Home / Natureza / Tudo Sobre Cobras Amarelas

Tudo Sobre Cobras Amarelas

Que as cobras são animais que dão medo, mas que são fascinantes, todos nós já sabemos disso. Mas há cobras que chamam muito a nossa atenção. É o caso das cobras amarelas. Você sabe os nomes de cada uma delas?

As cobras são animais fascinantes. São répteis rastejantes, possuem corpo alongado, umas são venenosas, outras, não. Mas todas são, realmente, incríveis!

No mundo existem cerca de 2.930 espécies de cobras. A classificação delas é muito importante para nossos estudos. Reino: Animalia. Filo: Chordata. Classe: Reptilia. Ordem: Squamata. Sub-ordem: Ofídia. Família: Elapidae.

As serpentes peçonhentas, como o próprio nome diz, são aquelas que possuem peçonha, ou seja, veneno. São capazes de inocular o veneno nas vítimas através de sua picada.

Primeiro, apesar do que muitos pensam, nem todas as cobras amarelas são venenosas. Assim, existem espécies que são venenosas e outras que não o são.

Acredita-se que as cobras amarelas são todas venenosas. Porém, vamos tirar essa dúvida neste texto. Quais as principais características das cobras amarelas? O que elas têm em comum?

Píton Albina

Píton Albina Enrolada
Píton Albina Enrolada

Vamos começar a nossa lista com uma cobra amarela que não parece amarela. Seria possível dizer que se trata de uma cobra com um delicado tom de amarelo.

A Python molurus bivitattus possui manchas amarelas por todo o corpo, que é branco. Todavia, esse efeito trata-se da falta de melanina em sua pele. A falta dessa substância acaba por justificar o nome Píton albina.

Seu ataque é feroz. A serpente se enrola em suas presas e crava seus dentes nela, o que torna, praticamente, impossível escapar dessa predadora incrível.

Típica da Ásia, essa cobra amarela vive em florestas úmidas e alagadas. São ovíparas. Seus filhotes são gerados a partir da postura de ovos.

Sua alimentação baseia-se na ingestão de aves, pequenos roedores, coelhos e outros animais de pequeno porte.

Jiboia Amarela

Jiboia Amarela Com a Língua de Fora
Jiboia Amarela Com a Língua de Fora

A jiboia amarela pode ser encontrada na região da Floresta Amazônica, no Pantanal mato-grossense, na Mata Atlântica, inclusive, no Cerrado e na Caatinga.

Apesar de não ser peçonhenta, o dano causado à vítima, ou presa, é somente físico, pois, sua mordida é considerada bastante dolorosa. Além disso, possui a capacidade de constrição, que é quando ela envolve o corpo da presa, esmagando-a com a força dos músculos.

Costumam se alimentar de sapos e rãs. Também se alimentam de aves, pequenos mamíferos e lagartos. E, apesar de ameaçadora, a jiboia amarela evita o contato com o homem.

Esses enormes répteis são vivíparos. Aproximadamente 60 filhotes nascem em cada ninhada.

Naja Samar

Serpente Naja Samar Em Posição de Alerta
Serpente Naja Samar Em Posição de Alerta

A cobra Samar também é conhecida pelo nome de cobra Visayan. Vive no grupo de ilhas situadas no sul das Filipinas. É altamente peçonhenta, capaz de cuspir seu veneno a distância.

A coloração da Naja samarensis varia do preto e amarelo para o verde. Alimenta-se, sobretudo, de roedores, mas, também, ingere sapos, rãs e répteis.

Após o ataque dessa serpente, a vítima sofre paralisia e desconforto respiratório. são capazes de atacar em grande velocidade. Pulverizam, inclusive, seu veneno para que os olhos das vítimas sejam atingidos.

Pode atingir mais de um metro de comprimento.

Jararacuçu

Jararacuçu Com a Boca Aberta
Jararacuçu Com a Boca Aberta

A serpente jararacuçu é uma cobra amarela conhecida, no Brasil, por vários nomes, tais como urutu-estrela, jaracuçu-verdadeira, surucucu-dourada, entre outros. Seu nome científico é Bothrops jararacussu lacerda.

Essa cobra possui a habilidade de se camuflar na natureza, atacando a sua vítima, ou presa, de surpresa. Seu bote pode atingir a distância de dois metros.

Gosta de sair para caçar durante a noite. Costuma comer sapos, rãs, aves e pequenos roedores. Durante o dia, costuma repousar ao sol. Inclusive, há quem diga que essa prática realça a tonalidade de sua pele. A jararacuçu possui o corpo amarelo, mas com frisos escuros.

A Bothrops jararacussu lacerda é uma serpente vivípara, sendo capaz de gerar até 20 filhotes numa única ninhada.

Cobra-de-Pestana

A Exótica Cobra-de-Pestana
A Exótica Cobra-de-Pestana

Bothriechis schlegeli é o nome verdadeiro da cobra-de-pestana, que recebe esse nome por possuir determinado número de escamas característica na região acima dos olhos.

Vive na região entre a Venezuela e o México, em florestas fechadas. São de pequeno porte. Os machos da espécie medem entre 55 e 80 centímetros de comprimento. Já as fêmeas chegam a 70 centímetros de comprimento.

A cobra-de-pestana é uma das serpentes mais bonitas do reino animal. Também chamada de cobra-de-ouro, a tonalidade de sua pele destaca-se por ser amarelo-ouro.

É uma das serpentes mais venenosas do mundo. Seu veneno possui a capacidade de causar hemorragias (hemotoxina). Essa hemotoxina é capaz de matar um indivíduo em poucas horas.

Por vezes, as vítimas dessa predadora implacável, caso sobrevivam, terão de amputar o membro atingido durante o ataque da Bothriechis schlegeli.

Taipan-do-Interior

Taipan-do-Interior A Cobra Mais Venenosa do Planeta
Taipan-do-Interior A Cobra Mais Venenosa do Planeta

A perigosa e venenosa cobra taipan-do-interior, segundo muitos especialistas, é a serpente mais letal do mundo. Na Austrália, é conhecida como cobra da barriga amarela.

É tida como a cobra mais venenosa do planeta, pois, seu ataque pode liberar uma dose mortal de neurotoxinas. Tais neurotoxinas paralisam o sistema nervoso central de suas vítimas, interrompendo a circulação do sangue em poucas horas.

Não se deve confundir a taipan-do-interior (Oxyuranus microlepidotus) com a cobra-taipan. Alimenta-se de pequenos mamíferos. Há registros de ataque a marsupiais.

Serpente do Milho

Serpente do Milho na Palma da Mão de Seu Dono
Serpente do Milho na Palma da Mão de Seu Dono

Nos Estados Unidos, a cobra-do-milho, também chamada de cobra-do-milharal, é tida como excelente animal de estimação, pois, é calmo e agradável de se manusear. Essa espécie apresenta uma variedade de cores.

São de natureza pacífica, porém, na natureza, quando ameaçadas, atacam. A mordida, segundo relatos, é extremamente dolorosa. A cobra-do-milho não é venenosa. Medem, aproximadamente, 70cm de comprimento. Vivem, em média, 16 anos. Reproduz-se bem em cativeiro, alimentando-se de camundongos.

Na realidade, não há indivíduos da cor amarela, mas sim, com uma tonalidade cor de laranja. Mas é preciso considerar a variação de pele de cada Corn Snake.

Serpente do Mar de Barriga Amarela

Serpente do Mar de barriga Amarela
Serpente do Mar de barriga Amarela

A Pelamis platurus trata-se de uma serpente marinha. É comum em águas oceânicas tropicais. São ovíparas, sendo que seu período de gestação é de seis meses.

Essa serpente é bastante venenosa. Possui um veneno neurotóxico capaz de paralisar as presas em poucos instantes. Segundo alguns estudos, seu veneno é dez vezes mais potente que o da Naja haje.

Também conhecida pelo nome de cobra-do-mar-pelágio, considera-se que ela seja o único membro do gênero Pelamis.

Saiba mais a Respeito de Ecologia

Estudar os seres vivos amplia os nossos conhecimentos. Temos um vasto ecossistema que nos beneficia na abordagem do tema.

Quer saber mais a respeito de serpentes e Ecologia? Continue navegando em nosso site. Abordamos diversos outros assuntos tão interessantes quanto os nomes das cobras amarelas. Temos certeza de que você irá gostar. Seja bem-vindo! Seja bem-vinda!

Veja também

Principais Características do Agroecossistema

Como bem sabemos, todo o setor agropecuário é a base da nossa alimentação desde muitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *