Home / Plantas / Pitangueiras Caindo Folhas Com Folhas Enrugadas ou Queimadas

Pitangueiras Caindo Folhas Com Folhas Enrugadas ou Queimadas

Pitangueiras com folhas caindo, enrugadas ou queimadas pode ser um sinal da presença de ácaros. Os ácaros são espécies de aracnídeos (quase microscópicos) que fixam-se na parte de cima das folhas, e que, de tão discretos, até parecem apenas uma parte da planta ou alguma imperfeição natural.

A presença de pragas como essas pode significar um desequilíbrio entre as necessidades básicas da planta, geralmente relacionado com um terreno pouco nutritivo, pouca ou muita incidência de sol, água em demasia ou em escassez, clima muito quente, úmido ou seco, ou com as características da região de plantio.

O resultado disso pode ser o aparecimento desses famigerados animaizinhos, bastante afeitos a temperatura e umidade altas, pois é quando eles aproveitam-se para alastrar-se sobre as plantas, inicialmente na forma de uma teia bastante delgada, que evolui para pequenas machas brancas, e que tornam as folhas de espécies como as pitangueiras totalmente enrugadas e queimadas, até caírem por completo.

Como um bom agente fitófago, os ácaros devoram as partes aéreas das plantas, bem como as suas raízes, configurando-se como um verdadeiro transtorno para qualquer tipo de cultura, principalmente quando há a demora na identificação da praga e o correto monitoramento da infestação, para que possa ser feito o controle da forma mais adequada.

Mas a dificuldade para se levar a cabo esse monitoramento – seguido do seu controle – é justamente o fato de tratar-se de uma espécie minúscula – quase imperceptível –, que muitas vezes exige a utilização de algumas ferramentas (como lentes de aumento) para que se possa identificar a sua presença em todas as partes da planta.

Essa presença geralmente é identificada na forma de sinais, como o amarelecimento da superfície interior das folhas e por pontos avermelhados em sua face superior.

Portanto, seguem algumas das principais dicas de como eliminar de vez esse tipo de transtorno quando ocorrem em espécies como as pitangueiras, por exemplo. Mas sem, no entanto, eliminar de vez toda a vida vegetal que desenvolve-se ao seu redor.

1.Limpeza Regular das Plantas

Uma dica para quando notar que as folhas da sua pitangueira estão caindo, enrugando ou queimando, é averiguar se o problema não é a presença de ácaros nas suas superfícies.

Em caso positivo, lance mão de estratégias como uma mistura de sabão (detergente) com água morna, a fim de higienizar as partes aéreas da planta.

Para tal, utilize 1 litro de água para cada 50ml de detergente neutro. Com uma esponja, faça movimentos leves e suaves, esfregando toda a extensão das folhas, ou utilize um borrifador para aplicar a solução nas regiões mais difíceis.

Repita a operação após uma semana e verifique os resultados.

2.Água, Sabão, Alho e Pimenta de Moça

Essa é uma “solução explosiva”. É uma verdadeira bomba, capaz de eliminar, não só ácaros como diversas outras pragas que costumam afetar inúmeras variedades de plantas e demais vegetais.

Para utilizar essa ferramenta você precisará de 100g de alho picado, 2l de álcool, 100g de pimenta de moça moída, 2l de água e 100g de sabão de coco ralado ou moído.

Solução Contra Ácaros
Solução Contra Ácaros

Junte o alho e 1l de álcool e reserve por 10 dias. Junte a pimenta de moça com 1l de álcool e reserve também pelo mesmo período. E dissolva o sabão nos 2 litros de água e também reserve.

Após cumprido esse prazo, coloque 2 colheres de sopa de cada um dos preparados num borrifador e aplique pelo menos 2 vezes ao dia por pelo menos 3 dias.

3.Utilize Plantas Como Inseticidas

Uma outra forma de tratar as pitangueiras quando as suas folhas estão caindo, enrugadas ou queimadas, é por meio dos chamados “acaricidas naturais”, que são produtos farmacêuticos feitos à base de plantas e ervas, com alto poder de combate aos mais diversos tipos de pragas que acometem lavouras e espécies ornamentais.

Inseticidas feitos com flores de crisântemos, urtigas, hortelãs, entre outras espécies, são considerados o que há de melhor em produtos medicinais para o combate a ácaros das mais variadas espécies.

O óleo de “neem” também é outro produto farmacêutico bastante indicado para esses casos, pois, além de combater os insetos, ainda forma uma espécie de escudo protetor contra futuras invasões dessas ou de outras pragas.

Óleo de Neem
Óleo de Neem

4.Faça Podas Regulares

As podas servem para impedir que outras espécies que convivem ao lado das pitangueira sejam infectadas.

As folhas doentes deverão ser podadas e as que estiverem no chão removidas. Todo esse material deverá ser acondicionado em um saco plástico separado. E este saco deverá ser amarrado e queimado em um local à parte.

Caso a pitangueira esteja toda ela infectada, a solução – se não puder ser tratada com as técnicas citadas acima – será arrancá-la e queimá-la por inteiro, a fim de que não contamine as espécies ao seu redor.

5.Fique Atento às Ervas Daninhas

As ervas daninhas são alguns dos principais flagelos para as lavouras e também para as espécies ornamentais cultivadas em canteiros, vasos, jardineiras, ou mesmo em jardins.

O problema aqui é que elas acabam também sendo uma das principais parceiras dos ácaros e demais pragas desse tipo, pois é nelas que os ácaros escondem-se, confortavelmente; evitando, assim, a sua identificação.

As ervas daninhas mais robustas, com folhas largas e mais volumosas, são as piores! Estas deverão ser imediatamente removidas assim que forem detectadas.

Juntamente com elas, deverão ser removidos restos de entulho, detritos, vestígios de outros cultivos ou de colheitas, galhos, tocos, folhas mortas ou qualquer outro tipo de resto vegetal capaz de incentivar o desenvolvimento desse tipo de erva.

6.Use Chás Acaricidas

Os chás acaricidas, como o próprio nome diz, são infusões feitas a partir de plantas capazes de combater os mais variados tipos de pragas que atacam espécies vegetais – inclusive para tratar pitangueiras com folhas enrugadas, queimadas, e até quando já estão caindo.

Um chá à base de pimenta e alho é praticamente imbatível! Coentro, camomila, cebola e hortelã são um verdadeiro terror na vida de ácaros e demais pragas na forma de insetos.

Um chá feito com canela, cravo, tempero pronto e água não oferece a menor chance para esses animais desenvolverem-se à vontade – e estas são apenas algumas das formas de combater essas espécies de forma barata, rápida, fácil e ecologicamente correta.

Para todas essas sugestões, o recomendado é utilizar um borrifador e fazer aplicações a cada 24 horas, por no máximo duas semanas, ou de acordo com as necessidades de cada planta.

Agora gostaríamos que você nos contasse mais sobre as suas experiências com esse tipo de praga na forma de um comentário, logo abaixo. E continue compartilhando as nossas publicações.

Veja também

Árvore de Syringa Lilas

Syringa Lilas: Reino, Classe, Ordem, Família e Gênero

As flores ocorrem na primavera, cada uma com cerca de 1 cm de diâmetro, branco, …

2 comentários

  1. Eu tenho uma pitangueira de 23 anos de idade, sempre deu muita piranga, sempre foi saudável. De dois meses para cá reparei que não tinha dado frutos, mas deu m pouco de flor, de repente, as folhas caíram, e parece que está secando. Osgalhos mais baixos estão praticamente secos. Há poucas folhas. Acho que está morrendo. Há um vazamento de água da SABESP, do lado de fora no meu muro, e vem pra dentro do jardim, bem próximo da pitangueira. Parece água limpa, será que essa umidade pode ter prejudicado minha árvore? Estou muito chateado, pois adoro minha pitangueira. Tenho outra em outra parte, mas é muito menor, e está ao lado de um pé de louro, não é frondosa como essa mais velha. O que posso fazer? Acho que já morreu.

    • Lígia, pela sua descrição o mais provável é que sejam ácaros (ou outras pragas). Tente evitar esse encharcamento da planta, utilize os métodos citados no artigo e depois nos conte os resultados. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *