Home / Animais / Fases Do Parto Em Éguas E Tabela De Gestação Do Cavalo

Fases Do Parto Em Éguas E Tabela De Gestação Do Cavalo

As éguas, como boa parte dos mamíferos, possuem um período de gestação relativamente longo, e pra quem faz criação de cavalos, precisa ficar atento para certos cuidados durante essa gestação, e no momento do parto. Porém, independente até se você tem ou não uma criação de cavalos, vamos conhecer mais a respeito desse assunto?

Informações Preliminares Da Gestação De Uma Égua

Quando uma égua está grávida, o período de gestação dela dura aproximadamente 336 dias, ou seja, cerca de 11 meses. Porém, bem antes de uma gestação nesses animais acontecer, interessante notar que já a partir dos 18 meses de vida, o seu apetite sexual começa a aparecer. Não é à toa que é aconselhável separar os espécimes de ambos os sexos após uns 12 meses de vida.

Qual seria, então, a idade recomendada para a reprodução desses animais? Para os machos seria de 3 anos e para as fêmeas, esse período varia entre 3 e 5 anos de idade mais ou menos. É durante a estação da primavera que as éguas entram no cio, justamente quando a quantidade de luz ambiente é maior.

Para identificar se ela está realmente no cio ou não, é simples: geralmente, a égua, ao se encostar em um garanhão, afasta lateralmente os posteriores, eleva a cauda e urina um líquido de odor bem característico, diferente do usual. Contudo, se a égua não estiver no cio, ela irá rejeitar o garanhão, abaixando as suas orelhas, e em alguns casos até mordendo e dando coices nele.

Esse cio dura aproximadamente uns 12 dias, com períodos de oscilação de humor entre os animais. Portanto, é normal que a cada 2 dias, criadores de cavalos realizem novas tentativas. A ovulação, por sua vez, ocorre entre 24 e 48 horas antes do término definitivo daquele cio, com o óvulo sendo fecundado em até 48 horas após liberado.

Também é interessante salientar que o intervalo entre dois cios que seja consecutivos é de cerca de 21 dias, que é quando os mesmo sintomas recomeçam.

E, Quando Se Sabe Que a Égua Está Grávida?

Caso não haja o reaparecimento do cio após 21 dias transcorridos da cobertura, é praticamente certo que a égua está prenha. Inclusive, caso ela esteja realmente grávida, ouros sintomas visíveis é que ela se distanciará de todo e qualquer garanhão, não ficando de costas pra nenhum deles, como é normal durante o cio, por exemplo.

Pra quem faz criação de cavalos, isso pode ser confirmado através de ultrassom, de exames de sangue ou de urina, ou mesmo de palpação transretal. No entanto, esse último procedimento precisa ser realizado por um veterinário, para garantir a eficácia da constatação.

Além disso, quando está grávida, a égua é mais calma, alimenta-se mais e aumenta de peso um pouco. Por sinal, quando se está na metade da gestação, é possível notar um aumento visível de volume na parte esquerda do ventre da égua.

Para quem cria esse tipo de animal, é importante obter esse diagnóstico o quanto antes para que se cuide imediatamente tanto da égua, quanto do potro que irá nascer. Inclusive, é importante salientar que éguas penhas não podem ficar junto de outras que não estejam grávidas.

Gestação E O Parto Propriamente Dito

Parto da Égua
Parto da Égua

Nas éguas, uma gestação normal dura em média 336 dias, o que dá quase 1 ano de gravidez. Já um parto considerado normal desses animais dura cerca de 20 minutos, ou até um pouco mais. De um modo geral, toda égua dá a luz de pé, e o feto cai com as jarretes da mãe no chão, o que faz amenizar a queda. É nesse momento que acontece a ruptura do cordão umbilical.

Porém, há casos em que a égua pare deitada, ou seja, em decúbito, e quando o seu filhote nascem, ela mesma rompe (ou tenta romper o cordão umbilical). Caso isso não aconteça, o própria criador é quem tem que proceder com essa ruptura.

Logo que o parto acontece, a placenta é imediatamente expulsa, com os órgãos genitais da égua voltando a seu estado normal após uns 5 dias depois que o parto ocorre. Existem casos que denominamos de parto difícil (ou simplesmente distócico), e nesses casos, o criador precisa ficar atento, e se, possível, chamar um veterinário.

Égua Com o Filhote
Égua Com o Filhote

Égua paridas em cocheiras precisam receber uma alimentação diferenciada nos primeiros 4 dias após o parto. Nesse caso, o mais recomendável é uma ração que seja leve e laxativa, composta de capim verde e tenro, alfafa (que pode ser verde ou de feno), e cenouras.

Importante destacar ainda que o primeiro leito que o potro irá tomar da mãe (chamado de colostro), é essencial para o pequeno animal, seja devido à quantidade de vitaminas que ele contém, seja pelo fato dele possuir substâncias que servirão de imunização a diversas doenças.

Mais Alguns Cuidados No Pós-Parto, E O Ciclo Que Recomeça

É importante destacar que, nos primeiros dias após um nascimento, é imprescindível deixar égua e potro tranquilos, evitando toda e qualquer intervenção que seja desnecessária. Apenas 2 dias após o parto, já dá pra soltar a égua e o seu potro no pasto, podendo, agora sim, unirem-se às demais éguas da localidade que estejam também com seus potros andando atrás delas normalmente.

Após 7, ou mesmo 11 dias, o cio na égua volta a aparecer, o que implica dizer que ela já pode se juntar a outro garanhão, e poder engravidar novamente, e recomeçar esse mesmo ciclo para, ano que vem, ter um novo potro.

Cavalo e Égua se Acasalando
Cavalo e Égua se Acasalando

Conclusão

Como vimos, a reprodução dos cavalos têm as suas peculiaridades tanto quanto a de outros animais, seja no momento em a fêmea entre no cio, passando para gravidez propriamente dita, e culminando no parto. Neste, inclusive, se analisarmos bem, possui um total de 3 fases. A primeira delas é quando o desenvolvimento do potro atinge a maturação, a segunda quando a bolsa d’água se rompe, e a terceira é quando o nascimento ocorre, e a placenta é expulsa.

Também podemos perceber que os cuidados pós-parto são bem necessários, até mesmo para que a égua possa continuar procriando normalmente com o passar dos anos. Ou seja, um ciclo reprodutivo que, bem acompanhado, pode durar muito tempo ainda.

Veja também

Sagui-de-Bigode: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

O Sagui-de-bigode (Saguinus myxtax), conhecido também como sagui-da-boca-branca, é uma espécie de macaco do novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *