Home / Plantas / Ameixa Japonesa Sanguínea: Benefícios, Características e Fotos

Ameixa Japonesa Sanguínea: Benefícios, Características e Fotos

O gênero prunus compreende cerca de 430 espécies de madeiras nobres ou coníferas e arbustos naturalmente encontrado em regiões temperadas. Pertence à família rosaceae, na subfamília prunoideae.

Enquanto algumas espécies não dão frutos comestíveis e são usados para decoração, outros são cultivados comercialmente produção de frutas e nozes. A maioria dessas espécies é nativa da Ásia ou do sul da Europa, como a ameixa japonesa, o prunus japonês.

Características Gerais da Ameixa

A ameixeira foi originalmente cultivada em estado selvagem na Ásia e na América do Norte. Espécies de ameixeiras silvestres muitas vezes resultam em cultivares e híbridos rústico que produzem frutos de boa qualidade.

A espécie prunus domestica refere-se às ameixas cultivadas e importadas da Europa no momento da Nova França. Estes escaparam por vezes das áreas cultivadas e tornaram-se naturalizados por lugares na costa do rio St. Lawrence.

As ameixeiras cultivadas hoje são Variedades europeias ou japonesas, híbridos americanos ou cultivadores resistentes nos EUA. Durante o século 20, o cultivo da ameixa praticamente desapareceu devido à evolução dos mercados e à falta de meios de controle de doenças, e por falta de interesse.

No entanto, setores de fruticultura na América do Norte se especializou em certas regiões e províncias (Califórnia, Ontário e Colúmbia Britânica) em torno de algumas variedades selecionadas de critérios como tamanho, cor e dureza da pele, muitas vezes determinando seu sabor.

Características da Ameixa Japonesa Sanguínea

As chamadas ameixa japonesa sanguínea provem de árvores arbustivas que crescem entre 6 a 10 metros. São plantas frutíferas bem vigorosas e de ótima produção, resultando em frutos de firme polpa, com um sabor um pouco amargo imaturo mas bem adocicado ao amadurecer completamente.

O nome característico ameixa japonesa sanguínea se deve ao fato da sua carne apresentar manchas bem enrubescidas, além do vermelho intenso de sua casca. Essa árvore também é muito apreciada em ornamentação pela rapidez que se desenvolve e pela linda e abundante floração que também produz.

Ameixa Japonesa Sanguínea Características

Para se desenvolverem altas é necessário espaço em solo adequado ou, do contrário, permanecerão arbustos de menor porte o que, no entanto, não diminui significativamente sua produtividade apreciável tanto de flores como de frutos.É sempre bom que esteja em meio a outros cultivos de ameixa para favorecer a produtividade.

É uma variedade de prunus salicina que adaptou-se bem aos climas brasileiros já que não depende de frio extremo pra crescer, mas ainda assim recomenda-se o cultivo em climas mais frios no Brasil. Tem desenvolvimento precoce como já dissemos, crescendo vigorosa e bem resistente inclusive a pragas.

Importância Econômica da Ameixa no Mundo

O cultivo de ameixa no mundo é disperso e relativamente concentrado. Além do Brasil, elas estão presentes principalmente na América (Califórnia), Argentina, Ásia, na Europa (França, Itália, Espanha) e no norte da África.

A produção mundial de ameixas é superior a onze milhões e meio de toneladas, sendo China a maior produtora global com um total superior a sete milhões de toneladas. Outros grandes produtores que se destacam estão a Sérvia, a Romênia e o Chile.

Na lista dos principais produtores de ameixa no mundo seguem Turquia e Irã, a Bósnia, a Índia, a Itália e os Estados Unidos. Na segunda faixa estão a Espanha, a França, a Argentina, a Argélia, o Marrocos e a Alemanha, além de Tunísia na mesma média.

Utilizações Comuns de Variedades

As formas de utilizações e os benefícios de ameixa japonesa sanguínea em praticamente nada diferem de outras variedades produzidas a partir do fruto original prunus salicina. Na China, frutas cristalizadas também são vendidas em conserva, aromatizadas com açúcar, sal e alcaçuz.

No Japão, também é usado meio maduro como aromatizante em um licor e na China um licor é feito a partir das frutas. As frutas também são usadas na medicina tradicional chinesa. Ameixas japonesas podem ser tomadas como uma fonte de antioxidantes de grande potencial neutralizador.

As ameixas cruas são 87% de água, 11% de carboidratos , 1% de proteína e menos de 1% de gordura (tabela). Em uma quantidade de 100 gramas, as ameixas em bruto fornecem 46 calorias e são uma fonte moderada apenas de vitamina C (12% do valor diário ), sem outros nutrientes em conteúdo significativo.

A Importância da Hibridização

Como regra geral, a ameixa japonesa exige o mesmo ambiente que os pêssegos. Além das limitações climáticas, as ameixas japonesas são desejáveis ​​por seu tamanho, qualidade e diversidade.

As espécies americanas de ameixeira (e existem várias delas), são espécies nativas bem adaptadas às condições de crescimento do norte. Eles produzem frutos comestíveis que não têm apelo comercial de ameixas japonesas, mas, além da resistência ao frio, essas espécies nativas evoluíram para ter uma melhor resistência a doenças.

Felizmente para os produtores do norte, as espécies americanas e a ameixa japonesa são geneticamente compatíveis para a hibridação (elas têm o mesmo número de cromossomos). Muitos híbridos nipo-americanos foram introduzidos nos últimos 150 anos. Os melhores têm a qualidade da fruta (tamanho, sabor, doçura) do pai japonês e a resistência e resistência a doenças do genitor americano.

Esses híbridos superiores geralmente têm adaptabilidade regional e podem responder de maneira diferente, mesmo em uma base específica do local. Algumas observações, como arquitetura de árvore (que tem implicações de manejo) e tipo de fruta (que tem implicações de marketing) terão valor geral, mas outras observações como vigor de árvore, suscetibilidade a doenças e fertilidade podem ser mais específicas do local.

Uma grade de plantio randômica e duplamente replicada foi planejada para reduzir o erro de amostragem padrão em termos de solos, sombra e proximidade com uma espécie de polinizador adequada, ao contrário das ameixas europeias geralmente autoférteis.

Ameixa e Mundo Ecologia

Nosso blog procura tratar de cada tema de modo extenuante, pra se certificar de que nada escape a curiosidade ou necessidade de seu leitor. Como não poderia deixar de ser, portanto, nosso ‘Mundo Ecologia’ tem preparado pra você muitos artigos voltados pra o verbete ameixa. Veja abaixo alguns de nossos destaques sobre o tema pra seu deleite:

Veja também

Amarílis Beladona Falsa: Características, Nome Científico e Fotos

Uma planta muito conhecida e apreciada, a amarílis beladona exige uma série de cuidados durante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *