Home / Animais / Dragão-de-Komodo: Curiosidades e Fatos Interessantes

Dragão-de-Komodo: Curiosidades e Fatos Interessantes

O dragão-de-komodo é um animal que causa curiosidade em muitas pessoas. Isso se deve principalmente ao seu tamanho. Ele é o maior lagarto do mundo, suas dimensões são enormes perto de qualquer outro lagarto terrestre. Esses répteis estão presentes sobretudo no em algumas regiões do continente asiático.

A espécie pode ultrapassar os 3 metros de comprimento, além dos 200 kg de peso corporal. De fato, sua aparência, junto com o seu tamanho chamam atenção de muitas pessoas. Na Indonésia, existe o Parque Nacional do Komodo, que foi criado justamente para a preservação da espécie. 

Continue acompanhando esse post para saber mais curiosidades e fatos interessantes sobre o dragão de komodo, suas principais características, onde vivem, o que comem e muito mais! 

Você Conhece o Dragão de Komodo?

Eles são seres peculiares, animais terrestres, répteis, que vivem um uma única região. Isso mesmo, os dragões de komodo vivem apenas na Indonésia. São apenas cinco ilhas por onde eles estão espalhados, elas ficam dentro do Parque Nacional de Komodo, e são elas: Gili Dasami, Gili Motang, Komodo, Ilhas Lesser Sunda e Rinca. É importante destacar também que o Parque Nacional foi criado para cuidar de 5.700 indivíduos de dragões de komodo, os últimos de sua espécie. 

Eles sobreviveram por décadas, porém, vem sofrendo muito com a perda de habitat e áreas naturais. Em alguns lugares da Indonésia, acontece a invasão de casas, restaurantes, pelos animais em busca de comida. Isso ocorre porque a sociedade humana tomou-lhe as terras onde vivia, infelizmente isso não acontece apenas com o dragão-de-komodo, mas com muitos outros seres vivos.

O dragão-de-komodo está presente na lista vermelha da IUCN (International Union for Conservation of Nature) e é uma espécie vulnerável à extinção, ou seja, ainda não está em extinção, mas corre sérios riscos.. A área onde vivem, além de ser muito prejudicada pela agricultura e construções, ainda sofre com decorrentes terremotos, desmatamentos e vulcões.

Em outros tempos, os dragões-de-komodo habitavam também a Austrália. Acontece que com o passar dos anos, migraram para as ilhas próximas da Indonésia. Hoje eles habitam apenas as cinco ilhas citadas acima. Porém, estudos realizados pelo cientista Tim Flannery, indicam que pode acontecer readaptação dos dragões de komodo em terras australianas, isso porque lá falta predadores de grande porte, topo da cadeia alimentar e essa espécie seria uma ótima alternativa, a não ser pelo fato de atacarem humanos. 

São animais interessantes e muito curiosos. veja abaixo curiosidades e fatos interessantes sobre essa espécie tão pouco conhecida por nós.

Curiosidades Sobre o Dragão de Komodo

O dragão-de-komodo é um réptil muito curioso, suas características são únicas e peculiares. Veja abaixo algumas curiosidades a respeito do animal:

Comem de Tudo

Curiosidades do Dragão de Komodo
Curiosidades do Dragão de Komodo

Os dragões-de-komodo comerem de tudo. Isso mesmo, porém, eles são carnívoros, ou seja, evitam comer vegetais e tem uma base alimentar composta por carne. Sendo assim, eles comem desde carniça, animais que já faleceram, até pequenos mamíferos, roedores, outros répteis e animais maiores, como cervos e búfalos. 

Eles não passam fome, porém, com a consequentes perdas de habitat natural, sua alimentação ficou restrita e quando ele fica fome e não consegue se alimenta, coisas terríveis podem acontecer. 

Atitude Agressiva

O animal fica extremamente agressivo quando está com fome, isso é terrível, pois se ele está no mesmo ambiente que pessoas, ele não hesita em atacar. Desta maneira, os ambientes da Indonésia precisam ficar atentos com esse detalhe, os habitantes das Ilhas Komodo, costumam alimentá-lo com carniça de cabras e outros animais menores. Vale lembrar que eles só são agressivos quando estão com fome e essa ação dos moradores contribuiu para manter os dragões afastados das zonas urbanas e do gado. 

O dragão-de-komodo, em apenas uma refeição, é capaz de ingerir cerca de 70% do seu próprio peso, com isso, apenas algumas refeições já satisfazem o animal. O metabolismo dele é lento e demorada, a digestão demora, porém, devido ao sol e muito calor na região, a digestão muitas vezes é mais rápida. 

Estão em Risco

Essa espécie corre sérios riscos de entrar para a lista de animais em extinção. Como foi falado acima, muitas de suas terras estão sendo povoadas por habitações humanas, assim, os animais perdem terras e consequentemente, alimento. 

Dragão de Komodo - Risco de Extinção
Dragão de Komodo – Risco de Extinção

Na região onde moram, na Indonésia, ocorre muitos terremotos, e existem muitos vulcões. Para piorar a situação, eles também sofrem com o desmatamento desenfreado e com decorrentes queimadas de seu habitat nativo. 

Segundo a IUCN (International Union for Conservation of Nature), eles são classificados como vulnerável à extinção, ou seja, a qualquer momento podem entrar na lista de animais em extinção. 

Fatos Interessantes sobre o Dragão de Komodo

Onde Eles Dormem? 

Habitat do Dragão de Komodo
Habitat do Dragão de Komodo

O dragão-de-komodo costuma dormir em meio às rochas e cavernas da região. Porém, quando ainda são filhotes, vivem em cima das árvores. Desta maneira, ficam por lá até sentirem confiança e descer para caçar. Depois que o dragão-de-komodo vai ao solo, ele procura pelos alimentos não volta a subir nas árvores. Eles são excelentes nadadores e conseguem fugir de suas predadores com facilidade. 

Vida Longa

Um fato curioso sobre o dragão-de-komodo é a sua idade. Esses répteis são capazes de viver por mais 50 anos. Sua vida longa permite uma experiência, que amadurece depois dos 5 anos de idade.

Características do Dragão de Komodo
Características do Dragão de Komodo

A reprodução é realizado pelo macho e fêmea, e a incubação dura por cerca de 8 meses. Depois disso, os filhotes vivem nas árvores até virarem lagartos gigantes com mais de 3 metros de altura. 

Inteligente e Rastreador

Outro fator interessante sobre os dragões-de-komodo vem de sua excelente sensibilidade para rastrear qualquer tipo de carniça. Ele consegue sentir o cheiro e localizar um animal morto que está mais 9 km de distância. 

É impressionante com são caçadores natos. Mas engana-se quem acha que ele sente o cheiro pelo nariz, na verdade, eles sentem pela língua, que é como de outros lagartos e cobras. Com a língua eles sentem o gosto das moléculas presentes no ar e vão em direção ao alimento. São animais incríveis, dotados de capacidades das quais nunca imaginamos!

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas nas redes sociais e deixe um comentário logo abaixo!

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *