas a fêmea é um pouco mais baixa.
Flamingo Americano
  • Flaminco-chileno (Phoenicopterus chilensis) – Vive na região temperada da América do Sul. É comum na Argentina, Chile, Perú e Bolívia. É um pouco menor que o Flaminco-americano. O macho pesa cerca de 2,3 k e mede de 96 a 107 cm. Como no primeiro caso, a fêmea é menor. Milhares de casais se reúnem  para nidificar e, como é comum na espécie, a fêmea coloca um só ovo e o incuba por 17 a 31 dias.
Phoenicopterus Chilensis
  • Flamingo-da-puna (Phoenicoparrus jamesi) – é um flamingo ainda menor, que atinge cerca de 100 cm de altura. Comum na Cordilheira dos Andes, que percorre o sul do Peru, o oeste da Bolivia, o norte do Chile e Argentina.
Phoenicoparrus Jamesi
  • Falmingo-grande-dos-andes (Phoenicoparrus andinus) – Habita os Andes Chilenos, mas pode ser visto no Brasil, no leste de Santa Catarina e em algumas regiões do Rio Grande do Sul onde, devido à degradação de seu habitat, encontra-se em estado de vulnerabilidade.
Phoenicoparrus Andinus
  • Flamingo-comum (Phoenicopterus roseus) – Habita o Sul e sudoeste da Ásia, partes da África e sul da Europa (onde é mais comum).
Phoenicopterus Roseus
  • Flamingo-pequeno (Phoeniconaias minor) – Habita o Vale do Rift (África) até o noroeste da Índia.

  • Flamingo-de-James (Phoenicoparrus) – Vive na América do Sul
Phoenicoparrus

Curiosidades do Flamingo

  • Origem do nome: vem da palavra chama, referente à sua cor avermelhada. O nome científico da espécie mais comum é Phoenicopterus ruber, que significa asas vermelhas da Fênix.
  • Logradouro – A principal área que os flamingos-pequenos habitam, consumindo algas, é o Lago Natron, com água salgada, vermelha, gêiseres e espuma branca. Vivem também em ninhos de barro localizados em lagos da Tanzânia, com água de pH e temperatura elevados.
  • Aves migratórias – vivem em grandes colônias e voam até 500 km diariamente, em busca de alimentos e melhores lugares para seus ninhos.
  • Bico inspirador – usam o bico ao contrário. Devido à postura na hora de comer é a mandíbula superior que toca a água primeiro, inspirando o modo como foram arquitetadas as turbinas.
  • Alimentação – consomem principalmente pequenos artrópodes, peixes e algas, com preferência para os crustáceos, tornando-os dependentes da água. Possuem estruturas rígidas nas mandíbulas e protuberâncias na língua que permitem o bombeamento e a filtragem da água e a retenção das partículas que são raspadas com a língua.
  • Sucesso no acasalamento – tem mais chance no acasalamento quando é mais rosado. Acasalam por toda vida com o mesmo indivíduo, em uma relação monogâmica.
  • Reprodução – muito delicada, pois só colocam um ovo. Por isso fazem um ninho de barro como qual protegem o descendente e o cercam de muitos cuidados. Tanto o macho quanto a fêmea acompanham a incubação dos ovos e dispensam cuidados à prole quando bebês.
  • Bebês na creche – Quando os filhotes nascem, ficam todos juntos, numa espécie de creche, que é acompanhada pelos pais que os alimentam por pouco mais de três meses. Após esse período, ganham a independência.

  • Longevidade – Em geral, vivem até 40 anos, mas podem atingir idade próxima à dos papagaios, vivendo até 70 anos de idade.
  • Antigos – Estudos em fósseis apontam que os flamingos existem aproximadamente há 7 milhões de anos.
  • A cor rosa – produzem óleo rico em carotenoides que destaca a cor ainda mais.
  • A cor cinza – é com essa cor que nascem os filhotes. Por meio de uma secreção oleosa, dividem com os filhos parte de seus carotenoides. Com essa transferência, os filhos ficam mais rosa e os pais mais claros.
  • Equilibrista – É comum se sustentarem em cima de uma só perna. Fazem isso para manter e equilibrar a temperatura corporal.

Simbolismos do Flamingo

  • Alma
  • Propósitos da alma
  • Mudança de forma
  • Coração Aberto
  • Relacionamentos
  • Poder
  • Lições
  • Ilusões
  • Felicicidade
  • Filtros
  • Vôos
  • Memória Coletiva
  • Emoções
  • Cores
  • Visão Clara
  • Equilibrio
  • Vida Comunal
  • Habilidade

Classificação Científica

  • Reino: Animalia
  • Classe: Aves
  • Família: Phoenicopteridae

  • Ordem: Phoenicopteriformes
  • Gênero: Phoenicopterus, Phoenicoparrus e Phoeniconaias
  • Filo: Chordata

Veja também

Chimpanzé Bonobo: Características, Nome Científico e Fotos

O bonobo é uma espécie de chimpanzé que possui o nome científico de Paniscus. Podem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *