Home / Animais / Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos

Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos

Os tubarões (também conhecidos como cações) são peixes de esqueleto cartilaginoso, conhecidos pela sua voracidade na caça. Na atualidade, existe cerca de 375 espécies de tubarões, todavia muitas espécies sofreram extinção ao longo da era geológica da Terra.

De acordo com a Revista National Geographic, a extinção em massa de tubarões foi impulsionada pelo mesmo asteroide que eliminou do planeta Terra a população de dinossauros. Essa conclusão foi alcançada após o estudo de dentes fossilizados de tubarões. Em relação ao estudo do esqueleto dos tubarões, convém lembrar que o mesmo é formado por cartilagem (material que não fossiliza muito bem, dificultando o estudo).

Neste artigo, você conhecerá algumas espécies de tubarão que já estão extintas.

Então venha conosco e boa leitura.

Tubarões: Os Grandes Predadores dos Mares

Os tubarões pertencem ao filo Chordata, classe Chondrichtyes, subclasse Elasmobranchii e superordem Selachimorpha. Em relação à ordem taxonômica, existem cerca de oito ordens na atualidade.

As espécies mais famosas são o tubarão-martelo, tubarão-azul, tubarão-branco e tubarão-tigre, os quais são considerados como ocupantes do topo da cadeia alimentar aquática, no caso superpredadores.

Todavia, engana-se quem pensa que todos os tubarões são carnívoros, pois também há espécies onívoras que se alimentam através da filtragem de plânctons e pequenos peixes.

Dentre as 375 espécies, há duas delas (o tubarão de água doce e o tubarão cabeça chata) que podem ser encontradas tanto em água doce quanto em água salgado. Todavia, casos assim são uma completa exceção, uma vez que o hábitat característico são os mares, muitas vezes alcançando até mesmo 2.000 metros de profundidade.

Os tubarões possuem um revestimento formado por escamas placóides, o qual protege a pele contra possíveis danos causados por parasitas. A respiração é executada através de 5 a 7 fendas branquiais.

Os dentes são incorporados às gengivas e substituídos ao longo da vida. Acredita-se que estes animais percam 6.000 dentes por ano, e até 30.000 durante a vida.  O formato desses dentes vai depender dos seus hábitos.

O tubarão possui um olfato extremamente apurado que o permite identificar substâncias diluídas na água, mais precisamente uma gota de sangue a 300 metros de distância.

Tubarão Com a Boca Aberta
Tubarão Com a Boca Aberta

Esses animais são capazes de captar vibrações na água (logo, na probabilidade de um ataque mover-se demais pode aumentar o risco da vítima), assim como mudanças na temperatura e na pressão. Esta qualidade permite que eles localizem objetos e alimentos mesmo em águas turvas.

A expectativa de vida é um fator que depende da espécie, no entanto, a maioria vive entre 20 a 30 anos.

 Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos: Megalodon

Megalodon ou megalodonte ou carcharodon ou ainda tubarão branco-gigante (nome científico Carcharodon megalodon) é uma espécie de tubarão extinta que teria habitado o planeta Terra dentro de período de Mioceno (compreendido entre 23 a 2,6 milhões de anos atrás).

Megalodon
Megalodon

Possui grandes proporções, com tamanho entre 10 a 18 metros, assim como peso próximo a 50 toneladas.

Sua dentição era muito semelhante à dentição do tubarão-branco atual (nome científico Carcharodon carcharias), com a diferença de possuir proporções maiores.

Não há certezas relacionadas à alimentação desses animais, no entanto, acredita-se que estes se alimentavam de baleias.

Muitos de seus dentes fósseis foram encontrados durante o período do Renascimento. Nesta época, a população acreditava que os dentes pertenciam a cobras gigantes e a dragões. Esta crença popular foi removida no ano de 1667 pelo naturalista dinamarquês Nicolaus Steno, o qual confeccionou a representação da cabeça de um tubarão com os tais dentes.

O nome científico foi atribuído posteriormente, no ano de 1835, pelo naturalista suíço Louis Agassiz.

O Megalodon foi a maior espécie de tubarão já conhecida. A teoria do seu desaparecimento por ação de um meteoro é uma hipótese levantada por alguns pesquisadores, ao passo que outros pesquisadores acreditam que o seu desaparecimento estaria relacionado à incapacidade em regular a temperatura corporal durante o período de resfriamento dos mares. Suas presas se adaptaram, porém eles não, resultando na migração para áreas de baixa altitude, onde se depararam com escassez de alimentos.

Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos: Squalicorax falcatus

Squalicorax Falcatus
Squalicorax Falcatus

Essa espécie tornou-se conhecida a partir da descoberta de esqueletos completos em sedimentos do Mar Interior Ocidental do Cretáceo (localizado em Kansas e em Wyoming). Possuía focinho largo, dentes relativamente pequenos e porte médio (comprimento máximo de quase 3 metros). Teria vivido entre o período Cenomaniano até o início do Santoniano.

Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos: Squalicorax pristodonthus

Squalicorax Pristodonthus
Squalicorax Pristodonthus

Dentro do gênero Squalicorax, essa espécie seria considerada a de maior porte, uma vez que seu comprimento excede 5 metros. Vestígios como vértebras e fragmentos de mandíbula teriam sido encontrados no fundo de mares da América do Norte. Além de possuir maior porte, também é a espécie do gênero com dentes maiores. Acredita-se que o mesmo tenha habitado a América do Norte, França, Holanda, Madagascar, Marrocos e Egito.

 Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos: Squalicorax kaupi

Fósseis de Qualicorax Kaupi
Fósseis de Qualicorax Kaupi

Esta espécie teria vivido do final entre o final do período Santoniano até o período Maastrichtiano tardio em localidades como a América do Norte, Japão, África, Nova Zelândia, Cazaquistão, Europa e Jordânia.

Espécies de Tubarões Extintos com Nomes e Fotos: Squalicorax volgensis

Squalicorax Volgensis
Squalicorax Volgensis

Esta é considerada a espécie mais antiga do gênero Squalicorax. Teria vivido na Europa Ocidental e Oriental durante o período Albiano à idade Turoniana.

Gênero Squalicorax: Informações Gerais

Tubarão-Cinzento
Tubarão-Cinzento

As espécies deste gênero possuíam corpo muito semelhante ao tubaraõ-cinzento encontrado na atualidade, assim como formato dos dentes semelhante ao tubarão-tigre. Esses dentes eram numerosos e de certa forma pequenos, dispostos em uma coroa curva e serrilhada.

Essas espécies eram tubarões costeiros que se alimentavam de criaturas marinhas pré-históricas de grande porte, (répteis marinhos).

Dentro deste gênero, estão inclusas cerca de 23 espécies.

*

Agora que você já conhece algumas das espécies de tubarões já extintas, nossa equipe o convida a continuar conosco e visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

GAIATO, K. Mega Curioso. O que matou o gigante tubarão pré-histórico megalodon? Disponível em: < https://www.megacurioso.com.br/ciencia/110468-o-que-matou-o-gigante-tubarao-pre-historico-megalodon.htm>;

National Geograhic Brasil. Extinção em massa de tubarões foi impulsionada por mesmo asteroide que dizimou dinossauros. Disponível em: < https://www.nationalgeographicbrasil.com/historia/2018/08/extincao-tubaroes-tubarao-asteroide-dinossauro-cretaceo-fossil-dentes-pre-historico>;

Wikipédia In English. Squalicorax. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Squalicorax>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *