Home / Natureza / Canyon Brasileiro Sergipe

Canyon Brasileiro Sergipe

O Brasil é conhecido mundialmente por suas belezas naturais. Um país tropical de clima agradável, apresenta uma grande diversidade de ambientes naturais. Os mais famosos e apreciados são, sem sombra de dúvida, as praias. E no Nordeste, é possível desfrutar das mais belas e agradáveis do Brasil, com suas águas mornas e tranquilas, em sua maioria. São o destino de muitos turistas durante o verão. Porém, não são só as praias que abrilhantam as terras brasileiras. Existem muitos outros encantos, como por exemplo, as grandes formações rochosas, chamadas de Cânions.

Sergipe

Sergipe é um dos estados brasileiros e fica situado na região do Nordeste. É um estado relativamente pequeno em sua extensão, ocupando uma área total de 21.915,116 quilômetros. Sua capital é Aracajú, que tem a orla considerada uma das mais bonitas do Brasil. Lá pode-se visitar o projeto Tamar, que tem como objetivo a preservação das tartarugas marinhas, e muitas outras atrações turísticas.

As opções de passeios em Sergipe são muitas. Uma delas é a cidade de São Cristóvão, quarta cidade mais antiga do país, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde janeiro de 1967, tem vários prédios históricos e museus. Mas para quem quer algo mais natural e quer sair da “área praieira”, um dos locais mais indicados pelos moradores e guias turísticos da região, são Cânions do Xingó, localizados no sertão do Estado, a 213 km da capital. A cidade é Canindé de São Francisco, é um município brasileiro que fica no extremo noroeste do estado de Sergipe e que ganhou destaque e maior reconhecimento após servir de cenário para a novela da globo, chamada Velho Chico. O cânion de Xingó é o quinto maior do mundo e pode ser observado de perto enquanto se navega pelo Rio São Francisco que o banha. É formado por belas rochas areníticas, esculpidas ao longo de milhares de anos pela água e pelo vento.

O que São os Cânions?

Cânions são grandes paredões que foram formados por processos erosivos no decorrer de milhões de anos. São esculpidos principalmente pela ação dos ventos e das águas que de tanto entrarem em atrito com a rocha, desgastam a mesma.

Existem vários cânions ao redor mundo, mas sem dúvida, dos já conhecidos,  o mais imponente deles é o Grand Canyon, situado nos Estados Unidos, no estado do Arizona, ele possui incríveis medidas de 29 quilômetros de largura, um desfiladeiro com 446 quilômetros de extensão e em alguns pontos existem penhascos que atingem 1,6 mil metros de profundidade.

Cânions no Brasil

Existem várias regiões brasileiras com cânions. Uma das regiões mais famosas é a Aparados da Serra, entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul, onde se encontra o maior cânion da América do Sul. Para se ter uma ideia, são 10.250 hectares ocupando o parque nacional, sendo Itaimbézinho o maior deles, com mais de 5 quilômetros de extensão. Porém existem muito outros no país: Cânion do Xingó, Canyon das Bandeirinhas, Cânion do rio Espalhado,  Cânion dos Apertados, Cânion Churriado,  Cânion Josafaz, Cânion dos Índios Coroados, Cânion do Guartelá, Cânion Fortaleza e outros.

Cânions de Xingó

Esses cânions podem ser vistos na divisa de Alagoas e Sergipe e cada vez mais tem sido destino dos turistas que querem conhecer as belezas do nosso Brasil. Um dos passeios mais realizados é o de catamarã pelo rio São Francisco, de onde é possível observar as grandes formações rochosas. O ponto de partida é a cidade de Canindé, que fica em Sergipe, a 200 quilômetros de Aracajú. Depois de meia hora de navegação, chega-se ao imponente cânion do Xingó, com direito a mergulho nas águas verdes e cristalinas do Rio São Francisco.

Também existe a opção de ir de barco a uma área mais próxima dos Cânions, onde as embarcações de maior porte não conseguem entrar. É possível ainda fazer “stand up paddle” nas águas tranquilas e praticar rapel nos  cânions. Para os mais corajosos, existe também o passeio de helicóptero para observar toda a beleza dos Cânions e do rio de cima, sobrevoando boa parte da região. Esse helicóptero parte de um dos únicos restaurante que fica na margem do Rio São Francisco, na região dos cânions, que é o Karrancas Restaurante, no Canindé de São Francisco. Saindo de Alagoas, a principal cidade de partida para visitação dos cânions é Piranhas. O passeio é o mesmo, só muda o local de partida.

Cidade de Piranhas Vista de Cima
Cidade de Piranhas Vista de Cima

O cânion fica ao redor do Lago Justino, formado pelas águas verdes do rio, que em alguns trechos atinge uma profundidade de 190 m. O Rio São Francisco foi represado para a construção da Usina Hidrelétrica de Xingó, formando esse lago de raríssima beleza. As rochas que têm mais de 40 metros de altura, possuem uma média de idade de 60 mil anos e ainda guardam vestígios dos primeiros habitantes da região, que viveram por lá há mais de oito mil anos. No meio do caminho também é possível ver a demonstração da fé dos moradores locais que colocaram uma  estátua de São Francisco no meio das rochas. Essa imagem se encontra lá desde 1996.

Os catamarãs levam os turistas até uma área chamada Gruta do Talhado, onde é possível fazer uma parada de uma hora para mergulho, numa espécie de área reservada, semelhante a uma piscina no meio do rio, com 2 divisões: uma parte com a profundidade de 1 metro (para crianças) e outra com profundidade de cerca de 6 metros.

Essa área reservada é para proteção dos banhistas que podem se distrair e se afastar demais dos grupos, não conseguindo mais voltar ou para proteger também contra ataques de possíveis animais como piranhas, por exemplo.

Melhor Época para Visitar

A melhor época para visitar é na temporada seca, que começa em agosto e vai até fevereiro, com destaque para outubro, que é o mês em que tradicionalmente chove muito pouco. As chuvas começam fracas em março, mas aumentam no mês de maio, junho e julho, porém a precipitação, mesmo nos meses mais chuvosos, não é grande. Os catamarãs geralmente apresentam primeiro andar, onde é possível no “andar de baixo” se abrigar da chuva, caso ela venha acontecer. Mais o melhor mesmo é pesquisar bem antes de ir e escolher a melhor época para curtir esse lugar lindo. O local é encantador e vale a pena reservar alguns dias para conhecê-lo.

Veja também

Estudantes de Ecologia

Técnico em Ecologia

O técnico em ecologia é a pessoa que desempenha várias tarefas técnicas no campo e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *