Home / Animais / Ciclo de Vida do Besouro: Quantos Anos Eles Vivem?

Ciclo de Vida do Besouro: Quantos Anos Eles Vivem?

Cada espécie tem uma forma diferente de viver a sua vida no dia a dia e, consequentemente, possui diferentes hábitos que tem uma influência direta tanto no meio em que cada uma vive quanto com relação aos outros animais que vivem nesse meio também compartilhando todas as características.

Essas diferenças ocorrem em elementos como a alimentação,  do modo de agir, o modo de se reproduzir, de se desenvolver, e até mesmo de maneira mais abrangente, no tipo de ciclo de vida que cada uma possui, já que os animais possuem ciclos de vida completamente diferentes uns dos outros e isto é claro.

Apesar disso, as pessoas não sabem exatamente como funciona o ciclo de vida da grande maioria dos insetos que conhecemos, e geralmente apenas procuram saber como é o ciclo de vida dos seres vivos considerados mais “importantes” e mais famosos no reino animal, como por exemplo o cão e o gato que sempre estão próximos da gente.

Portanto, neste artigo vamos falar de maneira mais específica sobre o besouro. Assim, continue lendo o texto para conseguir entender exatamente como funciona o ciclo de vida desse animal e quantos anos a maioria dos besouros costuma viver.

Os Holometábolos

Podemos classificar a metamorfose dos animais ao longo da vida com diversos termos diferentes que acabam variando de acordo com a maneira com que essa metamorfose ocorre e também com o grau de diferenças entre a fase infantil e a fase adulta do ser vivo.

No caso do besouro, é interessante notarmos que estamos falando de maneira mais específica sobre um ser vivo holometábolo, e isso significa basicamente que ele faz um processo de metamorfose completo ao longo da sua vida, saindo de uma fase infantil, passando por um intermediário e então se tornando completamente diferente durante sua fase adulta.

Holometábolos
Holometábolos

Como um exemplo clássico de holometábolo temos a borboleta, já que nas fases iniciais da vida ela se parece com uma larva, após isso acaba se tornando um casulo no qual se desenvolve e então se torna em uma bela borboleta, dessa maneira ela faz um processo de metamorfose completo e então se torna completamente diferente do que era nas fases iniciais da sua vida.

Portanto, agora que você já entende o conceito de holometábolo e também sabe que o besouro é um dos muitos animais que temos na natureza que podem ser classificados dessa maneira, vamos ver um pouco mais sobre como funciona o processo de transformação desse inseto.

Fase Larval

Essa é a fase inicial da vida do besouro, o que significa que assim que ele nasce essa é a forma que ele possui quando olhamos externamente.

É interessante notarmos que essa larva surge de um ovo, e por isso ela já adota uma característica física muito diferente da anterior já na fase inicial da sua vida.

Nessa fase larval o besouro se parece com uma cobrinha e possui coloração esbranquiçada, e por isso muitas vezes pode ser confundido com outros animais que possuem fase larval, até mesmo como traças ou os populares “bigatos”.

Fase Larval
Fase Larval

Essa fase inicial marca justamente o fato do besouro ser um animal holometábolo, já que quando a comparamos com a forma final de besouro podemos perceber quão diferentes as duas fases são e, consequentemente, como esse animal se modifica com o passar do tempo.

Portanto, agora você já sabe um pouco mais sobre a fase inicial do ciclo de vida do besouro. Quem diria que esse animal seria uma larva pequena e esbranquiçada em algum momento de sua vida, não é mesmo? É por isso que os seres vivos holometábolos são tão interessantes assim!

Fase de Pupa

Como já dissemos anteriormente a fase larval marca a primeira fase do ciclo de vida do besouro, mas como esse animal possui uma metamorfose completa precisamos ter uma fase intermediária entre a fase inicial e a fase final.

Nesse caso, podemos dizer que a fase intermediária do ciclo de vida do besouro é a fase de pupa, momento em que ele fica protegido e se prepara para o seu desenvolvimento.

Isso porque na fase de pupa a larva tende a possuir uma espécie de carcaça em volta de si, que basicamente faz com que ela fique protegida do meio exterior e, consequentemente, se desenvolva sem a intervenção de fatores externos.

Nessa fase, é interessante percebermos que a pupa também apresenta coloração esbranquiçada assim como a larva, já que a única diferença de uma fase para outra é justamente essa carcaça, que é muito fina para resultar em qualquer diferença de cor.

As Fases do Besouro
As Fases do Besouro

Portanto, essa é a fase intermediária entre a fase larval e a fase adulta do besouro, e é por isso que com o passar do tempo essa larva começa a ganhar forma de besouro e, consequentemente, faz com que o animal chegue em sua fase adulta.

Fase Adulta – Quantos Anos O Besouro Vive?

Após a fase larval o besouro finalmente chega a sua fase adulta e por isso toma a forma animal que conhecemos como sendo a do besouro.

Dessa maneira, ele passa a possuir coloração variada, uma casca grossa feita de quitina (um polissacarídeo – tipo de açúcar) e também toda a sua estrutura corpórea dividida em 3 partes: abdômen, tórax e cabeça.

É com essa aparência que o besouro passa o resto da sua vida.

Muitas pessoas se perguntam também quantos anos o besouro vive, e a verdade é que esse é um animal com a vida muito curta, já que sua expectativa de vida pode variar de 2 semanas até 6 meses dependendo da espécie que está sendo levada em consideração.

Portanto, a grande maioria dos besouros não chega a viver nem um ano de vida, e é por isso que esse é um animal de vida efêmera

Logo, esse é o ciclo de vida do besouro e agora você sabe também quanto tempo esse ciclo dura mais ou menos, mesmo que seja importante analisar de acordo com cada espécie para ter o tempo exato.

Gostaria de aprender mais sobre outros seres? Confira aqui no site: História do Jegue e Origem do Animal

Veja também

Affenpinscher

História do Affenpinscher, Personalidade e Origem da Raça

Hoje vamos conhecer um pouco mais a fundo sobre a raça Affenpinscher, já fizemos um …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.