Home / Animais / Serpente Marinha de bico: Nome Científico

Serpente Marinha de bico: Nome Científico

Das várias espécies de cobras existentes no mundo todo uma chama a atenção por possuir características muito interessantes. É a serpente marinha de bico. Exemplar fascinante da natureza a começar pelo nome científico.

O nome científico da serpente marinha de bico é Hydrophis belcheri, animal que traz no próprio nome uma das características mais importantes para uma serpente.

Das mais de 2.930 espécies de cobras espalhadas pelo mundo, a serpente marinha de bico pertence ao Reino Animalia, ao Filo Chordata, à Classe Reptilia, à Ordem Squamata, à Subordem Serpentes, à Família Elapidae, ao Gênero Hydrophis, à Espécie H. belcheri.

O mar possui uma variedade de espécies que nos encanta. Abriga diversas vidas que apresentam os mais variados hábitos. Estudar tais animais amplia o nosso horizonte e a nossa compreensão do mundo em que vivemos.

Em Ecologia, a biologia marinha, como o próprio nome indica, trata-se do estudo dos seres vivos que vivem no meio marinho. Cerca de 70% do planeta é composto por água. Certamente, muitas espécies marinhas ainda não foram descobertas.

Além de possuir uma biodiversidade muito rica, os ambientes marinhos produzem metade do oxigênio disponível no planeta, regulam as condições climáticas e, inclusive, fornecem alimentos a milhões de pessoas.

Em meio a esse mar de existência, vamos falar sobre esse animal magnífico que é a serpente marinha de bico, começando pelo seu nome científico.

As Serpentes Marinhas

As serpentes marinhas são muito interessantes, pertencem à mesma família das serpentes comumente chamadas de cobras corais. Considera-se que, aproximadamente, 62 espécies de serpentes marinhas foram catalogadas nos oceanos Índico e Pacífico.

No geral, possuem cauda achatada e um reduzido número de escamas no ventre. Uma boa parte delas dá à luz filhotes já formados.

São os únicos répteis marinhos que, após o acasalamento em águas quentes, se reproduzem no mar.

As serpentes que vivem no mar, em sua maioria, são predadoras. Alimentam-se, sobretudo, de peixes. Sua dieta, todavia, contém outros alimentos, como veremos adiante.

A Hydrophis belcheri é conhecida popularmente como é conhecida popularmente como cobra-do-mar de Belcher. Trata-se de uma das serpentes mais venenosas do mundo inteiro.

Pode ser encontrada nas águas do sudeste asiático, bem como na Austrália setentrional, ou seja, na região norte do país.

Geralmente, é confundida com a Enhydrina schistosa, também chamada de cobra-do-mar ou cobra-marinha-comum, que pode ser localizada no Mar da Arábia e do Golfo Pérsico.

A Hydrophis Belcheri e o Almirante Belcher

O nome científico da serpente marinha de bico tem uma origem curiosa. Vamos direto ao assunto.

Havia um oficial naval renomado por suas explorações marinhas. Seu nome era Edward Belcher, almirante e bisneto do governador Jonathan Belcher.

Almirante Belcher
Almirante Belcher

O almirante Edward Belcher nasceu em 1977, em Halifax, na Nova Escócia, e faleceu em 1877. Era um comandante rígido, mas que inspirava e motivava os seus oficiais.

Realizou, em suas expedições, inúmeras descobertas relacionadas à vida silvestre, à geografia e à climatologia do chamado ártico canadiano. Inclusive, diversas localizações geográficas foram nomeadas em suas expedições.

No Canadá, a Ilha Cornwall foi avistada, pela primeira vez, pelo almirante Edward Belcher, em 30 de agosto de 1852. A Ilha Cornwall recebeu esse nome numa referência ao duque da Cornualha, Eduardo.

Assim, o canal de Belcher situa-se ao sul da Ilha Cornwall e, assim como as ilhas Belcher, recebeu o nome desse importante comandante da Marinha Real Britânica.

Hydrophis Belcheri
Hydrophis Belcheri

O canal de Belcher, assim como a Ilha Cornwall, fica no meridiano 96 W, o qual atravessa, inclusive, o Oceano Pacífico.

Essa, segundo estudiosos, é a origem do nome científico da serpente marinha de bico. Vale a pena mencionar que esse belíssimo animal também é chamado, por alguns, de cobra-do-mar Belcher.

Características da Serpente Marinha de Bico

A serpente marinha de bico pode medir de meio a um metro de comprimento na fase adulta. A tonalidade de sua pele varia entre o amarelo e o verde escuro.

Sua cabeça é pequena e, consequentemente, sua boca também. Sua cauda é achatada, tal como a da maioria das serpentes marinhas, particularidade que beneficia o nado.

A dieta da serpente marinha de bico constitui-se de pequenos peixes, mariscos e filhotes de enguia. Respira ar, raramente desloca-se para a terra, possui válvulas nas narinas que se fecham enquanto ela nada. Calcula-se, aliás, que ela pode ficar sem respirar durante oito horas.

Serpente Marinha de Bico se Alimentando
Serpente Marinha de Bico se Alimentando

Não é um animal agressivo, todavia, há muitos relatos que indicam que a serpente marinha de bico pode morder pescadores que estiverem manuseando redes de pesca. Em menos de 25% dos acidentes ofídicos ocorre a inoculação de veneno.

Ainda assim, a Hydrophis belcheri é uma das serpentes mais venenosas do mundo. Segundo estudos, sua peçonha é capaz de matar mil pessoas. Por ser aparentemente dócil, as pessoas não a consideram perigosa.

Outro fato curioso é que a serpente marinha de bico chegou a ser considerada a serpente mais venenosa do mundo. Na atualidade, contudo, a Hydrophis belcheri está entre as dez cobras mais venenosas em todo o mundo.

Em testes de laboratório com camundongos, buscou-se verificar a dose letal mediana da peçonha da serpente marinha de bico. Sua toxidade, LD50, é de 0,24 mg/kg.

Na realidade, o veneno das serpentes, que tem uma ação miotóxica, servem para matar suas presas. A ação rápida do veneno, considerando-se um acidente ofídico, é o que preocupa os seres humanos.

Considerando-se um acidente ofídico, é necessário procurar, o mais rápido possível, atendimento médico. Um atendimento médico específico pode salvar a vida da vítima.

Quer Saber mais Sobre Ecologia?

A serpente marinha de bico, sem dúvida alguma, pode ser considerada uma das espécies mais fascinantes do reino animal.

Sempre que estudamos temas como esse que acabamos de abordar, deparamo-nos com a relevância indiscutível desses conhecimentos.

Nosso site foi elaborado pensando nisso. Conhecer e estudar o conjunto dos seres vivos é essencial para a preservação do meio ambiente.

Você quer saber mais sobre Ecologia, sobre as diversas espécies de animais, sobre serpentes, continue no nosso site.  Você vai gostar bastante.

A origem do nome científico da serpente marinha de bico trata-se de um assunto totalmente interessante para aqueles que querem ampliar seus conhecimentos. Então, seja bem-vindo! Seja bem-vinda!

Veja também

Papa-Léguas Correndo no Chão

Quais São os Predadores do Papa-léguas e seus Inimigos?

Com velocidades acima de 40 quilômetros por hora, os corredores de estrada definitivamente ganham seu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *