Home / Natureza / Pisei No Rato Morto: E Agora? Como Saber Se Estou Doente?

Pisei No Rato Morto: E Agora? Como Saber Se Estou Doente?

Poucas pessoas conseguem ter afinidade com esses roedores, mesmo tento algumas espécies domesticáveis, a maioria acha os ratos animais asquerosos, ou até podem ter muito medo deles.

Características dos Ratos

Os ratos são roedores. Seu corpo é pequeno chegam a ter 20 centímetros dependendo da espécie.

Eles vivem em diversos ambientes diferentes, se reproduzem muito rápido e podem ver economias de grande número. A fêmea pode chegar até 200 filhotes por ano. São animais de hábitos noturnos, ou seja, caçam, se alimentam e se reproduzem durante a noite. Podem viver até dois anos fora de cativeiro.

Existem espécies grandes e pequenas. Desde o tamanho de um hamster como ratazanas. Os ratos espalharam-se pelo mundo isso fez com que eles não tenham um habitat natural. São conhecidos por serem propagadores de uma série de doenças como leptospirose ou salmonela. Além de carregar parasitas em seu corpo. Os ratos foram responsáveis por testes e epidemias históricas. Além disso sua urina ou suas fezes são contaminadas. A presença de um rato em algum ambiente, popularmente significa sujeiras ou falta de sujeira.

Isso pode estar certo por alguns pontos. Existem várias espécies de ratos alguns são silvestres e outros não. Ratos são rapidamente atraídos por comida, as espécies que habitam em locais urbanos como esgotos ou ruas só entram em residências caso sejam atraídos por grande descarte de comida. Apesar desses ratos invasores, há várias espécies muito importantes para o ecossistema, pois são animais silvestres, seu lugar é na natureza.

Leptospirose: A Doença Do Rato

Leptospira, esse é o nome da bactéria que transmite a leptospirose. Essa bactéria pode ser encontrada em urina de ratos e outros animais. A maior ocorrência de transmissão é através dos ratos, mas, ao contrário do que muitos pensam, a leptospirose também pode ser transmitida por bois, cabras, cães e porcos, animais que também podem adoecer e ocasionalmente também podem transmitir essa doença aos humanos.

Leptospirose
Leptospirose

Há outros nomes para essa doença como febre dos pântanos, febre outonal, porém o nome leptospirose já é de conhecimento público, e é o escolhido para a propagação e atenção das pessoas.

Essa doença pode chegar a letalidade caso não seja diagnosticado e tratado. Não é muito comum, mas pode acontece. Essa doença tem mais facilidade de acontecer em locais com falta de estrutura, falta de saneamento básico e infestação de ratos.

Depois do contato com a pele, ou com feridas abertas, a doença entra em contato com o sangue, como é bombeado por todo o corpo, a bactéria também é espalhada por todo o corpo.

Em cidades com grande índice de alagamentos a ocorrência dessas infecções é muito mais propensa.

Como Saber Se Estou Doente?

Sintomas da Leptospirose
Sintomas da Leptospirose

A doença pode ser transmitida de várias maneiras.

O contato pode ser diretamente com os animais, por seus dejetos como urina, sangue ou fezes, também o contato indireto a esses dejetos como enchentes, lama, poças, áreas com infestação de ratos, entre outros.

Os sintomas da leptospirose são muito parecidos com algumas outras doenças, isso faz com que seja muito difícil de diagnosticar. Entre esses sintomas estão:

  • Febre alta e vermelhidão nos olhos;
  • Dores fortes de cabeça;
  • Dores no corpo;
  • Tosse e dores musculares;
  • Disenteria e enjoo;
  • Dores no estômago;
  • Náuseas e calafrios;

Falta de apetite e anemia;

Há casos de agravamento da doença, mas esses casos são raros e não chegam aos 10%. De qualquer forma, esses agravantes podem por o paciente em internação hospitalar.

  • Erupção Cutânea;
  • Icterícia;
  • Hemorragias internas;
  • Delírios e transtornos mentais;

Ao sentir algum desses sintomas, procure um médico. Lembre-se que a internet não tem tudo, e medicina sem um acompanhamento profissional pode não ser eficaz.

Pisei no Rato Morto, Estou Em Perigo?

Rato Morto
Rato Morto

Como já citado, os modos de contrair a infecção são através de contato com os dejetos dos ratos.

Isso porque, a bactéria é ingerida por eles e é expelida através de sua urina, quando o líquido seca, a bactéria morre.

Isso é porque a bactéria só sobrevive com quando está úmida. Em situações secas ela morre. Por isso ela é altamente transmitida em locais com enchentes, falta de saneamento básico, contato com esgotos, poças, entre outros. Portanto, pisar em um rato ou ter contato com ratos sem receber umidade alguma, não transmite leptospirose. Outro fator para a contração da infecção que são machucados abertos ou feridas expostas.

Como Prevenir A Contração De Leptospirose

Comece em sua casa, adote medidas de higiene, por exemplo:

  • Certifique-se de que o lixo está bem embalado;
  • De tempos em tempos, chame empresas de controle de pragas;
  • Faça uma revisão geral da higiene de suas caixas da água;
  • Ferva e cuide bem dos alimentos antes de consumi-los;
  • Lave bem os alimentos pois existem ratos que transitam entre hortas e plantações;
  • Caso tenha animais de estimação mantenha suas vasilhas limpas; ração bem reservada e seu animal vacinado;
  • Proteja-se caso precise acessar lugares com alto índice da doença;
  • Em caso de sentir os sintomas procure um médico e não se automedique;

Em casos de desastre naturais também pode ocorrer grande contaminação e manifestações da doença. Se presenciar esses eventos, informe imediatamente as autoridades e profissionais de saúde sobre os casos.

Considerando o aumento da probabilidade de infecção com tempos e situações de grande umidade e enchentes, a prevenção dessas circunstâncias também combate a propagação da doença. Portanto, descartes de lixo no lugar certo, reciclagem e cuidados com o meio ambiente podem interferir indiretamente.

Tratamento Contra a Leptospirose

Mulher se Tradando da Leptospirose
Mulher se Tradando da Leptospirose

Há vacinas contra a leptospirose, porem essas só podem ser aplicadas em animais, não em humanos. Já é uma forma de prevenção considerando que pode ser transmitida pela urina de animais.

Para humanos, existem remédios que eliminam a Leptospira do corpo. Eles devem ser indicados por profissionais da saúde. Os remédios são antibióticos como penicilina. Para manter os efeitos e diminuir o caso de retorno da doença, mantenha sua imunidade alta, consumindo alimentos com os nutrientes necessários para que seu organismo esteja forte.

Qualquer incidência ou reincidência da doença deve ser informada para os profissionais de saúde o mais rápido possível, antes que se agrave e cause mais danos no organismo.

Veja também

Reprodução do Macaco: Filhotes e Período de Gestação

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre a reprodução dos macacos, entender como funciona a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *