Home / Animais / Qual a Diferença Entre Cabrito e Cordeiro ?

Qual a Diferença Entre Cabrito e Cordeiro ?

Cabritos e cordeiros correspondem respectivamente às formas mais jovens (raramente ultrapassando 1 ano de idade), de animais  como as cabras (gênero Capra) e ovelhas (gênero Ovis). Convém considerar que cabras e ovelhas são terminologias utilizadas para indicar indivíduos adultos do sexo feminino. Os machos adultos recebem uma denominação à parte, sendo chamados de bodes e carneiros, respectivamente.

Em relação à nomenclatura de cabritos e cordeiros, esta é generalista para machos e fêmeas.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre os cabritos, cordeiros e seus correlatos.

Então venha conosco e boa leitura.

Gênero Capra

No gênero Capra, estão presentes as espécies de cabras selvagens e dosméticas, bem como um curioso ruminante de nome íbex (o qual também corresponde a várias espécies). Em relação a este ruminante, o mesmo possui longos chifres recurvados que podem atingir 1 metro de comprimento (porém, não estão presentes nas fêmeas).

Estruturas peculiares tais como os chifres e as barbichas podem estar presentes tanto em bodes quanto em cabras.

Qual a Diferença entre Cabrito e Cordeiro ?
Qual a Diferença entre Cabrito e Cordeiro ?

Os caprídeos são animais inteligentes que podem ser adestrados e amansados com facilidade para tarefas como puxar carroças ou encontrar aberturas em cercados. São capazes de locomoverem-se mesmo em terrenos bastante íngremes, como desfiladeiros e bordas de montanhas. Graças à boa coordenação e equilíbrio, alguns indivíduos podem até mesmo escalar árvores.

O processo de domesticação dos caprídeos teria sido iniciado a aproximadamente 10.000 anos atrás em um território que hoje corresponde ao Norte do Irã. Esta domesticação teria sido motivada pelo interesse no consumo de carne, couro e leite. O leite de cabra, em particular, é quase que um   ‘leite universal’, uma vez que pode ser oferecido a todos os mamíferos. Tal leite origina os queijos do tipo Feca e Rocamadour.

Gênero Ovis

Carneiro Selvagem
Carneiro Selvagem

No gênero Ovis, está presente tanto o conhecida ovelha-doméstica (nome científico Ovis aries), quanto algumas espécies de carneiros selvagens. Os membros deste grupamento podem ser chamados de ovinos.

As ovelhas domésticas são criadas em rebanhos na maioria das vezes. O interesse econômico desta criação reside na lã, a qual é removida no início do verão. A fêmea geralmente é dócil e não possui mecanismos naturais de defesa (por essa razão, é frequentemente associada à simbologia da inocência e pureza). Também possuem reduzida audição e olfato, bem como visão inferior a outras espécies de ovinos. Dessa forma, as ovelhas (principalmente os filhotes) podem ser alvos fáceis para predadores como o lobo e a raposa. No entanto, em relação aos carneiros desta espécie, estes podem ser mais agressivos.

As ovelhas domésticas são descendentes de uma espécie de carneiro selvagem de nome muflão-asiático (espécie que atualmente é encontrada nas montanhas da Turquia até o Irã). Existem evidências que indicam que a domesticação de ovelhas já existia desde o ano 9.000 a.C., em um território que hoje é o Iraque.

Em relação aos carneiros, muitas espécies apresentam glândulas odoríferas na cara e nas patas traseiras. Também são capazes de sentir o cheiro das fêmeas que estejam fertéis e prontas para o acasalamento. Estas fêmeas possuem o hábito de marcar seus territórios, friccionando sua glândula em rochas.

Diferentemente das ovelhas domésticas, os carneiros selvagens contam com os sentidos da visão e audição muito apurados, fator que auxilia na defesa contra predadores. São encontrados em terrenos montanhosos. A espécie carneiro-de-dall (nome científico Ovis dalli) é capaz, até mesmo, de lançar lobos de penhascos- comportamento bem contrastante das tradicionais ovelhas domésticas, não acha ?

Qual a Diferença Entre Cabrito e Cordeiro ?

A diferença entre esses dois termos já foi exemplificado na introdução. Mas, revisar é sempre bom. Dessa forma, a terminologia “cabrito”, refere-se à cria da cabra (curiosamente, é possível notar semelhança entre as nomenclaturas); ao passo que “cordeiro” é a terminologia empregada para referir-se à cria da ovelha.

Em relação às características físicas, cordeiros possuem corpo mais robusto e cabeça mais arredondada, também contam com ossos mais grossos e coloração mais clara do que o cabrito. Os cabritos possuem orelhas pendentes característica que não é encontrada nos cordeiros- além disso, contam com a cabeça mais alongada.

Cordeiros e cabritos são animais bastante dóceis. A simbologia/metáfora de cordeiro é inclusive utilizada dentro do cristianismo para fazer alusão à figura de Jesus Cristo.

Cordeiros e cabritos são domesticáveis. A criação doméstica de cabritos iniciou-se nos Estados Unidos, mais precisamente através de aulas de Yoga que utilizavam cabras anãs de uma espécie específica como terapia complementar na redução do estresse.

Caprinos (ou seja, cabritos) são mais resistentes do que ovinos (no caso, cordeiros), no entanto, precisam de um espaço no qual possam explorar à vontade (tal como ocorre com algumas raças de cachorro de médio e grande porte). Podem dar mais trabalho por fazerem muito barulho e por não gostarem de ficar sozinhos, dessa forma, não é recomendada a criação em locais com casas muito próximas umas das outras.

A alimentação dos cabritos é composta principalmente por plantas forrageiras (a exemplo dos brotos, folhas e ramos). No entanto, eles também alimentam-se de silagens, capim e tubérculos. Entende-se por silagem, a forragem verde conservada através de um processo de fermentação anaeróbica.

Interesse Comercial na Carne de Cordeiro e Carne de Cabrito

Ovinos mais velhos possuem a carne mais escura, desta forma, a carne de cordeiro é a mais clara do grupo e, segundo estudos, também possui menor percentual de gordura. A carne de cordeiro também possui maior maciez, sabor e aroma mais suave do que a carne do carneiro propriamente dita.

No que diz respeito à carne de cabrito, esta é considerada a carne vermelha mais saudável do mundo, e amplamente importada pelos Estados Unidos- território na qual é considerada uma carne light e gourmet. Possui 40% menos gordura saturada do que a carne de frango sem pele, fato bastante curioso. No Brasil, seu consumo não é tão frequente, no entanto, é disseminado dentre de comunidades italianas, árabes e portuguesas da Cidade de São Paulo, assim como em alguns estados da região Sul.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre o cabrito, cordeiro e outras informações; que tal continuar por aqui para visitar também outros artigos do site ?

Contamos com um amplo acervo nas áreas da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

ALVES, M. Agro 2.0. Cabrito ganha espaço na produção leiteira e como animal de estimação. Disponível em: < https://agro20.com.br/cabrito/>;

Irmãos Itimura. Conheça as diferenças entre cordeiro e cabrito. Disponível em: < http://irmaositimura.com.br/frigorifico/noticiasc.php?cod=7>;

Mundo Educação. Cabra (Gênero Capra). Disponível em: < https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/cabra.htm>;

 

 

Veja também

Conheça Mais Sobre o Jerboa

Tudo Sobre o Jerboa: Características, Nome Científico e Fotos

Os jerboas são roedores do deserto, que se destacam pela postura bípede e locomoção através …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *