Home / Plantas / Importância Econômica do Arroz no Brasil

Importância Econômica do Arroz no Brasil

O arroz é a principal cultura de alimentos cultivada desde os tempos históricos. Hoje, esse grão único ajuda a sustentar dois terços da população mundial. É a vida de milhares de milhões de pessoas. Está profundamente enraizado na herança cultural de suas sociedades.

Cerca de quatro quintos do arroz do mundo é produzido por pequenos agricultores e é consumido localmente. O cultivo de arroz é a principal atividade e fonte de renda para cerca de 100 milhões de lares na Ásia e na África.

Importância Econômica do Arroz no Brasil

O Brasil é quem mais consome e produz arroz no mundo fora da Ásia. Por ano, o Brasil produz em torno de 15 milhões de toneladas de arroz sem moer, totalizando no processo comercial uma média de quase 13 milhões de toneladas consumível. O país faz parte do Mercosul (Mercado Comum do Sul), junto com Argentina, Paraguai e Uruguai.

Este conjunto econômico tem sido capaz de uma oferta média de mais de 20 milhões de toneladas de arroz por ano (base de casca), sendo cerca de 7 milhões de toneladas destinados a exportações para outros países dentro ou fora do bloco. Esse oferta disponível representou quase 20% do total alavancado pelo comércio internacional em 2013/2014.

A partir de 2013, o Brasil tem crescido notavelmente no mercado internacional, com exportações anuais superando a marca dos 2 milhões de toneladas, o que confirma que o país tem eficiência e logística de qualidade pra gerir nesse nicho. Estima-se que o país ainda consiga fazer mais pela demanda mundial do grão, em vista de seu potencial geográfico e dos investimentos em tecnologia de ponta que acelera o processo industrial.

De tudo o que o Brasil produz de arroz, mais de 70% de sua safra é proveniente da região sul, em especial Santa Catarina e Rio Grande do Sul que, com seu clima subtropical muito pertinente, já oferece quase 13.000 km² de área para o cultivo, possibilitando uma colheita em torno de 10 milhões de toneladas. É dessa região que se espera quase a totalidade de cultivo para exportação. Para o consumo interno, atenta-se para o que pode ser cultivado em outras regiões do país.

Como o Arroz é Irrigado no Brasil

Dos mais de 500 municípios que cultivam o arroz no Brasil, o que equivale a quase 25.000 km² de plantação de arroz, pelo menos 200 municípios são da região sul. Com esta abrangência de cultivo, o mercado brasileiro tem superado metas anuais com um valor bruto de produção (PIB), superando a média dos R$ 10 bilhões.

Processamento de Cereais no Brasil

No Brasil existem mais de 1.000 indústrias trabalhando no processamento de cereais, mas apenas cerca de 7% destas indústrias são consideradas de médio a grande porte, e são as que se sobrecarregam com boa fatia do mercado interno de consumo. Já para o mercado internacional, o número de indústrias que atendem a demanda cai pra cerca de 4%, atuando nas exportações com capacidade logística e eficiência de produção para atender as exigências internacionais. Espera-se mais investimentos no setor para aprimorar e qualificar melhor o setor, além de facilitar o acesso a tecnologia, para que mais empresas consigam ingressar na concorrida atividade.

O Brasil tem reconhecimento internacional ao prestar atendimento flexível e especial aos consumidores internacionais, prestando serviços de logística e produtos de qualidade. Essa expressividade pode ser melhor aproveitada dando maior atenção ao progresso do setor industrial, bem como às necessidades do homem do campo.

Para isso, empresários da indústria e da agricultura olham atentos e cheios de expectativas para entidades como EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e IRGA (Instituto do Arroz do Rio Grande do Sul), instituições públicas constituídas na gestão política e de investimentos que visam favorecer o setor.

Entre os países que buscam importar nosso arroz em meio a um mercado mundial tão competitivo, pode-se citar com orgulho que o Brasil atende a demanda de quase a metade do mundo, cerca de 70 países, incluindo países africanos, caribenhos, europeus, sul americanos e mesmo asiáticos. A preferência por nosso arroz é equilibrada, seja na escolha do arroz branco, parboilizado, triturado ou integral. O progresso tornou-se tão grande que atualmente o Brasil está entre os 5 maiores exportadores de arroz do mundo, segundo dados recentes.

Propriedades do Arroz

O arroz é uma excelente fonte de carboidratos complexos, que é uma fonte importante do combustível de que nosso corpo precisa. Os carboidratos são decompostos em glicose, a maioria dos quais é usada como energia para o exercício e como combustível essencial para o cérebro.

O arroz é saudável para o que não contém. O arroz não tem gordura, não tem colesterol e é isento de sódio. O arroz é um excelente alimento para incluir em uma dieta balanceada e não produzir colesterol. O arroz é um alimento com baixo teor de sódio para aqueles com hipertensão.

Uma boa fonte de vitaminas e minerais, como tiamina, niacina, ferro, riboflavina, vitamina D, cálcio e fibras. É uma fonte justa de proteína contendo todos os oito aminoácidos. O arroz contém baixo teor de açúcar e é isento de glúten. Assim, torna o arroz a escolha essencial para pessoas com necessidades dietéticas sem glúten.

Arroz não contém aditivos ou conservantes, tornando-se uma excelente inclusão em uma dieta saudável e equilibrada. O arroz também contém amido resistente, que é o amido que atinge o intestino não digerido. Isso estimula o crescimento de bactérias benéficas, mantendo o intestino saudável. Além disso, não é alergênico.

Grãos integrais (como arroz integral) contêm grandes quantidades de fibras insolúveis – o tipo de fibra que alguns cientistas acreditam que pode ajudar a proteger contra uma variedade de cânceres.

O Arroz na Medicina Tradicional

Acredita-se que o arroz tenha propriedades medicinais. Embora isto não seja cientificamente comprovado eficaz, tem sido usado em muitos países para fins medicinais. Por exemplo:

  • Filipinas: O polimento do arroz (o farelo) é extraído e usado como uma excelente fonte de vitamina B para prevenir e curar beri-beri.
  • Malásia: No Livro Medicinal da Medicina Malaiana, é prescrito que “verduras” de arroz cozido podem ser usadas como uma loção para os olhos e para uso com inflamação aguda dos tecidos internos do corpo. O livro também recomenda a aplicação de uma mistura de arroz em pó seco em certas doenças da pele.
  • Camboja: Os cascos (casca) de plantas de arroz maduras são considerados úteis no tratamento da disenteria. Acredita-se que os cascos de uma planta de arroz de três meses sejam diuréticos.
  • China: Os chineses acreditam que o arroz fortalece o baço, assim como o “estômago fraco”, aumenta o apetite e cura a indigestão. Os grãos secos de arroz germinados já foram usados como um remédio externo para ajudar na digestão, dar tônus aos músculos e expelir gases do estômago e dos intestinos.
  • Índia: A água do arroz é prescrita pela farmacopeia da Índia como um unguento para combater a superfície inflamada.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *