Home / Animais / Filhote de Pastor-da-Anatolia Para Adoção: Onde Encontrar?

Filhote de Pastor-da-Anatolia Para Adoção: Onde Encontrar?

O pastor da Anatólia é um cão grande e poderoso, sendo assim, não se torna adequado para todos os que o admiram. Mas você está mesmo interessado em ter esse pet? Deseja conhecer mais sobre ele e como encontrar um filhote de pastor da Anatólia para adoção?

É sabido que ele foi criado por centenas, se não milhares, de anos na Turquia, a terra natal, como guardiões de gado para os rebanhos de pastores semi-nômades. Seus inimigos naturais incluíam lobos, ursos e javalis.

Esse cachorro é bem diferente da maioria das raças caninas que alguém teria como animalzinho de estimação. Isso porque não foi domesticada como a maioria dos cães.

Os anatólios estão muito ligados a pensadores independentes, territoriais, cautelosos com estranhos e, muitas vezes, hostis a outros bichos. Confira tudo sobre esse pet no artigo que segue abaixo.

Origens e História do Cão Pastor da Anatólia

Como todos os molossóides, o pastor da Anatólia possui uma história que começa em tempos tão remotos que não pode ser analisada. Segundo muitos especialistas em cães, suas origens são comuns às do Mastiff tibetano. Mas parece muito mais provável, também em virtude de suas características físicas, que é o resultado do cruzamento das três principais raças turcas de cães-pastor:

  • Kangal;
Kangal
Kangal
  • Akbash;
Akbash
Akbash

Kars.

Kars
Kars

Em essência, portanto, seria um cão deliberadamente criado por profissão.

No palácio Assurbanipal, em Nínive, o que hoje conhecemos como Iraque, há pinturas representando os cães de guerra assírios. Mesmo nesse caso a semelhança é extraordinária.

A notícia mais documentada, no entanto, é aquela onde a raça é vista ao lado dos janízaros; o corpo escolhido dos otomanos a serviço de Maomé, o conquistador, lá no século XIV.

Desde que as pessoas o conhecem, entretanto, o pastor da Anatólia sempre foi um guardião dos rebanhos pertencentes aos camponeses indígenas. A vida em difíceis condições climáticas e territoriais tornou seu temperamento quase indestrutível.

Até 1965, no Ocidente, não havia vestígios do cão. Foi naquele ano que o primeiro clube foi fundado no Reino Unido e o primeiro padrão de raça foi formalizado pela FCI.

Padrão de Raça do Cão Pastor da Anatólia

Antes de buscar por um filhote de pastor da Anatólia para adoção é preciso conhecer um pouco da raça. Ele é um cão grande, altamente desenvolvido, especialmente em altura. Em um animal adulto, o peso pode se aproximar de 64 kg. O tronco muito bem desenvolvido é vistoso, como se o peito estivesse aberto. Não mostra vestígios de gordura inútil, o que o torna atlético.

As pernas são longas e musculosas, bem retas e muito estáveis. Os ossos têm uma boa estrutura e excelente resistência. A cauda tem uma linha de pelo alta, macia, e ouriçada, quando está em alerta.

O pescoço é muito robusto e bem estruturado. A cabeça é larga, sobretudo nos machos. O focinho quadrado não apresenta deformidades evidentes. Os olhos bastante pequenos estão bem espaçados um do outro.

A cor é âmbar, derivando em suas tonalidades. As orelhas, não muito grandes, são inseridas a uma altura média, têm formato triangular e ponta arredondada. Elas são coladas perto do crânio, levemente levantadas em uma posição de alerta.

A pelagem é formada por um subpelo denso e impalpável, coberta por uma pelagem mais grosseira, curta e próxima ao corpo.

Cuidados Quanto a Alimentação e Saúde do Cão Pastor da Anatólia

A saúde do filhote de pastor da Anatólia para adoção deve estar excelente. Mas, se não houver casos de maus-tratos, não se terá tantos problemas. A raça, há séculos, se desenvolve desafiando as adversidades, fortalecendo-se de maneira impressionante.

Pelagem do Pastor da Anatólia
Pelagem do Pastor da Anatólia

O pelo é fácil de limpar, basta prestar especial atenção durante o período de queda. Quanto a alimentação do cão, deve ser de excelente qualidade, mas sem muitas firulas, com doses adequadas ao tamanho do cão.

Personalidade do Pastor da Anatólia

O filhote de pastor da Anatólia para adoção é principalmente autônomo e autossuficiente. O exemplar da raça é usado por séculos para sobreviver em condições extremas. Mesmo na ausência do tutor, ele não sofre de solidão e não fica à procura de abraços.

Isso não significa que ele não se sinta próximo da família humana, pelo contrário. O pet também pode se tornar ciumento e possessivo. Leal, confiável, sempre focado em seus deveres. Esse cachorro precisa de espaços abertos e autonomia, portanto, não pode ser fechado em casa.

Com estranhos, a atitude é cautelosa, mas nunca perigosa, a menos que eles vejam uma razão válida. Deve-se dizer que essa é a autossuficiência da raça, que muitas vezes resolve tomar decisões autônomas.

O filhote de pastor da Anatólia para adoção é fácil de treinar. Entretanto, é preciso pulso, consistência e perseverança. Isso porque ele entende bem quem é o sujeito alfa, mas, pode ser teimoso às vezes. Assim, quando consegue finalmente entender “quem manda”, torna-se um cão muito respeitoso e fiel ao seu tutor.

O Filhote de Pastor da Anatólia para Adoção

O filhote de pastor da Anatólia para adoção se mostra, imediatamente, autônomo e um pouco solitário. Esse é o motivo pelo qual durante a educação é muito importante insistir na socialização. Seu equilíbrio mental verdadeiramente admirável se desenvolve junto com seu crescimento.

Valor

Pelo fato de não ser comumente conhecido no nosso país, é mais difícil ver um pastor da Anatólia que está à venda. É comum conseguir um pastor alemão ou um pastor suíço, mas um animal com características turcas torna-se bem complicado.

Alto Preço por não ser Famoso no Brasil
Alto Preço por não ser Famoso no Brasil

Lá no exterior, a média de valor de um exemplar da raça gira em torno de 600 até 1.000 dólares. Isso dá aproximadamente R$ 1.800 até R$ 3 mil. Caso você queira mesmo realizar adoção desse pet, procure algum canil que crie cachorros de grande porte. Assim, será possível se informar se existe algum tipo de trabalho realizado com a raça.

Aqui em terras brasileiras não existem canis e nem sites de adoção dessa raça. Ela é legitimamente criada na Turquia, mas há também exemplares nos EUA.

Quem deseja um filhote de pastor da Anatólia para adoção deve tentar exportá-lo da Turquia. Entretanto, algo a se ressaltar é que esse país não é integrante da Federação Cinológica Internacional. Esta é a maior autoridade que se tem acerca de cachorros de raça no mundo todo. Dessa forma, os cães não terão pedigree.

Veja também

O Que Acontece Se Quebrar o Casco da Tartaruga?

Os répteis são muito especiais e despertam a curiosidade nas pessoas. Assim, lagartos, camaleões, crocodilos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *