Home / Animais / Equinodermos: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Equinodermos: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Os Equinodermos são animais repletos de curiosidades e fatos interessantes. Eles formam uma comunidade de invertebrados marinhos, com aparências incrivelmente exóticas, e geralmente formados por uma simetria radial com partes que prolongam-se das suas estruturas a partir de um centro.

Eles apresentam também uma incrível variedade de formas e de aspectos biológicos, em que destaca-se a sua preferência por uma vida isolada e totalmente livre.

Dentre as espécies mais conhecidas, podemos destacar os lírios-do-mar, as estrelas-do-mar, ouriços-do-mar, pepinos-do-mar, entre outras espécies que ajudam a compor uma comunidade com mais de 7.000 variedades.

Segue, portanto, uma lista com algumas das principais curiosidades e fatos interessantes acerca dessa comunidade. Uma comunidade que, sem dúvida, está entre as mais extravagantes e inusitadas da fauna do planeta.

1.Um Incrível Poder de Regeneração

Sem sobra de dúvida, aqui está aquela que talvez seja a característica mais marcante nos equinodermos: uma singular e inusitada capacidade de regeneração.

Equinodermos Poder de Regeneração

Aqui o que acontece é que, diante de um perigo, muitas dessas espécies são capazes de desprender-se de um parte dos seus corpos (uma das pernas ou até mesmo os órgãos internos), como forma de distrair um possível predador e, dessa forma, garantir, por ainda mais um tempo, a sobrevivência nesse desafiador ambiente da fauna marinha.

2. Um Sistema Circulatório Bastante Peculiar

Como é, aliás, bastante comum em diversas comunidades, os equinodermos são animais desprovidos de sangue – e até mesmo de um coração ou sistema cardiovascular.

Em seu sistema circulatório, eles utilizam-se de um mecanismo chamado “sistema ambulacral”, que consiste (a grosso modo) em um sistema no qual a água faz as vezes de sangue, tratando de levar todos os nutrientes necessários à sobrevivência do animal para todas as demais partes do seu corpo.

Equinodermos Sistema Circulatório

E esse sistema ambulacral ainda é responsável pela locomoção dos equinodermos, graças a um sistema hidrovascular de que é composto os animais dessa comunidade.

3.A Tática de Eliminar suas Vísceras

Outra curiosidade ou fato interessante acerca dos equinodermos diz respeito à curiosa estratégia de não esperar que o alimento penetre nos seus estômagos para o processo de digestão. Nada disso!

Muitos destes animais preferem a tática de lançar os seus estômagos em direção à presa. Isso mesmo!

É o caso, por exemplo, de algumas espécies de estrelas-do-mar, que utilizam-se de poderosas enzimas contidas em seus estômagos para digerir as presas.

Equinodermos Tática de Eliminar suas Vísceras

E o curioso é que esse procedimento pode ainda ser útil para garantir-lhes a sobrevivência, já que essa regurgitação também pode servir para distrair invasores – e sem qualquer risco ou dano futuro, já que eles também possuem, em algumas espécies, a capacidade de regenerar-se.

4.Eles Enxergam sem Olhos

Sim, essa é uma outra curiosidade, que junta-se a inúmeros outros fatos interessantes, acerca de algumas espécies de equinodermos.

E como eles fazem isso?

Para eles a coisa é bastante simples. Apenas percebem tudo ao seu redor por meio de uma rede nervosa que distribui-se por boa parte dos seus corpos.

Dessa forma, mesmo sem olhos (e sem cérebro), eles conseguem perceber todo e qualquer obstáculo, muito por conta da capacidade dessa rede de perceber diferentes gradações de luminosidade no ambiente onde vivem.

5.A Quantidade de Braços

As estrelas-do-mar possuem 5 braços, correto? Errado! Algumas delas podem apresentar até algumas dezenas!

Como é o caso, por exemplo, da monumental Pycnopodia helianthoides, a “estrela-do-mar-girassol”, uma exuberância de formas capaz de desenvolver-se com até mais de 2 dezenas de braços!

Pycnopodia helianthoides

Dentre as principais característica dessa espécie, chamam a atenção o fato de ela ser a maior estrela-do-mar atualmente descrita, além da singularidade de adotar em sua dieta até mesmo outros equinodermos, como os pepinos e ouriços-do-mar, que são para a estrela-do-mar-girassol iguarias apreciadíssimas.

6.Uma Força Improvável

Essa é outra curiosidade e fato interessante acerca dos equinodermos. Eles possuem uma força considerada improvável para as suas estruturas; sendo capazes, inclusive, de abrir ostras e mexilhões com uma facilidade impressionante, e de uma maneira que só mesmo alguns instrumentos especializados conseguem fazer.

7.As Estrelas-do-Mar Põem Ovos?

Sim, acreditem, essa é uma dessas várias curiosidades e fatos interessantes acerca desse exemplar típico de um Equinodermo.

Já se conhecia a forma assexuada de reprodução dessa comunidade, por meio do desprendimento de um dos seus braços, a partir do qual outra estrela-do-mar se desenvolve.

Já se sabia, também, que essa reprodução pode se dar por meio da fissão do disco, para a constituição de um outro, de onde, por sua vez, desenvolvem-se os seus braços.

Mas saibam que algumas estrelas também podem reproduzir-se por meio da postura de ovos, devidamente lançados no ambiente aquático para que eclodam e, a partir daí, desenvolvam-se na forma de larvas até tornarem-se adultas.

8.Uma Iguaria Bastante Apreciada

Muitos não sabem, mas estrelas, ouriços, pepinos-do-mar, entre outras espécies dessa exótica comunidade dos equinodermos também podem ser iguarias saborosíssimas –  na verdade elas ajudam a compor a culinária de vários países ao redor do mundo.

Equinodermos Iguaria

“Tortas de estrela-do-mar”, um “Raviolli de ouriço”, um delicioso “Sashimi de pepinos-do-mar”…Para muitos, receitas totalmente improváveis, mas, para outros, verdadeiras delícias da gastronomia exótica encontradas em diversas regiões do planeta.

9.Um Anti-Inflamatório Natural

E parecem não ter fim essas inúmeras curiosidades e fatos interessantes observados dentro dessa comunidade dos Equinodermos.

A novidade agora é saber que as estrelas-do-mar, de acordo com alguns estudos realizados no Reino Unido, podem ser bastante eficientes para o tratamento de artrites, asmas, bronquites, febre-do-feno, entre diversos outros transtornos inflamatórios.

De acordo com estudiosos do King’s College, em Londres, essa ação pode ser obtida de uma espécie das mais exóticas dentro dessa comunidade, a Marthasteriasglacialis, também conhecida como “estrela-do-mar de espinhos” ou “estrela-do-mar verde”; uma variedade capaz de secretar uma substância viscosa com alto potencial anti-inflamatório.

A substância, de acordo com os pesquisadores, é capaz de proteger a superfície desse animal de diversas agressões; e é justamente esse efeito que os cientistas pretendem reproduzir no organismo dos seres humanos.

O que ocorre é que qualquer organismo ou objeto lançado ao mar torna-se, quase que imediatamente, um porto seguro para toda espécie de fungos, vírus e bactérias capazes de causar diversos danos. E ao que tudo indica, essa espécie de estrela-do-mar é praticamente imune a esse tipo de ataque.

O que se descobriu foi que a substância, ainda em fase de análises, possui uma ação antiaderente, que impede que tais micro-organismos patológicos alojem-se na superfície do animal.

E, acreditem, os pesquisadores se dizem bastante otimistas sobre a possibilidade de reproduzir esse tipo de fenômeno no organismo dos seres humanos.

Gostou desse artigo? Deixe a resposta na forma de um comentário e aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Marreco de Topete: Características, Classificação Científica e Fotos

Conhecido como Marreco Pom Pom, também podemos ouvir falar no nome Marreco de Topete. É uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *