Home / Animais / Vombate: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Vombate: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

O vombate (Vombatus ursinus) é um marsupial da família Vombatidae natural da Austrália, onde as três espécies existentes vivem, principalmente na Tasmânia e em Parques Nacionais de Preservação da Espécie.

Na Austrália, o nome do animal é Wombat, e vale lembrar que a pronúncia do “w” tem som de “u”, portanto se fala “Uômbat”, e não com som de “v”, como se faz no Brasil.

O vombate-comum foi descrito pela primeira em 1800 por George Shawn.

No Brasil, o vombate também é conhecido e chamado de fascólomo.

Apesar do vombate possuir uma aparência pouco agressiva, esses animais possuem fortes garras que podem cavar buracos profundos na terra e até mesmo escalar árvores.

Além disso, suas garras são seus principais sistemas de defesa contra predadores.

O vombate pode ser ligeiramente confundindo com algum tipo de coala por olhos não atentos, além do fato de ambas as espécies dividirem a mesma ordem, a ordem Diprodontia.

Gostaria de saber mais sobre os vombates e marsupiais em geral? Confira nossos artigos aqui no Site Mundo Ecologia.

Principais Características do Vombate

O vombate é um animal de pequeno porte, podendo alcançar o tamanho máximo de 1 metro, com uma cauda quase imperceptível.

O peso máximo que podem alcançar é de 35 kg nos machos e 25 kg nas fêmeas.

Essa espécie de marsupial é muito resistente e também consegue viver em muitos habitats diferentes, seja em mata fechada, regiões montanhosas e pradarias.

O vombate é um tipo de animal exclusivo da Oceania, por isso corre risco crítico de extinção, onde existem poucos exemplares na natureza.

Vombate Características

Com isso mente, muitos parques de preservação cuidam e trabalham na reprodução dos vombates para evitar que os mesmos estrem em extinção como espécies anteriores.

O vombate é um tipo de marsupial que constrói complexos túneis debaixo da terra com suas poderosas garras e dentes avantajados.

Uma característica interessante sobre esse animal é o fato da bolsa interna onde os filhotes ficam alojados em alguns mamíferos no vombate fica na parte de trás, o que impede que enquanto eles cavem os filhotes acabem sendo soterrados com a terra removida.

Estudos mostraram que os vombates são animais com hábitos mais noturnos do que diurnos, apesar de às vezes pastarem durante o dia.

Tudo indica que o fato dos vombates serem noturnos é pelo fato de haver um menor número de predadores, que são muitos.

Informações Importantes Sobre os Vombates

Como foi dito anteriormente, os vombates se adaptam a viver em diversos habitats e biomas, e isso se dá devido a uma característica importante desses animais.

O metabolismo dos vombates é muito lento, levando quase duas semanas para processar a comida que eles ingerem durante um dia inteiro.

Assim, eles conseguem sobreviver em locais áridos que oferecem pouca comida e até mesmo pouca água.

Além disso, os mesmos sempre apresentam um peso elevado, garantindo que suas gorduras sejam também consumidas em períodos de escassez de alimento.

Apesar de terem o metabolismo lento e serem fofinhos, esses animais podem se demonstrar altamente agressivos quando ameaçados, além de poderem correr rapidamente e alcançar uma velocidade de 40 km/h.

O vombate também é um tipo de marsupial territorial, não permitindo que outros machos adentrem suas medidas estabelecidas, assim como o vombate também ataca qualquer outro animal que se aproxime de suas tocas.

Muitos animais são predadores para os vombates, mas eles são exímios animais para evadir locais rapidamente, principalmente mergulhando em suas tocas.

Além disso, o fato de não possuírem uma cauda longa faz com que seja difícil para o predador agarrá-los dentro das tocas.

Uma das formas que o vombate utiliza para afastar predadores que os perseguem é dando coices além de usarem suas unhas e dentes para fechar os túneis com terra.

Fatos Interessantes Sobre os Vombates

Os vombates são animais silenciosos, mas podem fazer vários tipos de sons em ocasiões específicas.

É possível escutar as vocalizações dos vombates com mais frequência na época de acasalamento. Em outras situações, as vocalizações são mais comuns em combates por território e na presença de predadores.

Uma característica única dos vombates é o formato de suas fezes, que diferentemente de outros animais, tem formato de pequenos cubos.

O formato de suas fezes torna fácil a localização e rastreamento desses animais para pesquisas e também para a preservação.

As fezes e a urina do vombate são as principais formas que esses marsupiais têm de marcar o território e se comunicar em relação aos períodos de reprodução.

Fêmeas e machos são atraídos pelos feromônios presentes nos excrementos uns de outros e assim conseguem rastrear seus parceiros ideais.

Acredita-se que o formato das fezes do vombate tenha a ver com a posição que seus intestinos ficam na hora da evacuação.

Além disso, pesquisas continuam sendo realizadas no intuito de descobrir se o formato das fezes tem alguma relação com a necessidade de marcação de território e atração de parceiros.

Alimentação, Reprodução e Conservação dos Vombates

Os vombate são animais herbívoros e seus principais alimentos são gramíneos, ervas, raízes, galhos e folhas.

O vombate tem apenas um filhote por gestação, que nessa espécie de marsupial leva cerca de 21 dias. Após o nascimento, o filhote fica em sua bolsa durante cerca de 7 meses.

Os vombates são animais que vivem muitos anos devido ao seu lento metabolismo, podendo viver durante 20 anos na natureza e até 35 anos em cativeiro.

Todos os territórios australianos possuem leis de proteção aos vombates, além de cada parque nacional ter exemplares da espécie para preservação.

Vários fatores fazem com que os vombates sejam cada vez mais dizimados, tal como a predação, o aumento do pastoreio que torna inviável a competição por território e também por alimento, assim como caças ilegais.

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *