Home / Animais / Cores do Buldogue: Tigrado, Fulvo, Branco, Chocolate Com Fotos

Cores do Buldogue: Tigrado, Fulvo, Branco, Chocolate Com Fotos

Os cachorros podem ter cores muito diferentes entre si, o que torna os animais ainda mais interessantes para as pessoas. Pois, se todos fossem semelhantes, certamente o nível de interesse do ser humano por eles seria muito menor. Um belo caso disso se dá com o famoso buldogue, seja o francês ou o inglês, que possuem cores diferenciadas entre si. Todavia, algo interessante a levar em conta é que nem todas as cores são aceitas pelos especialistas em buldogues.

Isso quer dizer, de forma mais simples, que nem todos os cães denominados de buldogues são, de fato, cachorros puros da raça. É interessante perceber isso para que seja possível enumerar quais cores são aceitas pelo padrão e quais são tidas como misturas fora do aceitável.

Assim, o buldogue pode ter muitas cores, com detalhes diferentes que mudam de animal para animal. O certo mesmo é que todos se relacionam bem com as pessoas, já que um dos principais detalhes do buldogue é a sua boa relação com o ser humano. Assim, independentemente da cor de buldogue que você queira ou tenha, saiba que só o fato de ter um cachorro dessa raça já é um grande presente.

As Cores do Buldogue

O buldogue apresenta, na realidade, uma única cor básica. Sabia? Isso porque todas as cores são derivadas do fulvo, um tom de creme, meio para o marrom, característico do buldogue. Quando se tem um buldogue tigrado, por exemplo, o animal possui manchas rajadas em meio ao fulvo que dão essa impressão de tigrado.

O mesmo acontece com o buldogue branco, que na realidade apenas possui alguns detalhes brancos em seu corpo em meio ao fulvo – ou, então, é branco apenas aos olhos das pessoas, mas possui o código genético de fulvo. Portanto, isso quer dizer que, de forma oficial, o fulvo é a cor básica do buldogue e apenas existem variações dessa tonalidade. Assim, as variações podem ser: branco e tigrado.

Cores do Buldogue

Além, é claro do fulvo. Uma explicação mais técnica pode parecer distante da realidade do buldogue, mas a verdade é que esse animal possui uma série de entidades que servem para acabar com as dúvidas a seu respeito. Portanto, é necessário entender o que a ciência diz a respeito do buldogue, ainda que aos olhos das pessoas pareça outra coisa. Um buldogue branco, como já explicado, não é branco, mas fulvo ou rajado com um branco tão forte que invadiu todas as partes do corpo.

Buldogue Branco e Tigrado

O buldogue branco, como foi possível ver, não é branco. Embora a tonalidade tenha dominado o corpo do animal, seu código genético é de rajado ou fulvo. Assim, o buldogue branco seria como uma simples ilusão de ótica para as pessoas.

Isso pode ser exemplificado pelo fato de o Clube de Buldogues Franceses, com sede na França, não registrar cachorros como “brancos”; na verdade, o cão pode ser fulvo e branco ou tigrado e branco. Mas nunca apenas branco. Logo, o branco como cor única não existe para o buldogue francês. Já o buldogue tigrado pode ter variações. Assim, existe o tigrado avermelhado, o tigrado médio, o claro e o escuro.

Não existe buldogue francês preto, tampouco preto com alguns detalhes em marrom (sem nenhum tom de fulvo). Se esse for o caso, não se trata de um buldogue de verdade – mas, na realidade, de uma mistura. Mas é importante estar atento a um detalhe: cães muito jovens podem ter o corpo preto, mas apenas quando jovens. Mais tarde, com o passar do tempo, a pelagem desse buldogue ganhará outra tonalidade. Logo, não existe buldogue preto.

Buldogue Chocolate

O buldogue chocolate simplesmente não existe. Isso mesmo, o buldogue preto não pode ser considerado um buldogue oficial e puro. O animal certamente sofreu algum tipo de mistura no cruzamento, levando à alteração em sua cor. Portanto, aqueles cachorros que possuem o corpo na cor preta ou até mesmo em um tom de marrom escuro não são tidos como buldogues legítimos, não podendo sequer participar de competições de buldogues pelo mundo.

As federações de buldogues não registram cães que não sejam fulvos, tigrados ou brancos. Logo, caso o registro seja feito em um caso assim, há algo de errado com a entidade e com a forma como essa organização aceita os seus membros. O caso do chocolate não é como o do branco.

Buldogue Chocolate

No branco, o que acontece é que o cão é fulvo ou rajado, com detalhes brancos que deveriam estar apenas em uma parte do corpo e se espalharam por toda parte. Mas não é isso que acontece com o preto ou chocolate, pois simplesmente não ha a possibilidade de um buldogue ter essas cores. Portanto, você deve amar o seu cão acima de tudo, mesmo que o animal seja preto ou chocolate e tenha aparência de buldogue, mas saiba que oficialmente não existe essa aceitação.

A Trufa do Buldogue

Trufa é a parte do corpo do buldogue que fica entre o nariz e os olhos. Dessa maneira, o único padrão aceitável de trufa para um animal verdadeiramente puro é: preta, sem qualquer desvio de cor. Quando o focinho do cachorro é despigmentado, por exemplo, o mais natural é que ele não possa participar de competições de buldogues ou ser aceito nos principais clubes da raça. Além disso, pode ser que o buldogue tenha o focinho mais para o azul ou para o vermelho.

Nesse caso, muitas vezes o animal também não consegue ser aceito como um buldogue verdadeiro. Esses são detalhes que servem para apontas as diretrizes da raça, de forma a evitar possíveis misturas e animais que não são, realmente, buldogues. Porém, no dia a dia as pessoas não prestam atenção a esses detalhes.

Logo, desde que você dê carinho, amor e atenção ao seu buldogue, saiba que o animal ficará muito satisfeito e o seu trabalho estará completo. Detalhes técnicos relativos às raças são menos importantes no mundo real, servindo como base apenas para competições ou eventos oficiais. Todavia, de qualquer forma agora você já sabe como deve ser um buldogue francês puro.

Veja também

Marreco de Topete: Características, Classificação Científica e Fotos

Conhecido como Marreco Pom Pom, também podemos ouvir falar no nome Marreco de Topete. É uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *