Home / Animais / Animais que Começam com a Letra E: Nome e Características

Animais que Começam com a Letra E: Nome e Características

O mundo animal é vasto e podemos encontrar animais que se iniciam com todas as letras do alfabeto. Este texto falará sobre as criaturas da natureza que começam com a letra E.

Escorpião

Também chamada de lacrau, essa criatura invertebrada faz parte da ordem Scorpiones e se enquadra na classe aracnídea. Os Scorpiones representam os artrópodes aracnídeos e possuem cerca de 1500 espécies de escorpiões em seus grupos.

O escorpião possui entre 10 cm e 12 cm e tem um corpo alongado. Essa criatura é bem discreta e costuma realizar suas atividades no período noturno. Esse aracnídeo gosta de se esconder nos troncos e nas cascas das árvores.

Alguns registros científicos mostram que o escorpião existe há praticamente 400 milhões de anos. Inclusive, alguns historiadores afirmam que esse animal foi o primeiro artrópode a sair da água para a terra. O que mais ajudou esse animal a se adaptar ao ambiente terrestre foi a sua carapaça.

Com exceção da Antártida, esse animal pode ser encontrado em todos os continentes desse planeta. É muito comum o escorpião ser encontrado no meio do lixo das grandes cidades e também nos entulhos. Além disso, ele também é visto com muita frequência nas florestas, especialmente a amazônica.

Com relação à aparência, o escorpião possui uma grande variação em suas cores. Os tons desses aracnídeos variam entre o amarelo palha e o preto, mas também apresentam cores intermediárias como vermelho-amarronzado, verde e até mesmo o azul. Existem vários tipos de escorpiões e cada espécie possui a sua própria expectativa de vida. No geral, esses animais vivem entre 4 e 25 anos.

Dieta do Escorpião

Esse animal prefere uma dieta carnívora e, normalmente, gosta de sair à noite para caçar e se reproduzir. Ele costuma encontrar suas presas sentindo as vibrações do solo e do ar. Como o escorpião possui pelos muitos sensíveis nas patas e nas pinças, ele consegue sentir essas vibrações com muita facilidade.

O escorpião gosta de comer insetos e aranhas, mas também são capazes de se alimentar com outros escorpiões, pois a atitude canibal é bem corriqueira no mundo aracnídeo. Ademais, esse animal também come lagartos, roedores e pássaros de pequeno porte.

Esse aracnídeo ingere uma grande quantidade de alimento, mas apenas por gula. O escorpião é capaz de sobreviver um ano sem comer, pois apenas 10% da comida que ele engole é necessária para alimentá-lo. Ao longo de sua vida, essa criatura praticamente não bebe água.

O veneno do escorpião serve para deixar a presa imobilizada, mas também ajuda o predador a fazer a digestão dos órgãos de sua vítima. Além do veneno, o escorpião usa suas “garras” para destruir a carne de suas vítimas, o que torna o momento da “refeição” muito mais simples.

Esse animal regurgita sucos de seu intestino para fazer uma pré-digestão externa de sua vítima. Os escorpiões não conseguem engolir materiais sólidos, por isso, essa pré-digestão é necessária, pois transforma boa parte da vítima do escorpião em líquido, o que facilita a ingestão do predador.

Os predadores do escorpião são as aves, as cobras e alguns tipos de aranhas. Por sinal, na briga entre aranha e escorpião, é o tamanho que define quem é a presa e quem é o predador.

Elefante

Os elefantes tem alimentação herbívora, pois gostam de comer ervas, frutas e folhas de árvores. Como esse animal é gigante, sua alimentação diária varia entre 70 kg e 150 kg. As fêmeas passam toda a sua vida em manadas cuja liderança vem de uma matriarca. Esses grupos têm entre 10 e 15 elefantes de todas as idades.

A gestação das fêmeas varia entre 20 e 22 meses. Assim como os seres humanos, o crescimento dos elefantes também é demorado, pois leva anos para que eles cheguem à fase adulta.

Os filhotes de um elefante podem atingir incríveis 90 quilos. Os machos adolescentes normalmente vivem em pequenos bandos enquanto os adultos preferem o isolamento. Machos e fêmeas se encontram somente para a reprodução, tendo pouco contanto antes e depois disso.

Adepto das savanas, o elefante praticamente não tem predadores por conta de seu tamanho absurdo. Esse animal vive aproximadamente 60 anos e o fim de sua vida fica mais próximo quando ele perde os molares. Sem esses dentes, ele não consegue se alimentar das plantas e morre de fome.

Os elefantes da África superam os asiáticos em tamanho, inclusive, as orelhas dos elefantes africanos são bem maiores que as orelhas dos elefantes da Ásia. Além disso, os elefantes asiáticos não têm os famosos dentes de marfim.

No período de reprodução, os elefantes machos ficam muito agressivos, pois seus níveis de testosterona aumentam consideravelmente. Nessas situações, os seres humanos se tornam as maiores vítimas. Aproximadamente 400 pessoas são mortas por elefantes anualmente.

Orelha de Elefante

O elefante possui orelhas grandes que lhe ajudam a regular a temperatura do corpo. As orelhas desse animal são compostas por uma fina estrutura de cartilagem e por uma enorme rede de vasos sanguíneos. Em dias de calor, esses gigantes agitam as orelhas de forma constante, o que gera uma brisa bem agradável.

A brisa criada pelas orelhas dos elefantes torna o sangue do animal mais fresco, podendo chegar a 6°C. É nessa temperatura que o sangue se espalha pelo resto do corpo do animal.

A diferença de tamanho entre as orelhas dos elefantes da Ásia e da África está ligada a questões geográficas. Os elefantes da África vivem em locais de clima quente, por isso as orelhas deles são maiores. Por sua vez, os elefantes da Ásia vivem em locais mais frescos, o que explica as suas orelhas menores.

As Orelhas do Elefante
As Orelhas do Elefante

Além de refrescar, as orelhas também servem para intimidar os inimigos. Normalmente, os elefantes estendem as orelhas quando querem parecer maiores e mais fortes. No período reprodutivo, os machos liberam um odor através de uma glândula que fica entre os seus olhos e abanam as orelhas para espalhar o cheiro.

A pesquisadora Joyce Poole, famosa por investigar a vida dos elefantes, criou a seguinte teoria: os machos balançam a orelha, pois querem espalhar o seu “odor da conquista” na maior distância que puderem.

Enchova

A enchova, que também é conhecida como anchova, é um peixe de pequeno porte que faz parte da família Engraulidae. Em vários locais do planeta, a enchova é alvo de pescarias enormes. Por exemplo, em terras peruanas e chilenas, os pescadores chegam a capturar doze milhões de toneladas.

Esse peixe pode ser visto em vários oceanos, sempre nas águas de clima temperado. Além disso, a enchova é encontrada com facilidade no Mar Mediterrâneo e no Mar Negro. O tamanho desses peixes varia entre 2 cm e 40 cm.

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *