Home / Animais / Reprodução do Crocodilo: Filhotes e Período de Gestação

Reprodução do Crocodilo: Filhotes e Período de Gestação

O termo crocodilo é usado para designar 14 espécies de répteis pertencentes à família crocodylidae. Os crocodilos podem ser encontrados na África, nas Américas, na Austrália e na Ásia. Normalmente, os crocodilos vivem às margens dos rios. E aqueles da Austrália e das ilhas do Pacífico costumam frequentar o mar também.

Os crocodilos vivem submersos a maior parte das suas vidas. Eles conseguem fazer isso devido ao formato da sua cabeça e também à disposição que se encontram as suas narinas, que se localizam no topo do focinho, em uma pequena saliência.

No post de hoje, vamos aprender mais sobre a reprodução do crocodilo, seus filhotes, período de gestação e várias curiosidades. Acompanhe abaixo.

Como é a Reprodução do Crocodilo

A estação mais seca é a melhor época para a reprodução dos crocodilos. Apesar de serem tão temidos, esses animais também podem ser sensíveis. A maior parte dos répteis, após colocarem os seus ovos, costuma abandoná-los. Já os crocodilos não costumam fazer isso. Pelo contrário, eles cuidam muito bem das suas crias.

A nidificação acontece em novembro ou em dezembro na África, pois é quando a estação está mais seca. E, no sul, é o período da estação chuvosa. Os locais favoritos para a nidificação são os leitos secos, as praias arenosas ou as margens de rios.

Quanto à maturidade sexual desse animal, ela depende bem mais do seu tamanho, do que da sua idade em si.

Os crocodilos, para botarem os seus ovos, eles cavam um buraco no chão e, ali, colocam todos os seus ovos, de forma bem organizada, em uma 2 ou 3 camadas. Em seguida, eles cobrem os ovos com areia para deixá-los bem aquecidos. Caso a temperatura do chão esteja muito alta, os crocodilos costumam colocar capim sobre o ninho. Várias fêmeas podem fazer ninhos juntas.

A postura do crocodilo é de 20 a 50 ovos. Enquanto que o tempo de incubação demora em torno de 3 meses. Normalmente, o crocodilo pai fica por perto para proteger os seus filhotes. E atacam, de forma bem feroz, qualquer ameaça aos ovos.

As fêmeas só saem do ninho se precisarem de refrescar, procurar uma sombra ou mergulhar um pouco. Porém, apesar de os pais crocodilos cuidarem tão bem dos seus ovos, é comum, durante a sua rápida ausência, os ninhos serem atacados por humanos, lagartos ou por algum outro animal.

O comportamento social do crocodilo é bem complexo, quando comparado com os demais répteis. Além do mais, ele também é um animal muito territorial. Em especial quando está no período da procriação. Ao contrário dos outros répteis, os crocodilos são bem vocais, e são capazes de emitir muitos ruídos, grunhidos, ronronados e rugidos.

Os ninhos dos crocodilos costumam ficar a uma profundidade de cerca de meio metro de profundidade.

Na época do acasalamento, acontecem intensas brigas entre os machos pela posse do território, e para atraírem as fêmeas. Os machos emitem sons característicos para chamarem a atenção das fêmeas. Eles também batem com o focinho na água, para soprá-la do nariz, além de emitirem vários outros ruídos também.

Os maiores costumam ser os escolhidos. Depois de ser atraída, o casal de crocodilos gorjeia e fica esfregando junto a parte inferior das mandíbulas. Os ovos são colocados em torno de 2 meses depois do acasalamento.

Filhotes e Período de Gestação do Crocodilo

Filhotes de Crocodilo
Filhotes de Crocodilo

Três meses depois, no começo da estação da chuva, os filhotes já começam a fazer barulhos nos ovos por debaixo da areia. Quando começa a ouvir os filhotes chiarem, a fêmea sabe que está na hora de desenterra-los, colocar todos em sua boca e leva-los para o rio. O barulho que eles emitem é bem estridente. E eles começam a fazer os ruídos assim que saem dos ovos.

Ao pegarem os ovos com a boca, as fêmeas podem juntá-los entre a língua e a parte superior do seu palato. Assim, elas conseguem ajudar os filhotes a terminarem de quebrar a casca dos ovos, e libertam, de vez, as suas crias. Após os ovos eclodirem, a mamãe crocodilo transporta os filhotes pela boca, até chegar na água.

Os crocodilos, diferente do que acontece com os seres humanos, não possuem cromossomos sexuais. O que determina o sexo dos filhotes de crocodilo não é a genética, e sim a temperatura no momento da incubação dos ovos.

Se a tem temperatura estiver abaixo de 30°C, serão fêmeas. Caso contrário, se a temperatura estiver acima de 30°C, serão produzidos animais de ambos os sexos. Só nascem filhotes machos se a temperatura estiver entre a faixa estreita.

Quando nascem, os filhotes apresentam em torno de 30 cm de comprimento. O seu crescimento é bem acelerado ao longo de um ano.

As fêmeas cuidam muito bem de todos eles. Para protegê-los, elas são agressivas com intrusos. Geralmente, elas costumam carregar os filhotes mais novos pela boca, ou no papo da garganta, para protege-los de ataques de predadores. Elas podem carregar a sua prole nas costas também, para que eles não sejam devorados por tartarugas, por outros crocodilos, ou por cobras.

É comum as fêmeas cuidarem dos seus filhotes por até 2 anos. Após esse período, os filhotes já terão cerca de 1,2 m de comprimento. E é quando eles se separam da mãe, para irem em busca da independência, mas sempre evitando se expor em territórios dos crocodilos maiores e mais velhos.

Curiosidades Sobre os Crocodilos

Crocodilo na Beira da Água
Crocodilo na Beira da Água

1 – Crocodilos possuem entre 74 e 80 dentes. Eles quebram e caem com o passar do tempo. Porém, novos dentes nascem no lugar. Ao longo da vida, um crocodilo pode ter 2.000 a 3.000 dentes.

2 – Os maiores répteis encontrados na natureza são os crocodilos, apresentando um comprimento de cerca de 8 metros. No período dos dinossauros, eles chegavam a medir até 30 metros de comprimento.

3 – Os crocodilos podem viver bastante, até 80 anos.

4 – Borboletas e abelhas costumam beber lágrimas de crocodilos. Acredita-se que isso aconteça devido ao sódio presente na mesma, e que possa fornecer nutrientes para esses insetos.

5 – Algumas espécies de crocodilos são capazes de subir em árvores. Ou seja, fugir de uma perseguição desse animal pode não ser tão fácil.

E muito mais…

Veja também

Pet Terapia

O Que é Pet Terapia?

Hoje vamos falar um pouco sobre a pet terapia, você conhece? Pois é, essa terapia …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.