Home / Animais / Cachorro Possessivo com Outro Cachorro ou com o Dono – e Agora?

Cachorro Possessivo com Outro Cachorro ou com o Dono – e Agora?

Muitos donos relatam que seus cachorros são dóceis e amáveis na maior parte do tempo, mas basta que alguém se aproxime do tutor para que ele vire, literalmente, uma fera. Esse é um comportamento muito frequente, mas que com certeza pode – e deve! – ser revertido através de algumas técnicas.

Há ainda animais que demonstram essa possessividade com outros cães. Com isso, um acaba sendo ficando mais acuado, enquanto o outro parece dominar toda a situação por cota de seu comportamento mandão, mimado e às vezes até meio violento.

Se você passa por essa situação com o seu animalzinho, talvez já tenha se perguntando: será que é da personalidade, da raça, ou simplesmente ciúmes porque ele gosta demais de você?

É um fato que a possessividade tem relação com a personalidade, e que alguns animais podem ter isso de maneira mais intensa do que outros. Mas, o importante é entender que em qualquer caso é possível reverter a situação através de muito treino e desenvolvendo a disciplina do seu melhor amigo!

Como Corrigir o Problema da Possessividade do Animal?

Antes de partirmos para a solução propriamente dita, vamos entende rum pouco mais essa reação. Geralmente, os animais agem dessa forma porque consideram que a aproximação de outro individuo representa uma ameaça para ele, para o dono ou para o outro animal.

Então, a sai missão é fazer com que o animal perceba que a presença de outra pessoa pode, na verdade, lhe trazer coisas boas. Isso deverá ser feito de forma gradativa e agradável, respeitando sempre o tempo e o limite do cachorro.

Cachorro Possessivo com Outro Cachorro

Uma sugestão é que você ofereça petiscos sempre que o animal receber bem outra pessoa. E evite, de qualquer forma, reforçar o comportamento possessivo.

Possessividade x Ciúmes: qual dos Dois o Cachorro Sente?

É muito comum que as pessoas considerem que os animais são ciumentos. “Ele rosna quando chegam perto de mim porque tem ciúmes”. A verdade é que os profissionais em comportamento canino dizem que não é possível saber se o cachorro realmente tem ciúmes.

O que se sabe, no entanto, com toda certeza, é que os animais possuem um grande sentimento de posse. Então, o que parece ciúmes pode ser, na verdade, a sensação de que ele é dono do tutor, como se fosse um brinquedo.

• Como não reforçar o comportamento possessivo:

Um animal irritado costuma ser muito bonitinho. Mas, estimular isso está automaticamente estimulando o comportamento possessivo do cachorro. Por isso, não é indicado que você brinque de “Tomar” o brinquedo do cachorro esperando ele rosnar para devolver.

Isso faz com que ele fique ainda mais irritado, mesmo enquanto se diverte. Com isso, a tendência é que se sinta ainda mais impelido a raiva toda vez que alguém se aproximar de alguma coisa (ou alguém) do que ele se sente proprietário.

Animais não Nascem Agressivos – Verdade ou Mito?

Os cachorros possuem personalidade muito claras, e isso pode ser facilmente identificado através do comportamento de cada animal. Mas, a agressividade não costuma ser um comportamento natural.

Ainda que uma ou outra raça demonstre um comportamento mais temperamental, ser raivoso, atacar pessoas costuma ser decorrente de situações que o animal vive com o passar dos anos.

A possessividade se enquadra nessa situação em que o animal, na verdade, foi “ensinado”, de certa maneira, a agir assim. Muito provavelmente por conta dessas brincadeiras que nos soam inocentes, e acabam impactando diretamente no comportamento do cachorro.

Adestramento Pode ser a Solução para Diminuir a Possessividade!

A tendência é que a gente ache muito lindo um cachorro super apegado ao seu dono, e que até avança em outras pessoas que se aproximem. Mas, esse comportamento é ruim para o animal, pois faz com que ele esteja sempre em situação de alerta.

Com isso, o período com o tutor, que deveria ser agradável e descontraído, acaba se tornando, na verdade, um momento de estresse para o animal. Esse é um dos motivos pelos quais você deve se preocupar com o cachorro possessivo.

Fora isso, ainda existe o fator risco, já que o cãozinho pode atacar pessoas e outros pets simplesmente por se aproximarem do dono. Essa situação não seria nada agradável!

Então, estimular a possessividade no animal não é interessante, e deve ser evitado ao máximo. Com boas aulas de adestramento o cachorro pode se acostumar a “compartilhar” as coisas e até mesmo o seu dono, o que vai diminuir bastante o comportamento agressivo.

Quando é a Hora de Procurar Ajuda?

Para perceber que o seu cachorro está com um comportamento excessivamente possessivo, você precisa ter atenção redobrada. Vez ou outra, pode ser somente que o animal não gostou de uma pessoa, ou se sentiu de alguma forma ameaçado.

Mas se os episódios de avanço se tornarem corriqueiros, é importante sim procurar orientação para diminuir isso. Outro comportamento comum que pode lhe servir de alerta é o animal rosnar quando está comendo ou segurando um brinquedo, simplesmente porque alguém passou perto dele.

Esse também é um sinal de que o seu cachorro está com sensação de posse deturpada e exagerada, e isso pode extrapolar e se tornar um problema em breve!

Toda Educação Deve se Implantada de Maneira Gradativa!

O mais importante é que toda a educação do animal seja feita de forma carinhosa e gradativa. Não force a barra, respeite os limites do cachorro, e, acima de tudo, seja carinhoso.

Tenha bastante cuidado pois, cães que apresentam comportamento possessivo podem se tornar agressivos de uma hora para a outra. Para evitar acidentes faça tudo com calma, sempre presenteando o animal com petiscos quando ele fizer algo legal.

Existem algumas raças que podem demonstrar esse comportamento com maior frequência e intensidade, mas elas também podem ser corrigidas. São elas:

• Golden Retriever;

Golden Retriever

• Jack Russell;

Jack Russell

• Rottweiler;

Rottweiler

• Cocker Spaniel;

Cocker Spaniel

• Pinscher.

Pinscher

Animais que passaram por maus-tratos e foram resgatados também pode demonstrar possessividade com relação a seus “salvadores”. Para qualquer uma das situações, boas doses de adestramento e disciplina poderão ajudar. Tudo sempre com muito carinho, amor e paciência.

Veja também

Chihuahua Cores Raras – Quais São? Onde Encontrar?

A raça do cão Chihuahua tem muitos tamanhos e formas diferentes, mas o que mostra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *